13.4.18

A VERDADE É REVOLUCIONÁRIA

CÍCERO LOURENÇO PEREIRA -


Nos últimos dias vivemos momentos de muita tristeza e de sensação de impotência diante da prisão do ex-Presidente Lula. Petistas e não-petistas que têm convicção de que a democracia do Brasil passa por um dos seus piores momentos se indignaram contra o comportamento do Poder Judiciário que, “inconstitucionalmente”, mandou prender o ex-presidente Lula antes de esgotar todos os ritos do Direito.

Sinto-me profundamente abalado com essa situação vivida no nosso país. Assistimos um triste espetáculo que chamou a atenção da mídia internacional e obrigou a velha mídia brasileira a se curvar diante da importância dos fatos, sendo obrigada a transmitir diuturnamente a resistência à prisão de Lula, em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo.

Lula não se curvou. Até o último momento manteve a dignidade de um líder que jamais será esquecido pela história do país. É justamente a história e o tempo que mostrarão a Nação a verdade sobre este momento. Porém, temos a certeza de que o dia 7 de abril entrará para o calendário político do Brasil e se tornará inesquecível.

Lula está preso. Quinze metros quadros é o espaço no qual agora vive o homem que foi considerado o maior representante da “esquerda” no mundo; o “cara” como disse Obama; o presidente que colocou o país em 5º lugar no ranking do desenvolvimento econômico e diminuiu significativamente as diferenças sociais no país. Prenderam o político que pode ser indicado para o Nobel da Paz de 2018.

Neste momento é preciso relembrar atos de Lula e da ex-Presidenta Dilma que mudaram profundamente a nossa sociedade, em especial a grande maioria da população – os trabalhadores.

No governo Lula houve muitos ganhos para a classe trabalhadora. A pobreza no país atingia 23% da população, Lula reduziu esse índice para 7%. Mais de 28 milhões de brasileiros saíram da miséria absoluta e outros 36 milhões ascendem à classe média e transformam-se em consumidores.

Lula foi o presidente que mais investiu em educação no país. Ele possibilitou que jovens filhos de trabalhadores, que não tinham como chegar as universidades, tivessem acesso ao estudo e pudessem se formar num curso universitário. Em 2010 o Brasil apresentou 1 trilhão e seiscentos milhões em linhas de crédito - 48% do PIB, um recorde histórico. Tudo isso possibilitou que Lula criasse 14 universidades federais, 126 extensões universitárias e 214 escolas técnicas federais.

Lula criou o Programa Minha casa, Minha vida que já entregou mais de 3 milhões de moradias no país e investiu em programas como O Caminho da Escola com mais de 10.000 ônibus entregues(Lanchas Escolares na Amazônia e Pantanal), promoveu a inclusão de milhões de crianças que moravam no campo e tirou mais de 2,6 milhões de famílias da escuridão com o Luz Para Todos.

Antes de Lula éramos capachos do FMI (Fundo Monetário Internacional). Em 2005 a dívida externa brasileira representava 51,2% do PIB. O Brasil, além de pagar a dívida, fechou empréstimos com outras entidades como, por exemplo, o Banco Mundial e BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) que por meio de empréstimos bancou inúmeros programas sociais fora do país, tornando o FMI uma espécie de devedor do Brasil. Também melhorou a imagem do país internacionalmente atraindo investimentos o que consequentemente criou novos empregos.

Também foi Lula quem, democraticamente, deu autonomia para os órgãos de Justiça como: Ministério Público, Tribunais de Justiça e Polícia Federal quem permitiu a criação da tecnologia pra a melhor TV digital do mundo, gratuita e copiada por mais de 6 países da América do Sul.

E tem muito mais. Inquestionavelmente Lula foi um marco na história do país. Na sua gestão houve erros, mas os acertos foram maiores.

Mesmo assim, a classe média-alta se apropriou da bandeira do Brasil para atacar o governo das pobres.

Será que todos nós que temos essa visão, enxergamos assim porque somos defensores de bandidos e corruptos e não conseguimos ver a verdade?

Será que somos tão ignários a ponto de não aceitar a decisão de várias instâncias judiciais que condenaram o ex-presidente a 12 e 1 mês de prisão, em regime fechado? Argumento repetido exaustivamente pela mídia.

Porque ficamos tristes e não aceitamos a prisão de Lula?

Porque não acreditamos na mídia que o condenou e espetacularizou seus atos de defesa e que insiste em canonizar um juiz que comprovadamente é atrelado a políticos, cujos nomes sequer aparecerem na Operação Lava Jato, como: Aécio Neves.

Juiz que não prendeu a corrupta mulher de Cunha e que nunca escrachou as grandes corruptoras, como a Odebrecht que é investigada em dezenas de outros países.

Porque será que a classe média-alta não faz esses questionamentos?

Enquanto as atenções se voltam para Lula, a população esquece os nomes das grandes corruptoras do país que continuam prestando serviços para diversos governos. A corrupção continua apesar da prisão de Lula.

De repente é de Lula a culpa por toda a corrupção do país, da crise econômica, da retirada de direitos dos trabalhadores, da morte de Marielle, das roubalheiras de Michel Temer e do PSDB, da corrupção que se alastra pelos país por meio de Cunhas, Paulos Pretos e de Loures.

Lula afundou o país na corrupção, por isso bateram panelas, soaram apitos e estouraram rojões durante o percurso de Lula até o aeroporto de Congonhas, na noite de sábado.

Lula é culpado e deve ficar preso por causa de todos os problemas políticos e sociais do país, que ocorreram antes e depois de sua existência.

Onde todos os acusadores de Lula estavam durante o governo Lula?

Curtindo férias em ilhas exóticas ou levando seus filhos para Orlando, fazendo compras em Maime? Até isso Lula proporcionou. 

Incrível, antes do juiz Moro ninguém foi capaz de enxergar as corrupções de Lula. Durante todo seu governo ninguém enxergou isso. Somente Moro foi capaz de ver o dinheiro escoando pelo ralo, como mostrou a Globo no JN, quando dava notícias sobre a resistência de Lula.

O mais incrível é que nenhum órgão, nenhum representante do Ministério Público do Supremo Tribunal Federal ou de qualquer outra instituição, que tinha a obrigação e o dever de fiscalizar a coisa pública durante todos esses anos, não tomaram conhecimento de tanta corrupção. Todas as contas de seu governo foram aprovadas. Eles também não sabiam?

Lula está presos e nós entristecidos porque enxergamos as injustiças e as manobras do poder que violaram a democracia. 

Estamos abalados porque entendemos que o que incomodou os donos do poder foram as pesquisas eleitorais que apontaram a vitória para Lula em 2018.

Nos entristecemos porque deixamos de acreditar no processo democrático e sabemos que todos os nossos direitos estão em risco.

Simples assim.

Lula ficará preso porque o Poder Judiciário é tão corrupto quanto os demais poderes, prova disso foram as manobras feitas para julgar o Habeas Corpus do ex-Presidente e as vistas grossas para as corrupções do atual presidente.

A prisão de Lula demonstra o que disse José Saramago, “o tempo das verdades plurais acabou. Vivemos no tempo da mentira universal. Nunca se mentiu tanto. Vivemos na mentira, todos os dias”.

Mas nós, que temos a missão de defender os direitos dos menos favorecidos, que continuamos nossa luta pela defesa dos trabalhadores deste país, os mesmos que fizeram de Lula um grande líder, temos que continuar lutando pelos nossos sonhos.

O sonho de um país mais justo e solidário, onde a cidadania faça parte da vida de todos e as diferenças sociais sejam abolidas.

Por isso, neste momento, apesar de não vermos uma solução, não devemos ter medo de manifestar nossa indignação e proclamar a nossa verdade.

Não podemos deixar de lutar contra os inimigos da democracia.

A verdade  prevalecerá.

Como disse George Orwell, “num tempo de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário”.

* Cícero Lourenço Pereira, presidente do SINTHORESSOR (Sindicato dos Trabalhadores Hoteleiros de Sorocaba e Região)  e da FETRHOTEL.