24.2.19

NOTA DA CASA DA AMÉRICA LATINA

REDAÇÃO -

Em defesa do Estado e do Povo Venezuelano.


A Casa da América Latina preocupada com o desenrolar da situação política na República Bolivariana da Venezuela torna público seu posicionamento sempre em defesa dos interesses dos povos latino-americanos.

O que está em jogo nesse país é a soberania nacional, cara a todos os Estados. Cabe aos próprios venezuelanos encontrar caminhos para a superação dos atuais problemas políticos e institucionais e não a interesses econômicos e subalternos de origem externa.

Sendo assim, a Casa da América Latina se solidariza com o atual governo eleito e repudia toda e qualquer intervenção em nome de "ajuda humanitária", cuja melhor forma de ajuda é a retirada de restrições de tipo embargos, o que agrava a situação dos cidadãos daquele país irmão.

Agir impondo exigências a um país soberano, movidas por orientação ideológica de maneira a interferir nos rumos de países do continente, contribui para o ato de usurpação do poder de alguém que se auto intitulou presidente à revelia do eleitorado, que o elegeu para cumprir um mandato parlamentar.

A tradição diplomática da região e o desejo de uma solução para o conflito deve prosperar para que a paz e o respeito à Venezuela e ao seu povo sejam definitivamente alcançados.

Qualquer outra solução que favoreça o confronto pela via extralegal é desaconselhável, salvo como último recurso e se for para preservar a integridade de uma nação e de sua independência.

Diretoria da CASA da AMÉRICA LATINA
Rio de janeiro, 23/02/2019