14.1.19

ANÁLISE & POLÍTICA

ROBERTO M. PINHO -

Eleição da Mesa do Senado será secreta.


A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Tofolli decidiu no dia 9  de Janeiro manter votação secreta para a eleição da Mesa do Senado. Com isso, o presidente fulminou a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, que em dezembro determinou votação aberta na eleição, marcada para o início de fevereiro.

Ao decidir sobre o caso, Toffoli atendeu a pedido do próprio Senado, entendendo que a votação para comando das Casas é questão interna e deve ser definida pelos parlamentares. Para o ministro, uma decisão individual não pode alterar o modelo da eleição sem que o caso seja discutido no plenário do STF.

Leia mais na COLUNA