10.8.18

O SUPREMO COMANDA O ESPETÁCULO GILMAR MENDES DE PORTA BANDEIRA

HELIO FERNANDES -


Faltando 58 dias para a primeira eleição em 7 de outubro. E mais 21 para a segunda, o grande assunto continua sendo o STF. Coletiva e individualmente. Impossível esquecer esse tribunal que não liga para os 13 milhões de desempregados, e aumenta os próprios salários, sabendo que com o "efeito cascata", o aumento não foi para 11, e sim para 45 mil só no judiciário.

Debateram, votaram, aprovaram, enviaram para o Congresso, que pode aceitar o aumento, ou vetá-lo. Como deputados e senadores também serão beneficiados, é preciso ser muito insensível, para acreditar que o vergonhoso e ruinoso aumento não será referendado, os ministros do STF terão que tentar incluir no orçamento de 2020.

Tentando fugir da cobrança da comunidade, explicaram: "Não é AUMENTO, é indispensável CORREÇÃO". E o Executivo também vai se aproveitar, os Três Poderes ("Podres Poderes") são autônomos e independentes entre si.

O STF ia aprovando outra barbaridade: os que roubaram bilhões dos dinheiros públicos, teriam 5 anos para a devolução. Depois desse prazo, não precisariam devolver mais nada, haveria a prescrição. Já aprovada essa iniquidade, 2 ministros, envergonhados e constrangidos, mudaram de ideia, propuseram que não houvesse prescrição, os ladrões teriam a vida inteira para pagar.

Essa prescrição em 5 anos, beneficiaria diretamente os irmãos Batista. Roubaram 8 bilhões dos 4 maiores fundos estatais: Banco do Brasil, Correios, Caixa Econômica, Petrobras. Um dos irmãos, o Joesley depositou 1 bilhão e 500 milhões foi solto imediatamente. O processo está engavetado ha 2 anos, agora terão que devolver a roubalheira).

Gilmar Mendes entrou então em cena. Votou pelo aumento pra ele mesmo, mas com a habitual hipocrisia, fez a proposta de acabar com o imoral auxilio moradia, que é pago a membros do judiciário (mesmo que morem em casa ou apartamento próprio), ha 3 anos e 6 meses. 3 anos em razão de uma liminar do ministro Fux. Ele devolveu o processo ha 6 meses, está devidamente engavetado.

Para não perder tempo, Gilmar concedeu o terceiro HC, favorecendo o corruptissimo "compadre" Jacob Barata, que fez fortuna colossal explorando trabalhadores que precisam dos seus ônibus. Cansado de assinar HC, Gilmar liquidou a questão: suspendeu o processo contra o "compadre”. Outros empresários corruptos também foram libertados.

PS- A vocação de Gilmar de libertador por pura generosidade, sem nenhum interesse pessoal, correu o mundo.

PS2- O ex-governador Sergio Cabral, condenado há 123 anos, entrou com HC, diretamente com Gilmar. O que ele pede: ser transferido para prisão domiciliar ou ficar em alojamento de Estado Maior.

6 MESES DE INTERVENÇÃO FEDERAL MILITAR NO RIO

Fracasso completo, como se via. A função ou Missão do Exercito não é essa. Os crimes aumentaram muito no asfalto. Nas favelas, os moradores continuam morrendo dentro de casa, atingidos por balas perdidas.

A desorientação é total, os tiroteios cresceram absurdamente.  Semana passada, os tiroteios foram de tal ordem, que os interventores mandaram 800 soldados para a Rocinha. Ficaram 24 horas, voltaram.

Dentro de 4 dias se completam 5 meses do assassinato da vereadora Marielle. Foram "sábios", mantendo a investigação em sigilo. Não têm o que explicar ou comunicar á comunidade estarrecida.

CAMPANHA CONTRA HADDAD

Lançado presidenciável ha 3 dias, sua candidatura cresce assustadoramente, para os adversários. Apoiado por Lula, com Manuela D’avila de vice é o melhor e o mais preparado dos candidatos. Ontem, dia do primeiro debate. (TV-Bandeirantes, 21 horas, coordenação do Boechat) o telefone não parava. Os outros presidenciáveis não escondiam: queriam saber se o Haddad participaria.

Vai combatê-lo de todas as formas. O chamado “mercado" espalha: "Se o Haddad for candidato, o dólar ultrapassa os 4 reais”.