28.3.18

MAGISTRATURA CRIMINOSA

ROBERTO M. PINHO -


Decorridos 54 anos do golpe militar de “64”, quando o país mergulhou nas trevas da exceção e ditadura sanguinária, o povo brasileiro ainda não assimilou que está vivendo um novo estado, onde a democracia, o contraditório, a liberdade de expressão, direitos humanos e respeito a etnias, se insere neste contexto de liberdade, e por isso mesmo é livre a manifestação de pensamento, conforme criva a Carta Magna.

Leia mais na COLUNA