21.2.19

PREVIDÊNCIA OU IMPREVIDÊNCIA

HELIO FERNANDES -


O dia de hoje (ontem) foi dominado inteiramente pelo assunto Reforma da Previdência. Assim que Bolsonaro foi embora, 5 especialistas em Previdência começaram uma entrevista coletiva sobre o assunto.

Começaram às 10h15 e terminaram às 15 em ponto. Quatro horas e 45 minutos de muito palavrório e pouco esclarecimento.

Foi considerada a entrevista mais longa dos últimos tempos. Desperdiçaram um tempo enorme e não convenceram ninguém. O texto apresentado e comentado é complicadíssimo. Poucos entenderam e a comunidade totalmente decepcionada. Motivo: estão mais interessados em educação, saúde e segurança.

Os governadores não estavam presentes, e muitos que apoiavam a reforma, agora visivelmente estão mudando de posição, pelo menos em parte.

O Presidente da Câmara que falava em 2 meses para aprovação, já não acredita nele mesmo. Aliás, quando ele falou em 2 meses, contestei e mudei a previsão para 6 meses.

Agora, nem este repórter acredita em aprovação nesse prazo.

DEMISSÃO DE BEBIANO: PREOCUPAÇÃO GERAL NO PLANALTO E FORA DELE

Atinge civis e generais, estes, 8, conversando só entre eles. Mas deixando transparecer o que está  expresso na famosa frase: "Eu sou você, amanhã". Os civis, nem se fala,mais do que apreensivos, estão assustados. Têm medo de contrariar um dos filhos, e serem demitidos até sem saberem. Se o segundo no gabinete presidencial, logo abaixo de Bolsonaro, foi trucidado porque um dos filhos não gostava dele, ninguém está seguro ou tranquilo.

Dizem, falam, escrevem, que os generais do Planalto e do governo, estão ou estariam tentando, (através do general Augusto Heleno) um compromisso de que a demissão de alguém, não tenha as características vergonhosas de agora. Mesmo que existam as tentativas ou tratativas, Bolsonaro não cumpre a própria palavra, mesmo que tenha assumido.

Ouçam os vídeos que estão circulando, se estarreçam á vontade.

Surgindo não se sabe de onde, uma forma de intrigar e desrespeitar os generais que já estavam nomeados. E não teriam gostado da nomeação do General Floriano Peixoto, de 3 Estrelas, todos os outros de 4.

Burrice, desinformação, indignidade.

O Exercito, (e a Marinha e Aeronáutica) só tem política de respeito á hierarquia, para oficiais da ativa. Aí o domínio da hierarquia, é total. Para os que estão na reserva, o desconhecimento é absoluto.

Basta ver o exemplo do próprio Bolsonaro. Capitão, foi expulso do Exercito, proibido de frequentar quartéis. Agora, no presente, com esse passado, é presidente da Republica.

PS- Sem ter o mínimo de condições para o cargo.

CHINA E IRÃ, CAMPANHA CIBERNÉTICA CONTRA EUA

A China é potência, o Irã, apenas coadjuvante, querendo se vingar dos EUA. A sorte do presidente Trump, é que a maior potencia cibernética disparada do mundo, a Rússia, é  sua aliada. Trump só é presidente, por causa da intervenção violenta de Putin, nas eleições americanas. Isso já provado pelos mais importantes e poderosos órgãos de Inteligência americanos.

Putin gastou mais de 100 milhões de dólares, dinheiro não é problema para ele, desde os tempos em que era operador da KGB, durante a União Soviética. Poderoso e cauteloso, praticou a intervenção usando a Macedônia, considerada a capital mundial do FAKE. Não queria deixar rastros.

O objetivo da Rússia ou de Putin; não queria Hilary como presidente. Da China: desmontar o "desacordo" comercial com os EUA.

Do Iran, se vingar de Trump, que desmontou o acordo, assinado com o presidente Obama.

BOVESPA EM BAIXA, PETRÓLEO EM ALTA

Como o dia foi totalmente desfavorável para a Previdência, venderam. Caiu 0,98, ultima cotação, 96 mil e 500 pontos.

 A Petrobras fala em novo leilão do pré-sal, precisa ficar atento ao mercado internacional, o que não levaram em consideração, no tempo do presidente corrupto e usurpador. Informação: nos últimos 8 dias úteis, o barril subiu 12 dólares no geral e o mesmo em Londres. No primeiro vale 57 dólares, em Londres, 67. Ótimo para o leilão atualizado.