11.7.18

A CAPACIDADE DE RESISTIR DOS MENINOS DA TAILÂNDIA

Por TAIS FACCIOLI -

Após três dias de resgate, jovens e técnico de futebol são retirados de caverna. Todos passam bem.


Resiliência é palavra que melhor define a resistência dos 12 meninos e do treinador, que após duas semanas presos numa caverna, foram resgatados com vida. Resiliência é a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas, sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico, por encontrar soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades. Foi exatamente o que aconteceu com o grupo. Dia após dia, resistiram até serem encontrados por equipes internacionais. Mas logo foi constatado que percorrer o caminho da caverna até a saída seria arriscado demais. Eles tiveram de renovar as forças e a esperança até que o resgate seguro fosse possível. Foram dias de tensão e espera, acompanhados pelo mundo inteiro.

A boa notícia veio nesta manhã, após uma gigantesca mobilização humanitária e de técnicos de diversas áreas, com destaque para os corajosos mergulhadores, inclusive o que perdeu a vida tentando salvar os meninos. A história teve um desfecho feliz: todos estão fora da caverna, sob cuidados médicos.

Muitas lições se podem tirar deste drama, que certamente será tema de filmes, livros e documentários. A força do grupo mostra de forma incontestável o que o ser humano é capaz de suportar. A compreensão dos pais e familiares dos jovens também é um exemplo a se destacar. No auge do problema, sem saber se teriam suas crianças de volta, eles enviaram uma mensagem através dos mergulhadores e pediram que o treinador não se sentisse culpado pelo que ocorreu. “Você não deve se sentir culpado, não estamos bravos com você. Entendemos e queremos que você saiba que tem nosso apoio moral”, escreveu uma das mães dos jovens.

Em outra carta, um pai pediu que o filho ajude o treinador a não se sentir triste.

O treinador Ekkapong Chantawong, de 25 anos, colocou o time de futebol dentro da caverna para proteger os meninos de uma chuva torrencial no dia 23 de junho. O grupo, no entanto, acabou ficando preso no local devido às inundações. Dezoito dias depois, nesta terça-feira, 10 de julho, todos ganharão um novo significado para suas vidas. É um renascimento. Sequelas físicas e psicológicas, poderão aparecer. A vontade de viver, no entanto, deverá ser mais forte que tudo. Eles já provaram isso! Saúde aos jovens resgatados e gratidão a todas as equipes que trabalharam para que tudo terminasse bem!

* Fonte: isacolli.com