14.8.18

LAVA JATO MUITO ALÉM DA JUSTIÇA BRASILEIRA!

EMANUEL CANCELLA -


Eles, denunciam, condenam e prendem Lula, sem provas, mas com convicção (6). Lula foi preso pela Lava Jato por um tríplex que nunca provaram ser dele, seja através da escritura ou qualquer outro documento válido.

E o mais grave, Lula foi preso pelo tríplex de Guarujá que não é dele e por uma reforma no imóvel que nunca existiu. Há, disponíveis na internet, fotos, vídeos e, notas fiscais frias que provam que a reforma foi mais uma maracutaia para incriminar Lula (1 a 5).

Tudo é válido na perseguição. Moro despacha da praia e de outro país, Portugal. Isso para barrar o HC de Lula (7).

Na faculdade, estudamos que o habeas corpus pode ser solicitado até em folha de papel de pão. Mas sustar o HC, pelo telefone, é fantástico. O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, despachou no dia do HC, via rede social:  “Em conversa de Whatsapp, Jungmann que diz que Lula não vai ser solto” (1). Ou seja, a Polícia Federal segurou o HC pelo telefone. Isso é só na Lava Jato!

“Falei para o ministro Raul Jungmann (Segurança Pública): 'Ministro, nós vamos soltar'. Em seguida, a (procuradora-geral da República) Raquel Dodge me ligou e disse que estava protocolando no STJ (Superior Tribunal de Justiça) contra a soltura” (5).

Os golpistas menosprezaram assim o HC do desembargador  Favreto, que veio de um juiz de plantão, fato corriqueiro na justiça. E disseram que o desembargador é do PT e o pedido veio de deputados petistas.

Os ex-presidentes Lula e Dilma indicaram a maioria dos ministros do Supremo e só levam bolada nas costas do Supremo e ninguém fala nada (8).

Nada mais coerente do que deputados do PT pedirem um HC para Lula do PT.

Essa é a Lava Jato, sempre inovando. As provas que saíram da operação contra Lula são risíveis: pedalinhos; barco sem motor; 101 visitas ao sítio; 2 tickets de pedágio etc.

E agora temos alem da prisão sem provas, mas com convicção; o despacho da praia, no estrangeiro; por telefone e também pelas redes sociais!

Fonte: