23.8.18

CANALHAS!!! CANALHAS!!! CANALHAS!!!

MIRSON MURAD -

Crivella, Pezão, Temer / Reprodução.
Nos hospitais municipais do Rio de Janeiro pessoas morrem depois de ficarem largadas no chão sem qualquer atendimento, por falta de tudo o que o leitor possa imaginar. Desde remédios, algodão, esparadrapo, álcool, soros... Os funcionários, a maioria, não conseguem chegar ao trabalho pois não há dinheiro para pagar a passagem pois seus salários estão atrasados, estão sem comida e tudo o mais que a dignidade humana exige. Na Educação ocorre o mesmo caos. Os alunos não têm escolas suficientes, professores idem. As criancinhas não recebem nem mesmo sua merenda e ficam com fome, Marcelo Crivella e seu secretariado alegam falta de verba. MENTIRA!!! Canalhas!!! Canalhas!!! Canalhas!!! Dinheiro há e muito, para pagar, em dia, os polpudos salários do "bispo" prefeito e todo seu secretariado (até sub-secretários a máquina gorda, enormemente inflada, tem, todos com enorme equipe de assessores, todos muito bem remunerados. Verba de representação, automóveis com motoristas e muita grana para fazer propaganda. Canalhas!!! !!! !!! Entregam a exploração de OS tudo que é da competência pública. Entregam reformados os hospitais para essa terceirização pagando o dobro do gastaria se administrasse diretamente, A maioria esmagadora, se não tudo, para sua patota evangélica que dão calote. As autoridades afirmam não haver dinheiro. Canalhas!!! Canalhas!!! Canalhas!!! A mesma coisa, a mesmíssima coisa ocorre na máquina do Estado, inclusive as alegações por parte do (des)governador Pezão e sua patota (pé e mão grande). Mentirosos!!! Canalhas!!! Canalhas!!! Canalhas!!!