8.7.19

VOCÊ É A FAVOR QUE AS FEIRAS DE CIÊNCIAS SEJAM OBRIGATÓRIAS?

Por TAIS FACCIOLI -

Comissão do Senado aprovou Projeto de Lei que determina que Governo federal deve promover eventos anuais com esta finalidade. Proposta será votada na Câmara dos Deputados.


Quase toda escola, seja pública ou particular, inclui em sua grade de atividades a tradicional Feira de Ciências. É um momento em que as crianças têm a oportunidade de aprofundar seus conhecimentos em áreas científicas, colocar a mão na massa para fazer experiências e serem protagonistas de projetos nas áreas de ciências e afins.

Mas você acha válido que essa iniciativa seja obrigatória nas escolas públicas?Queremos saber a sua opinião sobre o assunto. Mande um e-mail para nossa equipe: divulgacao@collibooks.com

Entenda o projeto que está em tramitação:

O governo federal deverá promover todos os anos, em parceria com os governos estaduais, feiras de ciência e tecnologia envolvendo as escolas públicas de ensino médio e fundamental. É o que determina relatório do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) ao PLS 360/2017, aprovado nesta terça-feira (2/7), na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). A análise do projeto seguirá para a Câmara dos Deputados.

O projeto original, da senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE), propunha a promoção das feiras de ciências no ensino médio. O relator, porém, alterou o texto para estender o incentivo também ao ensino fundamental.

“É preciso dinamizar o ensino de ciências no Brasil e aproveitar os espaços didático-pedagógicos para desenvolver nos estudantes não somente o gosto pelo método científico, mas também competências fundamentais para o trabalho, ligadas à inovação e ao senso crítico. E as feiras de ciência e tecnologia são instrumentos preciosos, pois atuam em duas frentes: ao mesmo tempo em que contribuem para a formação dos estudantes, também oferecem espaço para a disseminação da produção de iniciação à educação científica, promovendo pesquisa e inovação”, afirmou o senador na leitura de seu relatório na comissão, em 4 de junho.

Alessandro ainda mencionou que o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) já lança editais visando conceder recursos para a realização de feiras científicas, tanto em nível médio como fundamental.

Sendo aprovado, o projeto, irá alterar a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (Lei 9.394, de 1996).

Fonte: isacolli.com