15.8.18

1- GILMAR MENDES: JUÍZES QUEREM SER MORO E PRECISAM DE PSIQUIATRAS, NÃO DE CORREGEDORES; 2- BRETAS ACEITA DENÚNCIA CONTRA EX-SECRETÁRIO DE SAÚDE E MAIS 23 PESSOAS

REDAÇÃO -

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, cobrou nesta terça-feira (14/8) maior rigor na análise de condutas de investigadores e ainda ações para coibir açodamento em apurações. Classificando a Operação Carne Fraca de constrangedora e de grande movimento contra a economia brasileira, o ministro afirmou que atualmente todos querem virar o juiz Sergio Moro, ganhar minutos de fama e que muitos estrupícios se juntam para produzir resultados desastrosos.

Gilmar Mendes. Foto : Rosinei Coutinho/SCO/STF
“Uma falha setorial, em um dado setor da economia, se magnificou de uma forma absolutamente irresponsável! Constrangedora! Fala mal das instituições, aponta para um delírio coletivo. Todos querem virar um Moro, ganhar um minuto de celebridade. Não precisamos de corregedores, mas de psiquiatras. Porque é um problema sério. Quer dizer, os estrupícios se juntam e produzem uma tragédia! Produzem uma tragédia! É constrangedor”, disparou.

Um dos principais desafetos do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot, Gilmar voltou a atacar sua gestão e disse que “mãos embriagadas” dele induziram ao erro o Supremo, como na prisão do banqueiro Andre Esteves no suposto episódio de compra do silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, no qual acabou inocentado. (...)
(por Luiz Orlando Carneiro no site Jota.)

***
BRETAS ACEITA DENÚNCIA CONTRA EX-SECRETÁRIO DE SAÚDE E MAIS 23 PESSOAS

O juiz Marcelo Bretas aceitou denúncia do Ministério Público Federal (MPF) e tornou réus o ex-secretário de Saúde do Rio Sérgio Côrtes e mais 23 pessoas, por crimes de participação em organização criminosa, fraude e corrupção ligados ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into); ação é um desdobramento das operações Fatura Exposta e Ressonância, no âmbito da Lava Jato. (fonte: Agência Brasil)