4.7.19

EUA: EM 4 DE JULHO DE 1754, UMA DATA IMPORTANTE, É COMEMORADA A INDEPENDÊNCIA DO PAÍS

HELIO FERNANDES -


Hoje, grandes festas até com desfile de tanques como exige o presidente Trump. Acontece que a independência aconteceu 8 anos depois. Nesse 4 de julho tão festejado, foi lido o Manifesto da Independência, redigido pelo notável Thomas Jefferson.

Foi o grande líder, sediado com alguns outros, na Filadelfia. Só que os ingleses que dominavam o país, não se conformaram e enviaram tropas comandadas por um duque da aristocracia britânica. George Washington (que seria o primeiro presidente depois da libertação), organizou um exército de 31 mil homens e enfrentou os ingleses.

Em 1762, derrotadíssimos, os ingleses procuraram Washington, pedindo o fim da guerra.  Sem condições, só tinha um pedido: sua tropa se retirar sem a menor resistência. Os americanos que não queriam outra coisa, concordaram inteiramente.

Em 1764, portanto 2 anos depois, foi assinado em Versalhes, o Tratado de libertação dos Estados Unidos. A primeira Constituição dos EUA é de 1778. E a primeira eleição é de 1788. (Foi eleito George Washington, reeleito até 1796. Como os mandatos não tinham limite, eram ininterruptos, ele podia continuar, só que não quis mais).

Como se vê, com esses dados rigorosamente históricos, em 1754 começou um processo que não tem nada a ver de conclusivo no 4 de julho, tão festejado.

PS- Concluindo: o Manifesto redigido por Jefferson foi tão extraordinário, que as maiores autoridades e intelectuais respeitadíssimos, escreveram: "É o que de melhor já se escreveu em língua inglesa, excetuado naturalmente Shakespeare".