9.6.18

JUIZ SERGIO MORO, COMPARSA DE MISHELL TEMER, FHC, AÉCIO NEVES E JOSÉ SERRA PRENDEU LULA SEM PROVAS!

EMANUEL CANCELLA -


Moro, chefe da Lava Jato, é o juiz que aceitou a denúncia que condenou e prendeu, sem provas, o ex-presidente Lula.

A Lava Jato nunca chegou perto de provar a titularidade de Lula na propriedade do sítio em Atibaia e do tríplex em Guarujá. E o mais grave, Moro, prendeu Lula por uma reforma no tríplex de Guarujá que, além de não ser de Lula, agora ficou comprovado que essa reforma nunca existiu.

A reforma foi fruto da delação premiada do dono da OAS, Leo Pinheiro, preso pela Lava Jato que, para contribuir com a justiça e diminuir sua própria pena, disse que fizera a reforma no tríplex de mais de um milhão e duzentos mil reais a pedido de Lula. Só que essa reforma no tríplex nunca existiu, vídeos e fotos na internet comprovam isso, disponíveis depois da invasão ao triplex pelo MTST (10).

E o um agravante é que os advogados de Lula pediram várias vezes para vistoriar as aludidas obras, o que mostraria de vez a farsa da delação, mas foram barrados pelo próprio juiz Sergio Moro. O juiz também negou o acesso, aos advogados de Lula, às notas fiscais da tal reforma. Hoje sabemos que as notas fiscais são falsas e algumas de Curitiba, terra de Moro (1,2).

Se por um lado a Lava Jato prende Lula, sem qualquer prova, por outro foi gritante a omissão criminosa da Operação, chefiada por Moro, que investiga a Petrobrás, quando MiShell Temer articulou a aprovação da lei que isenta as petroleiras estrangeiras em um trilhão de reais, sendo a mais favorecida a Shell (8).

E também foi Moro quem retirou 21 das 41 perguntas a MiShell Temer, na delação premiada do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha, num claro intuito de proteger MiShell Temer (3).

Em relação à FHC, para enriquecer a sua biografia de crápula, surge agora uma denúncia bombástica: “Em e-mails, FHC pede doações a Marcelo Odebrecht: "O de sempre"”(4)

O tucano FHC é outro protegido, pois nem sequer é investigado, apesar de citado na Lava Jato, por várias vezes, envolvido em corrupção na Petrobrás e, em muitas, envolvendo até seu próprio filho, (5).

Se a Lava Jato não conseguiu provar a propriedade de Lula, tanto no tríplex de Guarujá como no sítio em Atibaia, FHC tem apartamento de luxo em Paris e Nova York e fazenda com aeroporto  no Brasil, que foi comprada por US$ 20. Isso mesmo, vinte dólares (6,7).

E a Lava Jato, chefiada por Moro, calou-se quando o senador tucano José Serra aprovou, no Congresso Nacional, a lei 4567/16 que atendia aos anseios da Petroleira americana Chevron, apesar de Serra já ter sido denunciado pelo Wikleaks. Em 2009, o Wikleaks denunciou o então candidato derrotado na eleição, José Serra, interceptando ligação onde o tucano prometia favores à Chevron em prejuízo da Petrobrás.

Além de Temer , FHC  e Serra, outro que é blindado na Lava Jato é o senador tucano Aécio Neves, o mais denunciado na operação Lava Jato e mesmo assim continua livre, leve, solto e com mandato de senador da República (9)!

Quem quer acabar com a corrupção no país não protege os maiores bandidos!

Fonte: