5.1.19

JOÃO DORIA JR. NOMEIA RÉU POR IMPROBIDADE PARA A PRESIDÊNCIA DO METRÔ

REDAÇÃO -

Reportagem de Bruno Ribeiro e Priscila Mengue no Estado de S.Paulo informa que o governador João Doria (PSDB) anunciou nesta sexta-feira, 4, o administrador Silvani Alves Pereira, de 57 anos, como presidente da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô). Ex-secretário-executivo do Ministério das Cidades do governo Michel Temer (MDB), ele responde por improbidade administrativa em ação civil pública que tramita no Espírito Santo.


De acordo com a publicação, Pereira é um dos cinco réus de uma ação relativa a supostas irregularidades no período em que foi secretário da Saúde no município de Serra (ES). De 2015, o processo se refere a um contrato firmado pela gestão municipal com uma empresa privada, relativo ao “fornecimento de licença de uso e atualização, manutenção, suporte técnico e implantação de sistemas aplicativos padrões”. A ação tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública do Espírito Santo. Procurada pelo Estado, a gestão Doria ainda não se manifestou sobre o tema.

Pereira também já foi chefe de gabinete da presidência da Caixa Econômica Federal, Secretário Nacional de Políticas Públicas do Ministério do Trabalho e Secretário de Estado em Sergipe e Superintendente da Caixa em Goiás, Sergipe e Espírito Santos, dentre outros. Atualmente, preside os conselhos de administração da Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. (Trensurb) e na Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). O Metrô é responsável pela operação das Linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata, além de responder por expansões da rede, como das Linhas 17-Ouro e 15-Prata, do monotrilho, completa o Estadão.

Fonte: DCM