4.12.18

TRABALHADORES DO SETOR ADMINISTRATIVO DA GM APROVAM PDV

REDAÇÃO -


Os trabalhadores do setor administrativo da General Motors aprovaram a abertura de um PDV (Programa de Demissão Voluntária), em assembleia realizada pelo Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região nesta sexta-feira (30).

A proposta é direcionada apenas a algumas áreas do setor administrativo da fábrica. Em torno de 100 trabalhadores estão aptos a aderir ao programa, de um total de 300, mas a empresa não informou qual é a meta do PDV.

A GM oferece o pagamento de um a cinco salários, de acordo com tempo de trabalho na companhia, mais oito a 12 meses de convênio médico.

O PDV é parte do plano de reestruturação mundial da montadora anunciado no início desta semana. A empresa planeja fechar sete fábricas, cinco delas nos Estados Unidos e Canadá. A GM ainda não informou quais serão as duas outras fábricas a serem fechadas.

O Sindicato se opõe às demissões e cobra da GM transparência nos planos de reestruturação.
“É direito de todos os sindicatos e trabalhadores da montadora saber quais plantas serão fechadas”, afirma o vice-presidente do Sindicato, Renato Almeida.

Campanha - Em resposta aos planos da empresa, o Sindicato dará início a uma campanha em defesa da estabilidade no emprego para todos os trabalhadores da planta de São José dos Campos. No próximo período, a entidade realizará ações em diversas frentes, junto a população e ao poder público, inclusive ao Ministério Público do Trabalho e judiciário.

“A reestruturação atingirá duramente trabalhadores em todo o mundo. Faremos uma campanha nacional e buscaremos junto com os demais sindicatos de trabalhadores da GM a solidariedade internacional contra mais este ataque da GM”, conclui Renato Almeida.

Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos