18.1.19

FUX MORADIA AGORA ASSUME A FUNÇÃO DE ENGAVETADOR DO CLÃ BOLSONARO

EMANUEL CANCELLA -


O ministro Luiz Fux, o juiz que impediu Lula de ser candidato e até de dar entrevista, manda que o MP do Rio pare a investigação do Fabrício Queiroz (1,2).

E a pedido de quem? Do deputado Flávio Bolsonaro, chefe de Fabrício Queiroz, principal suspeito no envolvimento das maracutáias do Queiroz.

Nesse caso, justiça seja feita ao MP do Rio, pois tentava fazer seu trabalho:

“o MP sugere que poderá recorrer à quebra dos sigilos bancários e fiscal dos envolvidos, além de levar o caso à Justiça” (3).

O MP do Rio com certeza agiu assim com indignação diante da atitude do próprio deputado Flávio Bolsonaro, que faltou à convocação do MP. Não só ele, mas também a família Queiroz não atendeu a convocatória da justiça.

E a gota d’água, que indignou a todos nós  e ao MP do Rio, com certeza, foi a dancinha da família Queiroz dentro do hospital Albert Einstein (4).

Fux alegou, para parar o processo no MP do Rio, que Flavio Bolsonaro em fevereiro terá foro especial. O advogado de Flávio Bolsonaro aproveitou a levantada de bola de Fux e pediu que as provas contra seu cliente fossem consideradas ilegais e que ele seja julgado pelo STF (5).

Para quem não lembra, o ministro Luis Fux foi quem, em 2015, derrubou a decisão do ex-presidente Lula quanto ao auxílio-moradia. Segundo Lula, o auxílio só fazia jus somente àqueles que não tinham residência própria no município em que labutava. Fux, bonzinho, mandou pagar para todos.

E Fux recentemente foi também pivô da decisão resultante de Temer e o STF. Essa decisão consistia em pagar 16% de reajuste para os magistrados, contando que eles abrissem mão do auxilio moradia. Pasmem! Após o acordo, os magistrados, além dos 16%, ganharam também no CNJ um novo auxílio-moradia.

Dizem que os Queiroz estão preparando uma nova dancinha, agora no STF, com a participação especial de Flavio Bolsonaro e do juiz Luiz Fux!

Fonte: