8.7.18

POSTURA DOS JUÍZES PODE TRAVAR O FIM DA JT

ROBERTO M. PINHO -

“Sem a especializada, e o caminho já aberto com a extinção do imposto sindical compulsório, as novas ações trabalhistas, chegarão aos tribunais, num formato mais enxuto e sem as nulidades dos processos já existentes.”


Decisões conflitantes, insubordinação a ordem jurídica, insolência com as partes, ausência de lisura, postura e excessos podem agravar ainda mais a insatisfação do governo e da própria sociedade, que vem há décadas sendo açodada pelas atitudes hostis dos juízes trabalhistas.

Leia mais na COLUNA