8.6.18

RÉQUIEM PARA UM EXTRAORDINÁRIO SUCESSO

Por PEDRO AUGUSTO PINHO -


Em 1953, sob forte pressão da oposição política e midiática, mas com apoio de parcela de militares, o Presidente Getúlio Vargas consegue criar, no dia 3 de outubro, a Petrobrás.

Aumentam as pressões, deturpam-se fatos e envenenam-se reputações. Getúlio é levado ao suicídio em 24 de agosto de 1954. E prossegue, após 65 anos, a campanha contra a Petrobrás, embora ela não mais exista desde que Fernando Henrique Cardoso, Iris Rezende, Raimundo Brito e Luiz Carlos Bresser Pereira assinaram a Lei 9.478, em 6 de agosto de 1997.

Leia mais em OPINIÃO