10.12.18

BOLSONARO E O MENSALÃO FAMILIAR!

EMANUEL CANCELLA -


O Brasil conheceu o mensalão petista e o tucano. Já Bolsonaro, no escândalo denunciado pela Coaf, lançou o mensalão familiar. Em campanha, Bolsonaro ressaltava: “O Brasil precisa de um presidente que valorize a família” (1).

Foram mais de 170 saques, em um ano, envolvendo um total de R$ 1,2 milhões. Concordo com o vice, Hamiltom Mourão, quando deu um pito no futuro ministro de Bolsonaro, Onyx Lorenzoni, que abandonou abruptamente entrevista, e também quando Mourão, dirigindo-se ao assessor do filho de Bolsonaro: “Ele precisa dizer de onde saiu este dinheiro” (2).

Vale lembrar que o mensalão tucano, anterior ao do PT, está prescrevendo sem julgamento (3).

Esperamos uma operação da Polícia Federal que responda à pergunta de Mourão. Sugiro como nome da Operação: “Mensalão nem Familiar”.

E Mourão deve cobrar de Moro, futuro ministro da Justiça de Bolsonaro, apoio total nessa operação. Moro foi assistente da ministra Rosa Weber no mensalão do PT.

Quem sabe uma delação premiada do assessor, com direito a vazamento para a mídia.

Não podemos esquecer: A lei é para todos!

Fonte: