11.3.19

O MINISTRO DO TURISMO ACUMULA IRREGULARIDADES

HELIO FERNANDES -


E naturalmente acusações, que finge desconhecer. Crescem cada vez mais de forma irrefutável e irrevogável, as provas de que o “laranjal" de Minas, era propriedade dele. Sem o menor constrangimento, recorreu ao STF, não quer ser julgado em primeira instancia.

Alega, desavisadamente, ter foro privilegiado. O ministro Luiz Fux fulminou o pedido. Insiste, terá que ficar na primeira instância.

Leia mais na COLUNA