15.12.18

ENQUANTO A PGR E O STF IMPEDEM PRISÃO DE AÉCIO, CALAM-SE SOBRE PRISÃO IRREGULAR DO PREFEITO DE NITERÓI!

EMANUEL CANCELLA -



Numa armação ilimitada, a Lava Jato, através de delação premiada sem provas, prende o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, do PDT do Rio.

“A operação é desdobramento da Lava Jato no estado e teve como ponto de partida a delação premiada de Marcelo Traça, ex-diretor da Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (2)”.

Tudo arquitetado maquiavelicamente: na véspera do recesso da Justiça, para que não pudessem recorrer da decisão, e no dia em que o prefeito receberia o prêmio de “Destaque em gestão do ano”.

Imediatamente, como parte da tramoia, o MBL e os autointitulados Advogados pela Liberdade entraram com o pedido de impeachment do prefeito, na Câmara municipal de Niterói. Esse pedido de abertura do processo de impeachment, no dia 12, foi derrotado fragorosamente pelos vereadores (1).

Houve críticas contra a Lava Jato, tanto na prisão irregular de Rodrigo, no dia 10, como também pela imparcialidade em relação aos tucanos, como Aécio Neves. Este é recordista em denúncias na Lava Jato e continua livre.

Como resposta no dia seguinte, 11, a PF e o MP fizeram operação, entre outros, em um imóvel do tucano Aécio Neves (3,4,6). Nessa operação, estava sendo pedida a prisão de Aécio Neves. Pasmem! A PGR Raquel Dodge e o ministro do STF, Marco Aurélio, que se calaram na prisão do prefeito de Niterói, impediram a prisão de Aécio Neves (7).

Como deboche, Aécio Neves ainda cobra arrependimento de Lula, que foi preso também sem provas, mas com convicção pela Lava Jato (8,9).

E a Lava Jato, que prende Rodrigo e Lula sem provas, cala-se diante do golpista MiShell Temer, que já vai para 3ª denúncia de corrupção, com o agravante de Temer ter articulado e sancionado a lei que isenta as petroleiras estrangeiras de impostos de um trilhão de reais. A mais beneficiada foi a Shell (11,12).

Rodrigo Neves o prefeito reeleito de Niterói com mais de 60% dos votos, continua preso através de delação sem provas e a PGR e o STF, que madrugaram para barrar a prisão de Aécio, calam-se.

Também pudera, tanto os juízes como os procuradores estão muito assoberbados, depois dos 16% de aumento, e estão correndo atrás de um novo auxílio Moradia! (10).

Depois o ministro chama a Policia Federal quando alguém xinga o STF (13).

Fonte: