19.2.18

O MESMO EUA, QUE FAZ MISHELL TEMER DE CAPACHO, TENTA DERRUBAR NICOLÁS MADURO, NA VENEZUELA!

EMANUEL CANCELLA -


 golpe no Brasil foi articulado pela Globo, com aval do STF e PGR, e patrocinado por Trump, dos EUA.

Trump quer matar dois coelhos com uma única cajadada: abocanhar o petróleo brasileiro e venezuelano. O problema é que se o vampiro neoliberal é capacho de Trump,  Maduro não dá o braço a torcer.

O pano de fundo é a cobiça do petróleo. A Venezuela possui a maior reserva de petróleo do planeta e, no Brasil, a Petrobrás e os petroleiros desenvolveram tecnologia inédita no mundo, permitindo assim a descoberta do pré-sal, o que atiçou o interesse americano.

Com essa descoberta ,a Petrobrás ganhou pela 3ª vez o premio OTC conhecido como o “Oscar” da indústria do petróleo (2). O pré-sal garante nosso consumo no minimo nos próximos 50 anos.

No golpe de 1964, nossos militares se submeteram ao governo americano e derrubaram o governo legítimo de João Goulart.

Esperamos que agora nossas forças armadas cumpram o dever de defender nossa Constituição Federal, nossa soberania, o Brasil e os brasileiros. E principalmente não se submetam a nenhum governo senão o brasileiro!

Já o Vampirão Neoliberal é inconteste capacho dos EUA.

A ditadura militar durou 21 anos e custou a liberdade e a vida de milhares de brasileiros, além das perseguições e torturas de civis e militares.

Como o pano de fundo do golpe é o petróleo aqui e na Venezuela, lembramos aos nossos militares que muitos generais fizeram parte da campanha do petróleo, como, Olympio Mourão Filho, Leonidas Cardoso, Julio Caetano, Horta Barbosa e Bux Baum (1).

Na Marinha, lembramos também o Almirante Othon Pinheiro, principal cientista da nossa energia nuclear e pai dos submarinos atômicos, ferramentas fundamentais para defender nossa soberania e o pré-sal e por isso se encontra perseguido.

Na Aeronáutica, o Brigadeiro Sergio Xavier Ferolla, defensor ardoroso de nosso petróleo.

Defensores de nossas riquezas, o pai de FHC, o general Leônidas Cardoso, e seu irmão, Felicíssimo Cardoso, este conhecido como o “General do Petróleo”. Ainda bem que o pai e tio de FHC não viveram para assistir a sua tentativa frustrada de privatização da Petrobrás.

Sem esquecer que os presidentes generais sempre defenderam a Petrobrás.

Trump, o presidente desajustado, está de olho no petróleo e quer usar o Brasil como ponta de lança para derrubada do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Nosso vampiro neoliberal já esteve na fronteira com a Venezuela e, é bom lembrar, foi recebido com protesto (3).

Não existe fome na Venezuela, a crise é por desabastecimento por conta do boicote dos EUA e seus aliados, incluindo o Brasil do Vampirão. A Venezuela detém a maior reserva de ouro negro do planeta!

Tentam enfraquecer Maduro, usando o engodo da fome, do mesmo modo que, no Brasil, usando o engodo do combate à corrupção, tiraram Dilma, uma presidente honesta, e colocaram uma quadrilha no poder. Eles só querem nosso petróleo!

A Venezuela enfrenta hoje o mesmo boicote que Cuba enfrentou por mais de 40 anos. A Ilha resistiu e estampa em outdoor: “Esta noite milhões de crianças dormirão na rua, mas nenhuma delas é cubana”.

E a presença de milhares de médicos cubanos no Brasil e na África explica o nível intelectual, social e científico de Cuba, mesmo com o boicote.

Nos anos mais duros da ditadura militar, Chico Buarque, cantava: “Vai passar!” E passou e  hoje vamos gritar: Golpistas não passarão!

Fonte: