1.1.19

JAIR BOLSONARO DIZ QUE FEZ OUTROS EMPRÉSTIMOS A FABRÍCIO QUEIROZ E NUNCA COBROU JUROS

REDAÇÃO -

Reportagem de Wálter Nunes na Folha de S.Paulo informa que o presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, disse nesta segunda-feira (31), que fez mais de um empréstimo a Fabrício Queiroz, ex-assessor de seu filho Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, e que nunca cobrou juros por isso. “Há seis, sete, oito anos atrás também chegou uma dívida a R$ 20 mil e ele pagou em cheque para mim também. Quem nunca fez um negócio como esse com um amigo até? Foi o que foi feito. Não cobrei juros, não cobrei nada, então não devo nada”, disse Bolsonaro em entrevista ao Jornal da Record.

Presidente eleito, Jair Bolsonaro, participa de reunião ministerial na Granja do Torto. – Rafael Carvalho /Governo de Transição
De acordo com a publicação, Queiroz é alvo de um relatório do Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras) que identificou uma movimentação atípica de R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017 —o cálculo soma entradas e saídas. Entre as movimentações relatadas pelo Coaf há a identificação de um depósito de R$ 24 mil de Queiroz para a conta de Michelle Bolsonaro, esposa do presidente eleito. Bolsonaro justificou na ocasião que o valor era referente ao pagamento de um empréstimo que o ex-deputado havia concedido a Queiroz. Ele voltou a justificar esse empréstimo hoje.

“A questão da minha esposa. Não é apenas esta vez. O Coaf fala que foram R$ 24 mil. Na verdade foram R$ 40 mil. Foi uma dívida que foi se acumulando dele até que eu cobrei dele e a maneira de cobrar foi o quê? Me dá um cheque”, disse Bolsonaro. “Não foi conta para conta. Foi um dinheiro que foi acumulando que chegou a um ponto tal…”, completa a Folha. (via DCM)