9.1.19

‘LEI DO SILÊNCIO? TÁ LOUCO? COMIGO, NÃO’, DIZ CHEFE DA SECRETARIA DE GOVERNO; GENERAL HELENO AFIRMA QUE BOLSONARO NUNCA FALOU SOBRE BASE MILITAR AMERICANA NO BRASIL

REDAÇÃO -

Estadão informa que após a reunião ministerial desta terça-feira (8) o chefe da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, disse não enxergar qualquer falta de sintonia entre integrantes da equipe. Questionado sobre um espécie de “lei do silêncio” baixada por Bolsonaro para evitar novos desencontros de informações, como os da semana passada, Santos Cruz afirmou não saber de nada disso.

O general Carlos Alberto dos Santos Cruz em ação.
“Lei do Silêncio? Que é isso? Tá louco? Comigo, não”, reagiu o ministro, rindo.

De acordo com o jornal, ao ser lembrado das divergências entre o Onyx Lorenzoni e Paulo Guedes, o general argumentou que “aquilo é coisa do passado” e nem merece registro.

“O episódio está completamente superado. Não tem falta de sintonia. O governo funciona por integração e é visível a harmonia. Qualquer assunto que você trata depende dessa integração entre ministérios. E aquilo lá é coisa do passado, já foi”, insistiu. (via DCM)

***
GENERAL HELENO AFIRMA QUE BOLSONARO NUNCA FALOU SOBRE BASE MILITAR AMERICANA NO BRASIL

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, falou nesta 3ª feira (8.jan.2019) que o presidente, Jair Bolsonaro, nunca falou sobre o Brasil abrigar uma base militar dos Estados Unidos. O assunto surgiu em entrevista do presidente no dia 3 de janeiro.

“Ele diz que nunca falou nisso. Um comentário sobre base russa, não sei o que, daí saiu esse assunto. Não tem nada. Fizeram um ‘auê’ disso”, falou Heleno, no Palácio do Planalto, após reunião do Conselho de Governo.

Na entrevista, Bolsonaro deixou em aberto a possibilidade de os Estados Unidos terem uma base militar no Brasil. Disse que o poderio das Forças Armadas “americana, chinesa e soviética” independem de presença física, mas não descartou a ideia.

De acordo com o que puder vir a acontecer no mundo, quem sabe isso possa vir a acontecer no futuro“, afirmou na ocasião. (fonte: Poder 360)