13.3.19

"VOZ ROUCA DAS RUAS" VIRA-SE CONTRA O FUNDO ESPÚRIO DA LAVA JATO NA PETROBRÁS

EMANUEL CANCELLA -

Petrobras repassará informações aos EUA em troca de alimentar fundo do MPF (17).


Lava Jato e a direção da Petrobrás constituíram uma quadrilha para saquear a Petrobrás e os petroleiros!

A Lava Jato daria agora o maior golpe, com aval e participação do jurídico da direção da Companhia, na criação de um Fundo bilionário.  Esse Fundo, sob a direção do procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol, seria criado com dinheiro da Petrobrás e garantiria ainda o repasse aos EUA de informações estratégicas da Empresa. Agora a Lava Jato recua e pede a suspensão do Fundo (2).

A Lava Jato permitiu que o tucano Pedro Lalau Parente assumisse a presidência da Petrobrás, mesmo sabendo que este senhor é réu desde 2001, quando dera um rombo de R$ 5 BI na Petrobrás (3).

E assim Pedro Lalau voltou à Petrobrás e não foi para limpar seu nome:

- A direção da Petrobrás pagou R$ 2 BI de um empréstimo ao banco JP Morgan, que só venceria em 2022, e Pedro lalau é sócio do banco (4).

- Pedro lalau “vendeu” o campo gigante de Carcará do pré-sal ao valor de um refrigerante o barril (6).

-  Pedro Lalau também “vendeu” a petroquímica de Suape ao preço de 5 dias de faturamento (7).

A Lava Jato prendeu mais de 22 pessoas, entre elas ex-dirigentes da Petrobrás, do PT, e pede a prisão do dono da OAS, por suspeita de superfaturamento da obra da sede da Petrobrás na Bahia, que foi financiado pela Petros (5).

Entretanto a Lava Jato faz vista grossa quando o ministro da Economia de Bolsonaro, Paulo Guedes, dá um rombo de R$ 1 BI nos fundos de pensão das estatais, entre eles o da Petros (12).

Assim Pedro Lalau Parente e Paulo Guedes dão um rombo na Petrobrás e quem paga são o funcionários, ativos e aposentados, com 13% de seus salários por 18 anos, no contracheque.

E não podemos esquecer que foi a Lava Jato, através do procurador Deltan Dallagnol, que denunciou o ex-presidente Lula sem provas, só com convicção, e depois Lula foi condenado e preso pelo juiz Sergio Moro (16).

A Prisão de Lula se deu através de uma delação premiada do executivo da OAS, Léo Pinheiro, preso pela Lava Jato, que, para diminuir sua pena, disse que fizera uma reforma milionária do tríplex de Guarujá, a pedido de Lula que, em troca, lhe daria vantagens ilícitas na Petrobrás.

Aliás, o tríplex de Guarujá,  que a mesma Lava Jato diz que é de Lula, mas sem nunca comprovar, seja com registro do imóvel ou qualquer outro documento hábil.

Pasmem! Hoje sabemos que a essa reforma nunca existiu. Veja fotos e vídeos que provam a farsa (8 a 10). Veja também as fotos da fictícia reforma luxuosa do tríplex que, após a comprovação da montagem, o R7 retirou da página (11).

Mas Lula continua preso pela Lava Jato sem qualquer fundamento legal.

Entretanto FHC nunca foi molestado pela lava Jato, apesar de várias vezes denunciado em corrupção na Petrobrás e, em algumas, com o próprio filho. E mesmo FHC tendo indícios de enriquecimento ilícito, como apartamento em Paris e Nova York e fazenda com aeroporto no Brasil! (13,14, 15).

Fonte: