13.6.19

A CEDAE, ÁGUA PARA OS CARIOCAS, ESQUARTEJADA PELA ROUBALHEIRA

HELIO FERNANDES -


Foi a primeira grande obra do governo realizador de Carlos Lacerda. Assumiu em dezembro de 1960, o então DF não tinha água ha quase 20 anos. Ao meio dia e 6 da tarde, jorrava água, todas as casas se abasteciam, enchendo tudo que era possível, se precaviam.

Foi a obsessão inicial do seu governo. (Teve que vender o jornal, não dava para acumular ou encontrar substituto. No magnífico quadro de engenheiros do estado, encontrou um, se ligou inteiramente a ele. Não tinha dinheiro, mas passaram a procurar uma central, de onde começaria a jorrar água para a população do novo estado, a Guanabara.

"Fuçaram" o estado inteiro, descobriram o Rio Guandu, que parecia o Bideal. E foi. Faltava dinheiro. O importante Secretario do Governo, Helio Beltrão, tinha grandes ligações nos EUA. Depois de 4 viagens, conseguiu o financiamento espetacular: juros de 3 e 5 oitavos ao ano,os americanos adoram essas frações.

(Alguns anos depois, em plena ditadura, foi construída a Ponte Rio-Niterói, estava inscrita na Constituição de 1891. Delfin Neto e o coronel Andreazza "arranjaram" com os ingleses financiamento de 14% ao ano, um escândalo, uma vergonha. Juro tão majestoso, que a Rainha da Inglaterra veio á inauguração de uma simples ponte. Escrevi 6 reportagens, com o titulo geral:"A PONTE DE OURO SOBRE O MAR DE LAMA").

PS- Bem antes de deixar o governo, os cariocas tinham água para esbanjar. E esbanjaram mesmo.

PS2- Só que também esbanjaram incompetência, imprudência, roubalheira em alto grau.

PS3- Arruinaram a Cedae, empresa criada e que serviu maravilhosamente á população.

PS4- 55 anos depois, a empresa está arruinada, com privatização engendrada e anunciada.

PS5- Todo trabalho do governo Lacerda, foi por água abaixo.