3.1.19

‘FIZ UMA METÁFORA CONTRA IDEOLOGIA DE GÊNERO’; DAMARES ALVES ANUNCIA TIA ERON COMO NOVA SECRETÁRIA DA MULHER

REDAÇÃO -

Terra informa que a deputada federal Tia Eron (PRB-BA), anunciada nesta quarta-feira (2) para a secretaria da Mulher.

Tia Eron era membro do Conselho de Ética em 2016 e foi responsável pelo voto decisivo da cassação do então presidente da Casa, Eduardo Cunha (MDB-RJ).

De acordo com a publicação, antes do voto de Minerva, Tia Eron desapareceu por uma semana. Ela era próxima de Cunha e a expectativa era de que votasse contra a cassação por quebra de decoro parlamentar do deputado, que mentiu em depoimento na CPI da Petrobrás sobre a existência de contas no exterior.

Damares Alves e Tia Eron
Pelo tempo em que evitou se posicionar e até aparecer em público, surgiu o bordão: “Cadê tia Eron?”. Pressionada, ela acabou votando a favor do relatório que condenava Cunha à perda de mandato. Desde outubro de 2016, ele está preso em Curitiba, condenado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas.

A pasta fica sob o comando de Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos.

***
‘FIZ UMA METÁFORA CONTRA IDEOLOGIA DE GÊNERO’, DIZ DAMARES

Após repercussão de vídeo onde aparece afirmando que “menino veste azul e menina veste rosa”, Damares Alves disse ao Estadãoque seu objetivo foi, de fato, fazer uma declaração contra a “ideologia de gênero”, referindo-se à sexualidade das crianças.

“Fiz uma metáfora contra a ideologia de gênero, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido, enfim, da forma que se sentirem melhores”, afirma.

O vídeo, segundo a assessoria de comunicação de Damares, foi gravado logo após o fim de seu discurso de posse, realizado nessa quarta-feira (2) em Brasília.

Em sua fala durante a posse, a ministra reafirmou que pretende acabar com o “abuso da doutrinação ideológica de crianças e adolescentes no Brasil” e que “a revolução está apenas começando”.

Fonte: DCM