11.5.18

INICIADA A NEGOCIAÇÃO SALARIAL DOS FRENTISTAS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

Via SINPOSPETRO-RJ -

Sindicatos dos Frentistas do Rio, Niterói e Campos dos Goytacazes negociam aumento nos salários da categoria, as entidades participaram ontem (10) da primeira reunião de negociação da Campanha Salarial 2018-2019 com o Sindestado (sindicato patronal).


Dirigentes dos três Sindicatos dos Frentistas do Rio de Janeiro, Niterói e Campos dos Goytacazes se reuniram nesta quinta-feira (10) na sede do Sindestado (patronal) em Niterói, para a primeira reunião de negociação salarial visando à celebração das Convenções Coletivas de Trabalho 2018-2019 dos milhares de trabalhadores em postos de combustíveis e lojas de conveniência do estado do Rio de Janeiro.

Com os principais diretores e representantes das entidades presentes, efetivamente foram colocados em votação e aprovadas por unanimidade, os seguintes pontos: 1- A manutenção da data-base da categoria para os três sindicatos laborais; 2- A manutenção de todas as cláusulas das Convenções Coletivas de Trabalho em vigor, até que sejam celebradas as novas CCTs; 3- O Sindestado realizará reunião interna o mais breve possível para aprofundar debates sobre as reivindicações dos Sindicatos laborais e fará contato com os três SINPOSPETROS do RJ para agendamento de nova reunião entre as partes.

Além do aumento salarial, os Sindicatos dos Frentistas do Rio de Janeiro, Niterói e Região e Campos dos Goytacazes e Região negociam reajustes nos benefícios e novas conquistas.

Apesar do difícil momento para a classe trabalhadora, com a nova e nefasta Lei Trabalhista vigorando, o aumento do desemprego e a crise econômica, tudo isso têm dificultado as negociações em todo o país, o presidente do SINPOSPETRO-RJ, Eusébio Pinto Neto, espera que as negociações avancem e o aumento salarial contemple as necessidades da categoria. “Iniciamos positivamente as negociações com o setor patronal, em função da atual conjuntura a participação efetiva da categoria nunca foi tão necessária no processo negocial e será determinante para avançarmos nas conquistas”.

* Daniel Mazola, assessoria de imprensa SINPOSPETRO-RJ