24.4.18

AH! A MALDITA COLA. A ONIPRESENTE BANCA

Por PEDRO AUGUSTO PINHO -


Na minha infância havia a história em quadrinhos dos “Sobrinhos do Capitão”. Eram meninos traquinas que tinham como diversão passar cola no assento, nos equipamentos, onde quer que o capitão pegasse ou sentasse. E, após ser vítima dos sobrinhos, este sempre exclamava: Ah! a maldita cola.

Não tem o humor e nem é ingênua, mas nos persegue, a todos e cotidianamente, a banca, o sistema financeiro internacional. As mazelas, as desgraças que se acumulam, se bem pesquisadas, tem origem em ação da banca.

Leia mais em OPINIÃO