11.1.16

TCU E A LAVA JATO EXORBITAM DE SEUS PODERES PREJUDICANDO O PAÍS

EMANUEL CANCELLA -

Delegado da PF Coelho Neto: “A PF não está lutando contra a corrupção e sim contra o PT.”


Fiquei abismado com a chamada do jornal  GGN de 10/10/15, “TCU alerta: país pode ficar sem transposição e mesmo sem o próprio São Francisco”. Fui olhar quais as atribuições do TCU: O Tribunal de Contas da União (TCU) é instituição brasileira prevista na Constituição Federal para exercer a fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da União e das entidades da administração direta e administração indireta, quanto à legalidade, à legitimidade e à economicidade e a fiscalização da aplicação das subvenções e da renúncia de receitas.

Não é atribuição do TCU fiscalizar a gestão das águas. Além disso, ministros do TCU como o ministro Augusto Nardes, que prega abertamente o impeachment da presidente Dilma, não têm moral para criticar ninguém. Veja o que diz a revista Carta Capital de 26/06/15 sobre Nardes: “Sigilo bancário, telefonemas e e-mails de empresa investigada apontam ministro do TCU beneficiado em anulação fraudulenta de dívida fiscal da RBS”.

Sobre o outro do ministro do TCU, a mesma carta Capital: “Segundo Ricardo Pessoa, advogado Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz, recebia R$ 50 mil mensais para repassar à empreiteira informações do Tribunal de Contas”.

Esses picaretas além, de propineiros, utilizam o TCU como ferramenta de oposição ao governo, como no caso da obra da Transposição do Rio São Francisco, obra do governo Federal, que irá beneficiar milhões de pessoas no Nordeste. Estava há cem anos engavetado  e irá resolver o problemas da superlotação das cidades como Rio e São Paulo, já que a seca é um dos principais motivos do êxodo nordestino!

Aí lembrei que a operação Lava Jato, a pedido do procurador Rodrigo Janot, arquivou a denúncia do doleiro Alberto Youssef, em delação premiada, contra Aécio Neves, de receber, através da irmã, mensalão de uma diretoria de Furnas. Não investigaram Furnas, entretanto a operação lava Jato investiga a Eletro Nuclear, Fundo de Pensão e até a própria Transposição do Rio São Francisco. Quando é para pegar o Aécio, do PSDB, citado inúmeras vezes em falcatruas, nada é feito, mas para prejudicar o país, fazendo politicagem, tudo é possível! Daqui a pouco, nossa “Justiça” vai nos exigir carteirinha de idiotas e a Globo vai tentar nos convencer que isto é legítimo!

Veja o que diz o delegado da PF sobre a Lava Jato e vale também para o TCU:

Jornal GGN, 09/01/16: Armando Rodrigues Coelho Neto, de 7/01/2016: “Sr. Repórter. Sou contra o impeachment da presidente. Como delegado federal atesto que a PF vive seu melhor momento. Só Dilma, entre 2011/2014, aprovou 13 normas pró PF. A citação ao meu nome está truncada A PF não está lutando contra a corrupção e sim contra o PT. A campanha salarial está contaminada pelo clima de golpe. Os delegados têm feito uma avaliação equivocada do momento político e descontextualizado, seja da crise mundial, da crise nacional e descontextualizada no tempo. Afinal, não comparam passado e presente. Usam a LAVA JATO como chantagem, mas a democracia sobreviverá”.

Também na Lava Jato, Sergio Moro, chefe da operação, mentiu ao dizer que faltavam recursos financeiros na PF para conserto de carros e pagamento da conta de luz, e isso estaria ameaçando, a operação lava Jato. O juiz Moro fez isso com o claro intuito de desgastar o governo. O dinheiro com sobras, segundo a própria chefia da PF, estava na conta da Entidade.

Os ministros do TCU utilizam a instituição, que não tem nada a ver com a administração de águas, a fazer terrorismo com a transposição do Rio São Francisco. Fica no ar a denúncia do delegado da PF que vale a meu ver também para a Lava Jato: “A PF não está lutando contra a corrupção e sim contra o PT.”

*Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).