10.8.18

1- TERCEIRIZAÇÃO PRECARIZA AS RELAÇÕES DE TRABALHO NO PAÍS, AFIRMAM PARTICIPANTES DE AUDIÊNCIA PÚBLICA; 2- CONFIRA A ÍNTEGRA DO DEBATE DOS PRESIDENCIÁVEIS NA BAND [VÍDEO]

REDAÇÃO -

Mesa: secretário executivo da Intersindical - Central da Classe Trabalhadora, Edson Índio; 1º secretário geral da Força Sindical, Sérgio Luiz Leite; presidente da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Guilherme Guimarães Feliciano; vice-presidente da CDHET, senador Paulo Paim (PT-RS); presidente da Federação Nacional dos Servidores dos Órgãos Públicos Federais de Fiscalização, Investigação, Regulação e Controle (Fenafirc), Ogib Teixeira de Carvalho Filho; pesquisadora do Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho (Cesit), Marilane Oliveira Teixeira; advogada trabalhista, membro do Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes do Rio de Janeiro (Mati Nacional), Anna Borba Taboas. Foto: Pedro França | Agência Senado.
A flexibilização das regras de terceirização implementada pela Reforma Trabalhista precariza as relações de trabalho no país, apontaram os participantes da audiência pública realizada pela Subcomissão Temporária do Estatuto do Trabalho nesta quinta-feira (9). A subcomissão funciona no âmbito da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e a reunião faz parte do ciclo de debates sobre a SUG 12/18, de iniciativa do senador Paulo Paim (PT-RS). (via DIAP, com Agência Senado)


***
Debate na Band | 1° Turno | Completo