8.2.18

SENSACIONAL PLANTA NA MENTE 2018

ANDRÉ BARROS -


O bloco da maconha do Rio de Janeiro vem ensaiando e realizando oficinas desde de 2016, toda terça-feira, na linda Praça Paris. Sou fundador do bloco, sempre participei da sua bateria, ou melhor, da grande “banda erva”, e tenho a honra de vestir uma das camisas mais bonitas do Planta. Este ano não participei dos ensaios, mas venho acompanhando suas apresentações e ensaios abertos e, como folião, posso atestar que o Planta na Mente nunca esteve tão sensacional. Um bloco de maconheiras e maconheiros, sob a direção de um Pajé, com marcação firme, voz afinada, caixas e repiques levando o ritmo da maravilhosa maresia de sopros.

Está realmente imperdível o bloco das Marchas da Maconha de Ipanema, Niterói, São Gonçalo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Friburgo, Parati e que, este ano, vai participar da “1a. Marcha da Maconha das Favelas pela Legalização” e da “1a. Marcha da Maconha de Campos”.

É o bloco que carnavaliza a maconha e vai fumar o carnaval até a sua última ponta! O desfile, na quarta-feira de brasas, vai se concentrar às 14h20. e sair impreterivelmente às 16h20 dos Arcos da Lapa.

Levantando a bandeira da legalização da maconha, o Planta vem mostrar que é preciso carnavalizar a política e politizar o carnaval. A alegria é o instrumento certo contra toda essa produção racista da violência que gera o consumo da violenta ilegalidade da planta. Ninguém aguenta mais as balas achadas na violência do caveirão, como canta uma das dezenas de letras do enorme, maravilhoso e politizado repertório do Planta na Mente.

Para finalizar, é importante registrar que o carnaval vem salvando coroas do Brasil. Não as coroas monárquicas desse capitalismo periférico de raízes escravocratas, mas as e os coroas aposentados. O projeto desse governo golpista de tirar o direito à aposentadoria de milhões de brasileiros só não foi votado ainda, porque no Brasil é carnaval. E o carnaval não pode acabar na quarta-feira de brasas, o clima de alegria precisa continuar para evitar a tragédia nacional dos aposentados. Vamos carnavalizar mais o calendário, apertar e fumar esse governo golpista até a última ponta, até tudo virar cinzas!