17.12.18

LULA E GARRINCHA SÃO AS MELHORES VERSÕES DE BRASILEIROS, DAQUELES QUE NÃO DESISTEM NUNCA!

EMANUEL CANCELLA -


Eu queria ser contador de histórias para falar do Lula, como era o saudoso Nilton Santos, a “Enciclopédia” falando do Garrincha. Segundo Nilton, Garrincha foi dispensado pelo Flamengo porque tinha defeito físico. Foi treinar no Botafogo e Nilton disse: “Contrata esse homem porque eu não quero marcar ele”.

Enquanto Lula:

“Aos sete anos de idade, Luiz Inácio Lula da Silva mudou-se com a família para Santos (SP), para escapar da miséria do sertão de Pernambuco. Quatro anos mais tarde, em 1956, foi para a capital do Estado de São Paulo. Lá, ainda criança, trabalhou como vendedor ambulante, engraxate e office-boy.

Aos 15 anos, tornou-se aprendiz de torneiro mecânico. Em 1970, depois de perder a esposa grávida do primeiro filho, Lula passou a se dedicar intensamente à atividade sindical. Em 1973, casou-se com Marisa, sua atual mulher. Em 1975, chegou à presidência do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema. Liderou a primeira greve de operários do ABC paulista em 1978, durante o regime militar” (1).

Depois, Lula concorreu à presidência por três vezes e, na quarta, em 2003, elegeu-se e reelegeu-se e ainda saiu do segundo mandato com 87% de aprovação. Elegeu ainda sua sucessora, Dilma, que também depois se reelegeu.

Aí já tocava a sirene em Washington, principalmente quando o Brasil, no governo Lula, passou a ocupar a 6ª colocação no mundo, passando a Inglaterra (2). Ainda mais que, no mesmo governo Lula, o Brasil desenvolve tecnologia inédita no mundo, o que permitiu a descoberta do pré-sal.

As reservas gigantes do pré-sal, de óleo de excelente qualidade, despertaram o ódio e a cobiça, principalmente nos EUA. Os americanos já patrocinavam vários golpes e guerras no mundo. Eles atacam esses países dizendo que estão lutando contra ditadores, quando, na verdade, “por coincidência”,  esses países possuem grandes reservas de petróleo como Iraque, Líbia, Venezuela etc.

No Brasil, ao invés de bombas, a guerra para destruir a Petrobrás e abocanhar nosso pré-sal está sendo midiática e jurídica.

Assim, em março de 2014, surge a operação Lava Jato (4).

O Globo, em 2015, lançou em editorial: “O pré-sal pode ser patrimônio inútil” (3).

Com a Lava Jato, enganando a sociedade dizendo estar combatendo a corrupção, a investigação na Petrobrás dura mais de 3 anos, com vazamentos diários e criminosos de delações premiadas para a mídia, principalmente a Globo. Nenhuma empresa resiste a isso e com a Petrobrás não foi diferente.

A Petrobrás, que chegou a ganhar com o pré-sal, pela 3ª vez, o prêmio OTC, considerado o “Oscar” da indústria do petróleo e que em 2012 era a empresa dos sonhos da maioria dos jovens brasileiros, virou sinônimo de corrupção (5,6).

A Petrobrás, a única empresa brasileira que foi criada nas ruas, no “Petróleo é Nosso”, no maior movimento cívico que este país conheceu, contrariando as grandes multinacionais do petróleo, principalmente as estadunidenses,  é vitima de um ataque sem precedentes encabeçado pela Lava Jato. Imagine se a CIA iria patrocinar a desmoralização de suas empresas tops como City Bank, GM, Ford, etc. Jamais!

Pois foi o que a lava Jato fez! Mas os trabalhadores percebem e tentam resistir. Fizeram até um vídeo: Como a Lava Jato destruiu a economia em poucos meses.  Veja o vídeo (7.)

Tanto Getúlio Vargas, que criou a Petrobrás, e Lula, que fez nascer o pré-sal, são as principais vitimas da “maldição” do petróleo.

Trecho da Carta testamento de Getúlio no ato do suicídio:

”Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobras, mal começa esta a funcionar a onda de agitação se avoluma” (8)

E Lula está preso pela Lava Jato: foi denunciado e condenado sem provas, só com convicção, e preso por uma reforma milionária no tríplex de Guarujá que, além de o tríplex não ser de Lula essa reforma nunca existiu (9,10).  Fotos e vídeos confirmam a farsa da reforma (11 a 13). A Lava Jato nunca provou no processo, através de escritura ou  qualquer documento hábil, que o tríplex em Guarujá e o Sítio em Atibaia pertençam a Lula.

Nilton Santos, em outra crônica sobre Garrincha:

“ Orientação do técnico da seleção brasileira no jogo contra a Rússia: Garrincha dribla seu marcador o outro adversário que vai fazer a cobertura e cruza para Vavá nosso grande centroavante fazer o gol: E Garrincha fuzilou: O professor combinou com os Russos?”

Lula está preso, pela Lava Jato, num claro intuito de barrar sua candidatura e destruir sua reputação. Lula, plagiando Garrincha: “Combinou com os brasileiros?“

Lembrando que os brasileiros, em 2018, segundo o Ibope, queriam eleger Lula no 1º turno (14).

Fonte: