4.4.18

PROJETO “ANI NAS RUAS” GANHA DESTAQUE COM EVENTOS COMUNITÁRIOS

Via ANI -


Lançado pela Associação Nacional e Internacional de Imprensa – ANI em Janeiro deste ano o projeto “ANI NAS RUAS” passou integrar a agenda 2018 da instituição, com eventos temáticos, abrindo a discussão sobre o tema Brasil liberto, pautando pelo estado de direito, direitos humanos e a liberdade de expressão principal bandeira da ANI.

Segundo seu presidente Roberto Monteiro Pinho, a proposta vem de encontro ao que discutimos nas reuniões periódicas da ANI, tendo como referência o êxito dos eventos, quando no ano passado a agenda pautou a Mostra de Obras Fotográficas sobre o tema “Direitos Humanos”. “Precisamos pensar “positivo” e estar focado este ano na discussão dos temas que certamente estarão no palanque dos candidatos a cargos eletivos e o da presidência da República” - enfatiza.

“Essa preocupação é de todos, e os jornalistas estão inseridos neste contexto de análise e exame dos pronunciamentos públicos, que é um dos maiores problemas da classe política, que discursa para o povo, mas no poder, contraria seus próprios compromissos”. “Temos projetos vitais no Congresso, onde somos parte interessada, entre os quais a “Lei do Direito de Resposta, a “Lei do Desacato” e O “Marco Civil da Internet” - aponta.

Realizações - No dia 6 de janeiro, a ANI realizou o Torneio de Vôlei de Praia, tendo como palco as quadras da maior e mais completa academia da America Latina - a Rio Sport Center na Barra da Tijuca. No mês de março nos dias 14, 15, 16 e 17 realizamos o I Campeonato ANI de Futebol de Areia, reunindo equipes do sub13 e sub17,com a decisão final a apresentação do Master de futebol de Areia. Os eventos foram assistidos por centenas de pessoas, se constituindo numa importante participação e integração comunitária, “o que vem a ser uma das metas da ANI, para consolidar seu papel social”, destacou o dirigente.

Agenda 2018 - A programação “Agenda 2018” é extensa e de forte conteúdo social, na área da comunicação, com a Mostra com “Obras Fotográficas de Direitos Humanos” no calçadão de Copacabana; A grade oficial da “Oficina sobre técnicas de vídeo e internet”, ministrada pelo jornalista e diretor de Mídia da ANI professor de áudio visual Antonio José Rangel e a “Biblioteca Comunitária da ANI”.

Essa é a nossa ANI, atuante, comprometida e laborioso visando a valorização do profissional na área de comunicação. (Realização: Núcleo de conteúdo ANIBRPress)