7.6.19

TEMER DIZ A BRETAS QUE GASTA R$ 96 MIL POR MÊS

REDAÇÃO -

O emedebista Michel Temer pediu ao juiz federal Marcelo Bretas que "module" o confisco de R$ 8,2 milhões de suas contas. O pedido anterior, da mesma natureza, foi negado pela juíza substituta Caroline Vieira Figueiredo em 9 de maio. Temer detalhou suas despesas à Justiça. O ex-presidente informou gastos de R$ 29.759,42, em janeiro, e R$ 51.930,89, em fevereiro (com a família), R$ 37.331,72 com seu escritório e R$ 74.510,59 com sua empresa de investimentos.


A reportagem do portal Uol destaca que "de acordo com a defesa, a média de gastos mensais de R$ 96.766,31 'se limita ao necessário para fazer frente às despesas fixas mensais dos Peticionários e, ainda, aquelas de natureza extraordinárias, as quais não são passíveis de serem arbitradas neste momento'. Os advogados afirmaram também que a modulação do confisco tem como objetivo 'a não constrição de verba de caráter eminentemente alimentar, cujo bloqueio afigura-se vedado'."

A matéria ainda informa que "os advogados relataram à Justiça que o ex-presidente - preso duas vezes pela Lava Jato Rio e solto por ordens do desembargador Ivan Athié e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) - recebe uma aposentadoria de R$ 22.415,97, dois títulos de aposentadoria de R$ 6.540,79 e de R$ 2.099,71 e um título de locação de imóvel de R$ 80 mil."

Fonte: 247