10.7.18

DE PIADA MACABRA A PIADA PORNOGRÁFICA: O VEXAME DO BRASIL PÓS-GOLPE

ROGER MCNAUGHT -


Um presidente golpista sem legitimidade, um (des)prefeito que corrompe serviços públicos para beneficiar apaniguados “irmãos de fé” e um juiz que despacha de férias para desautorizar publicamente um desembargador são apenas alguns dos exemplos bizarros que vem continuamente degradando a imagem do país no cenário mundial, minando qualquer credibilidade que pudéssemos angariar.

No Rio de Janeiro, após o escândalo da gravação atribuída ao (des)prefeito Marcelo Crivella, onde o mesmo teria indicado que “irmãos” das igrejas de pastores presentes à reunião teriam facilidades e atendimento preferencial na rede de saúde do município – desrespeitando o SISREG – e oferecendo clara vantagem a pré-candidatos ligados às mesmas igrejas, a equipe do dito (des)prefeito ainda importunou diversos cidadãos pelas redes, enviando mensagens não desejadas a pessoas que sequer “curtiram” ou se inscreveram para receber atualizações da página oficial do mesmo.  A bancada do PSOL na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro já acionou o ministério público acerca dos abusos do (des)prefeito e se movimenta para impedir que os desmandos continuem.

Imagem: captura de rede social, clique para ampliar
Já o presidente golpista, que se manteve em silêncio durante os jogos da Copa do Mundo – certamente tentando ser esquecido para poder continuar suas manobras sorrateiras – vem desmontando o estado brasileiro em tempo recorde, entregando todas as áreas estratégicas e desarticulando toda a rede que garante a soberania nacional como áreas de energia, petróleo, e agora até aviação – entregue em acordo que garante total controle estrangeiro sobre a EMBRAER e coloca em risco toda a cadeia produtiva que circula a empresa.

O judiciário, por sua vez, conseguiu entreter a população melhor do que qualquer comédia pastelão dominical da TV: Enquanto um desembargador julgava uma ação em plantão – como é corriqueiro em qualquer plantão judiciário – um juiz de instância inferior em férias no estrangeiro resolve se intrometer e abrir sua “cauda de pavão” para não cair no ostracismo durante as férias, descumprindo e orientando servidores da Polícia Federal a descumprir decisão judicial. Não bastando o imbróglio formado, outro desembargador – também em férias – resolve querer seus quinze minutos de fama e se alia ao juiz para impedir também o cumprimento de decisão tomada por quem estava trabalhando em pleno domingo. Os canais de tv chafurdaram por um dia inteiro em toda essa história lamacenta enquanto a vida de um homem idoso e que tanto fez pelo país estava em jogo diante de acusações nada sólidas em um processo altamente suspeito e duvidoso.

O resultado de toda essa “chanchada” criada não poderia ser outro: a política nacional se tornou agora tema não apenas de séries de tv e filmes de suspense, mas de um filme pornô! É isso mesmo, a política nacional agora será retratada em uma obra pornográfica graças ao trabalho incessante das instâncias golpistas que tanto sodomizaram a classe trabalhadora a ponto de uma produtora de filmes pornográficos trazer de volta aos sets de filmagem o notório “Kid bengala” interpretando o presidente corrupto. O lançamento dessa “obra-prima” será, sem dúvidas, em outubro.


O último que sair apague a luz, desligue as câmeras e jogue fora os preservativos usados...