14.5.18

A LAVA JATO É QUE NEM BOMBRIL, SÓ QUE COM MIL E UMA INUTILIDADES!

EMANUEL CANCELLA -


A lava Jato falou que ia acabar com a corrupção no Brasil. Tirou Dilma, eleita pela vontade da maioria dos brasileiros, e que nunca conseguiram provar nada contra ela, e colocou, no poder,  MiShell Temer, o governo mais corrupto de nossa história.

Diz que prende pessoas poderosas porém os maiores corruptos, os principais ladrões da Petrobrás, presos na Operação Lava Jato, estão inexplicavelmente em suas casas, pagando suas penas em verdadeiros clubes de lazer, construídos com dinheiro da roubalheira. Entre eles, Paulo Roberto Costa, Alberto Yussef, Fernando Baiano, Sergio Machado, e outros. (06).

Esses picaretas da Lava Jato estão destruindo o Brasil! A lava Jato está destruindo a Petrobrás, a economia nacional e a indústria naval, a Operação é responsável pela maioria dos 13 milhões de desempregados do Brasil (6,7,8,9). Navios e plataformas como no governo de FHC estão sendo construídos no exterior gerando emprego e renda para os gringos (14).

Tudo em nome do combate corrupção. Agem como um medico que mata o paciente para tratar de um câncer num determinado órgão.

A lava Jato, que ia acabar com a corrupção na Petrobrás, aliou-se ao tucano Pedro Parente, que está entregando criminosamente a Empresa.

Na farra entreguista, primeiro MiShell Temer, com a total omissão da Lava Jato, articulou e aprovou uma lei, no Congresso Nacional, que isenta em impostos as petroleiras estrangeiras em hum trilhão de reais, a mais favorecida foi a Shell (1).

Depois, Pedro Parente celebra acordo com os acionistas americanos pelo qual a Petrobrás pagou R$ 10 BI, mesmo sem a Petrobrás sequer ter sido condenada (5).

Pedro Parente, picareta juramentado, já que já dava rombo bilionário na Petrobrás em 2001, agora, de forma ilegal, quer ter acesso ao Imposto de Renda dos empregados da Petrobrás.

O primeiro Imposto de Renda, a ser exposto à sociedade, deveria ser o de Pedro Parente, que além de ser réu em ação que envolve a Petrobrás é gestor de fortunas, junto com a esposa é dono da empresa Prada, que administra as maiores fortunas do Brasil (3,4).

Se o MST criou a “Agricultura Familiar”, que é responsável pela ampla maioria dos alimentos que vão ,no dia a dia, para a mesa do brasileiro (7),  Moro criou a economia familiar, onde ele julga e ela, a esposa Rosangela Moro, ganha. Isso porque a esposa de Moro, Rosangela Moro, trabalha para o PSDB e a Shell  justamente os estupidamente beneficiados com a Lava Jato (8,9).

Além disso, a revista Veja, com base em informação da Receita Federal, mostrou que Duran fez depósito na conta de Rosangela Moro. E Moro diz que o deposito é para cópias de processo, como se  fôssemos um bando de idiotas. O dinheiro, US$ 5 milhões, "por fora" seria para celebrar delação premiada que daria, a Duran, prisão doméstica e perdão de US$ 10 milhões em multa a Odebrecht.   Na ocasião, Moro negou e chamou Duran de farsante e fugitivo da lei. (11.12,13,14).

Só o contrato da mulher de Moro expliqua a omissão do juiz Sergio Moro com os tucanos e com a Shell.

Em novembro de 2016, enquanto sindicalista e petroleiro, protocolei ação no MPF , denunciando a omissão da Lava Jato em relação à gestão criminosa dos tucanos FHC e Pedro Parente. Até hoje, sem resposta. Veja a denúncia na íntegra (10).

Se não respondeu à denúncia, o MPF, atendendo ao pedido do Juiz Sergio Moro, intimou-me por duas vezes, em um ano. As intimações insinuam que o autor teria ferido a honra do funcionário público Sérgio Moro. (15,16).

Se a lava Jato é como o Bombril, com mil e uma inutilidades, isso só vale para o Brasil, pois para  os EUA, em reconhecimento aos serviços prestados, Moro foi até premiado pela maior revista do mundo a americana Time .(17)!

Fonte: