14.2.18

PANORAMA DAS ATIVIDADES CONJUNTAS NORTE-SUL DURANTE AS OLIMPÍADAS DE INVERNO

LUCAS RUBIO -


Estão em pleno andamento os Jogos Olímpicos de Inverno que estão sendo realizados em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Essa edição dos jogos está atraindo a atenção do mundo por uma série de recordes esportivos que estão sendo quebrados, porém o que mais tem chamado a atenção é a repentina e histórica participação da República Popular Democrática da Coreia, a Coreia do Norte, nas competições.

A cerimônia de abertura ocorreu há alguns dias e surpreendeu não só pela grandiosidade do evento como também pela entrada no estádio da equipe unificada do Norte e do Sul da Coreia. Na plateia, estava também uma delegação diplomática de alto nível enviada pelo Marechal KIM JONG UN, líder da Coreia Socialista. Vamos a alguns fatos dessa interação histórica entre o Norte e o Sul.

O Presidente sul-coreano Moon Jae In e Kim Yo Jong, irmã de KIM JONG UN
No dia 10 de fevereiro, sábado, no dia seguinte à cerimônia de abertura, a delegação da RPDC se encontrou com o Presidente sul-coreano Moon Jae In. O Presidente sul-coreano estava presente para receber os ilustres convidados e os acompanhou para a mesa de conversações. Durante as conversas, o líder sul-coreano disse que a visita da delegação norte-coreana era uma semente para a melhora das relações intercoreanas e para a paz na Península. Ele também expressou sinceros agradecimentos ao Presidente KIM JONG UN, responsável por preparar a oportunidade que levou a recente interação. Na ocasião, Kim Yong Nam, Presidente do Presidium da Assembleia Popular da RPDC, desejou sucesso aos Jogos de Pyeongchang. Kim Yo Jong, 1ª Subchefe de departamento do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e irmã do Marechal KIM JONG UN, transmitiu pessoalmente a carta do líder norte-coreano ao presidente sul-coreano. Moon Jae In agradeceu e afirmou que, assim como KIM JONG UN disse em seu discurso de Ano Novo, as relações entre o Norte e o Sul devem ser tratadas o mais rápido possível. A mídia tem especulado que Kim Yo Jong teria convidado, em nome de KIM JONG UN, o presidente sul-coreano a visitar o Norte. Depois, os líderes tiraram fotografias e Moon Jae In ofereceu em Chongwadae um jantar especial.

No domingo, dia 11 de fevereiro, a delegação norte-coreana liderada por Kim Yong Nam e Kim Yo Jong assistiu, juntamente com o Presidente Moon Jae In, um jogo de hóquei feminino. A competição foi entre a equipe coreana formada por atletas do Norte e do Sul e a equipe da Suíça. Estavam presentes também o presidente da Suíça, Alain Berset, e o presidente do COI, Thomas Bach. Nas arquibancadas, os líderes do Norte e do Sul assistiram com grande apreensão e torceram alegremente pela equipe coreana, enquanto a torcida organizada norte-coreana entoava canções sobre a Reunificação e a população sul-coreana agitava bandeiras da Reunificação e torciam com grande fervor. No final do jogo, no qual a Coreia infelizmente perdeu, a equipe de hóquei se fotografou junto com os líderes coreanos.

Kim Yo Jong se encontra com equipe mista coreana de hóquei feminino
No mesmo dia, em Sokcho, no Sul da Coreia, uma demostração de Taekwondo foi realizada. A equipe foi formada por atletas do Norte e do Sul. Estavam presentes autoridades do Sul da Coreia, o presidente da Federação Internacional de Taekwondo, membros do COI e fãs do esporte. A equipe atlética demonstrou belos golpes e deram uma apresentação do estilo de luta marcial da Coreia do Norte, demonstrando a legítima arte marcial genuinamente coreana e manifestando a capacidade física e espiritual dos coreanos. No final, a equipe mista estendeu um cartaz que dizia "A Paz é mais preciosa que o Triunfo."

