19.3.18

MARIELLI, DO CRIME MONSTRUOSO, À ETERNIDADE DO SÍMBOLO HEROICO

HELIO FERNANDES -


Precisamos muito de símbolos, e de heróis lutadores, como Marielli. Vibramos  e nos emocionamos, quando dezenas de milhares de pessoas, como está acontecendo no Brasil todo, gritam o nome da vereadora torpemente sacrificada, e eles mesmos repetem: PRESENTE. É emoção pura, sublime, impossível não chorar ou deixar de reverenciar a extraordinária lutadora.

Mas gostaríamos muito mais, que esse PRESENTE fosse repetido pela própria Marielle. Aos 38 anos tem uma trajetória fulgurante, começando na própria Maré e dedicando todo o seu tempo á coletividade. Nem ela nem ninguém sabiam que alem da própria existência, dedicada á coletividade, lhe tirariam também a própria vida.

Leia mais na COLUNA