21.12.18

QUANDO É QUE A POLÍCIA FEDERAL VAI À CASA DO QUEIROZ? BASTA DE AÉCIO!

EMANUEL CANCELLA -


O senador Aécio Neves virou bucha de canhão na mão da Federal. Prenderam o prefeito de Niterói no dia 10, só com delação premiada, sem provas, e no dia seguinte, 11, vão à casa do Aécio, no Rio (1,2).

Caçam a decisão do ministro Marco Aurélio, que iria moralizar o STF, já que cancelaria as prisões em segunda instância, inclusive a de Lula, e no dia seguinte, 20, vão à casa da mãe do Aécio (3).

No mesmo dia da decisão do Marco Aurélio seria a audiência do Queiroz, motorista do filho de Bolsonaro. Interessante é que o Cesare Batistti e o João de Deus foram considerados fugitivos da justiça e o Queiroz não. Queiroz alegou problema de saúde para não ir à audiência.

No Brasil, um escândalo abafa o anterior e foi o que aconteceu. A decisão do ministro Marco Aurélio de suspender as prisões em segunda instância foi uma cortina de fumaça na audiência do Queiroz.

A Polícia Federal, que foi à casa da mãe de Aécio Neves, parece que perdeu o rumo.  Aécio é aquele que Noel Rosa dizia, na letra do samba, “Não resta a menor dúvida”.  A prisão de Aécio está com a validade vencida, a sociedade não aguenta mais tanta enrolação.

Na verdade Aécio é um homem bomba, por isso o medo de prendê-lo, imagine com uma delação premiada do “Mineirinho”, creio que a grande vítima seria a Lava Jato, antes chefiada pelo Moro.

 Ninguém acredita que a liberdade de Aécio Neves, mesmo sendo recordista em denúncias na Lava Jato, seja um caso de amizade. Aécio, com a certeza da impunidade por parte da Lava Jato, como deboche, ainda cobra arrependimento de Lula (4).

E o Queiroz é o grande procurado, não pela PF, mas pela sociedade: nos bares, na esquina, nas igrejas, nos clubes e até nas casas das primas. Viu o Queiroz  por aí? Só a PF não está interessada no Queiroz!

Uma busca nas casas do Queiroz seria uma boa, aliás, quando a PF quer sempre encontra alguma coisa, na casa do ex-prefeito Gilberto Kassab encontrou 300 mil reais (5). Quantos mistérios guardam o computador do Queiroz?

Marcelo Freixo, deputado Federal do PSOL, que está ameaçado de morte denunciou: “A verdade é que a família Bolsonaro apoiou Cabral, Pezão e Picciani”.  Veja o vídeo com o deputado Flavio Bolsonaro elogiando e votando no deputado Jorge Picciani para presidente da Alerj (6).

Queiroz é o motorista e assessor do filho do Bolsonaro que, segundo a Coaf, em um ano, fez 172 movimentações em sua conta, num total de R$ 1.2 milhões.

Numa dessas movimentações Queiroz depositou R$ 24 mil na conta da esposa de Bolsonaro, Micheli Bolsonaro. Pergunta que não quer calar: quem alimentava a conta do Queiroz?

Fonte: