10.12.18

70 ANOS DA CARTA, NINI, BUSHÃO E O CÃO

MIRSON MURAD -

Comemora-se hoje os 70 anos da Carta Internacional dos Direitos Humanos que, inclusive, inspirou nossa atual Constituição. Por ocasião da Carta, é relembrado as atrocidades cometidas pelo genocida Adolf Hitler contra o povo judeu. Entretanto, o Primeiro-Ministro de Israel, o asqueroso Nini, discípulo de Hitler, faz igual com os palestinos, ainda hoje.


Os States, por sua vez, já mataram pelo mundo afora, após a guerra, tanto ou mais que os alemães. Duas bombas atômicas sobre o Japão, o bombardeio implacável contra Tóquio, no Vietnam, a destruição da Líbia e cruel massacre do seu líder governante Kadafi. Assim como com o Iraque e seu governante Saddam Hussein. Aliás, a embaixadora de Tio Sam no Iraque na época que o presidente dos States era o Bushão, atroz e sanguinário, declarou para Saddam: "Estou autorizada pelo meu País a informa-lhe, oficialmente, que o Iraque pode invadir o Kuait que nosso governo não fará nada para protege-lo".

Saddam acreditou marchou para lá e era isso que Bushão queria. Foi em defesa do Kuait e enterrou vivos na areia, entre outras atrocidades, mais de 200 soldados iraquianos passando com seus tanques sobre eles. Prevendo o massacre que iria acontecer pois o Iraque não possuía o quinta maior exército mundial, com armas nucleares inclusive, invencionice da propaganda americana, o Papa João Paulo II entrou em contato com os dois países oferecendo-se para ser o mediador da paz com os States. Saddam aceitou, prometendo não invadir o país vizinho mas o genocida Bushão disse textualmente ao Papa que o que ele queria mesmo era invadir o Iraque.

O Pato Donald Trump também persegue as minorias querendo chacinar os refugiados desesperados. O troglodita Trump quer, porque quer, provocar a Terceira Guerra Mundial, ameaça invadir a Venezuela e, com isso, a Rússia acaba de chegar com seus aviões de guerra nas terras bolivarianas para "exercício conjunto". Quem viver verá. Agora, com a morte do Bushão, todo mundo o reverencia. Mas, para ser fiel a um genocida cruel como ele só mesmo seu cão, "o melhor amigo do homem"...