6.7.18

JUDICIÁRIO POLITIZADO, CORPORATIVO E NEFASTO. JUÍZES TRAIDORES E COVARDES SÃO INIMIGOS DA PÁTRIA

ROBERTO M. PINHO -


A politização do judiciário é um crime constitucional. E o STF está em sintonia a essa marginalidade antinacionalista. O mesmo vale para o Ministério Público, cuja atuação deveria se pautar pelo mais neutro e rigoroso republicanismo. A Procuradoria sinalizou seu papel transverso quando se manifestou na Ação Penal 470, ambos em aliança com a mídia dos barões.

Leia mais na COLUNA