12.1.19

ATORES DA ESPECIALIZADA DISTANTES E HOSTIS

ROBERTO M. PINHO -

(...) “E por outro saber que no curso da ação o juiz sequer recebe advogados e ainda permitem que seus serventuários exercitem a falta de urbanidade nos balcões de atendimento das VTs. Uma cultura do tempo do Brasil colonial, destilando a arrogância, como se essa fosse a única forma de auto-afirmação de um poder, que a bem da verdade nunca existiu e jamais existirá no conceito de uma sociedade moderna”.


Leia mais na COLUNA


https://www.catarse.me/apoie_a_tribuna_da_imprensa_sindical_fc6b?ref=project_link