Algo que tem encantado os espectadores e as câmeras de todo o mundo é a equipe de torcida da Coreia Socialista. São senhoritas que cantam, dançam e aplaudem muito entusiasticamente e com grande sincronia, dando um tom de animação não só à plateia como também aos jogadores. Algumas agências de notícia também chegaram a notificar que a Coreia do Norte teria espalhado por Seul e Pyeongchang panfletos que celebram a união do povo coreano nos Jogos Olímpicos.

Também no dia 11 de fevereiro, mais uma vez um evento reuniu a delegação de alto nível da RPDC, liderada por Kim Yong Nam e Kim Yo Jong, e a liderança sul-coreana. Dessa vez em Seul, as autoridades do Sul e do Norte assistiram a uma apresentação artística da prestigiada Orquestra Samjiyon, vinda da Coreia do Norte. A Orquestra Samjiyon chegou à Coreia do Sul no dia 8 de fevereiro e tem lotado teatros e auditórios durante suas apresentações; os sul-coreanos têm se demonstrado bastante interessados em conhecer o nível cultural do Norte. Apresentação foi chefiada por Kwon Hyok Bong, diretor do Ministério da Cultura da Coreia Socialista e por Hyon Song Wol, chefe da Orquestra Samjiyon. Vale lembrar que Hyon Song Wol já foi assassinada pelo regime norte-coreano, segundo a mídia internacional que sempre cita fontes sul-coreanas. Ela teria sido fuzilada juntamente com todo o grupo musical por ciúmes de KIM JONG UN. Dias depois ela apareceu viva na TV estatal da Coreia e há poucos dias, também viva, liderou apresentações no Sul. Durante a apresentação, muito apreciada pelo Presidente Moon Jae In, foram cantadas canções sobre a grande pátria coreana, em glórias à Reunificação e até mesmo canções sul-coreanas. O grupo musical foi muito acompanhado em algumas canções pela plateia local, sendo aplaudido pela população que pediu bis. No fim das apresentações, o Ministro da Cultura, Esporte e Turismo da Coreia do Sul entregou flores para os artistas em sinal de agradecimento.

CHEGADA AO NORTE

A delegação de alto nível da RPDC chegou à Pyongyang hoje, 13 de fevereiro. O Marechal KIM JONG UN se encontrou com a delegação, composta por Kim Yong Nam, Kim Yo Jong, Choe Hwi (presidente do Comitê Nacional do Esporte) e Ri Son Gwon (presidente do Comitê pela Reunificação). Na ocasião, Kim Yong Nam e Kim Yo Jong transmitiram ao Marechal as notícias e os relatórios da exitosa viagem ao Sul. O Presidente KIM JONG UN se mostrou muito contente e agradecido pelos serviços prestados e elogiou o papel da comitiva. Eles tiraram uma fotografia de recordação.

A Orquestra Samjiyon também chegou hoje ao Norte, sendo também recebida por KIM JONG UN. Ele elogiou a grande performance do grupo artístico que levou a cultura da RPDC para os irmãos do Sul e elogiou a grande agilidade do grupo que teve uma agenda corrida durante a estadia no Sul. Ele se fotografou com a orquestra.

A participação da Coreia Socialista nos Jogos Olímpicos de Pyeongchang tem sido uma grande glória e a viagem diplomática de líderes da RPDC ao Sul se mostrou uma grande vitória e um grande sucesso! Sem a interferência dos EUA, os coreanos demonstraram que estão plenamente capazes de resolver suas questões e de se reaproximar visando alcançar relações mais amenas e conjuntas!

Viva o povo coreano! Viva a Reunificação!

* Lucas Rubio, presidente do Centro de Estudos da Política Songun - Brasil, colaborador do site TRIBUNA DA IMPRENSA Sindical.