30.3.19

MORO NÃO É LOBISTA DE FABRICANTE DE CIGARROS E NEM DA SHELL!

EMANUEL CANCELLA -


O Ministro da Justiça, Sérgio Moro, decide: "Fica instituído Grupo de Trabalho – GT para avaliar a conveniência e oportunidade da redução da tributação de cigarros fabricados no Brasil, e, assim, diminuir o consumo de cigarros estrangeiros de baixa qualidade, o contrabando e os riscos à saúde dele decorrentes" (1).

O Brasil, em 2015, recebeu o Prêmio Bloomberg para o Controle Global do Tabaco pela eficácia e qualidade da política de combate ao tabagismo, cujos esforços começaram na década de 1970.

A lógica exitosa do programa de combate ao tabagismo no Brasil foi exatamente a de associar este conjunto de medidas, entre elas o aumento progressivo da taxação e o fim dos preços populares (1).

Por causa disso, há uma turma de mal intencionados que já está dizendo que Moro está fazendo lobby para baixar impostos e favorecer os fabricantes de cigarros.

Da mesma forma criticam a Lava Jato, na época chefiada por Moro, pelo fato de nada ter feito para barrar o golpista  MiShell Temer, quando este articulou e aprovou uma lei que isenta, em um trilhão de reais, em impostos, as petroleiras estrangeiras, sendo a mais favorecida a Shell (4,5).

Juntamente com essa omissão da Lava Jato,  há o fato de a mulher de Moro, Rosângela Moro, trabalhar para a Shell, assim acabaram dizendo que Moro é lobista da Shell (2,3).

Gente, vamos parar com essa teoria da conspiração!

Fonte: