HELIO FERNANDES


O MINISTRO DA FAZENDA QUER AUMENTAR IMPOSTOS

Desde que tomou posse, abandonando o alto cargo de presidente do Conselho de Administração da FBS, passou a falar em aumento de impostos. Jamais havia conhecido Temer, então vice presidente, que fora á JBS, resolver uma questão de 50 milhões de reais, que a JBS doara a parlamentares do PMDB.

Deputados e senadores brigavam pelo dinheiro, Temer resolveu: 25 milhões para cada CASA.

Tendo prometido um ministério de NOTÁVEIS, e acreditando que Meirelles fosse um, nomeou-o. Com 2 meses de Ministro, começou a falar em aumento de impostos, dizia o que queria: recriação do imposto do cheque.

Como é um farsante, acrescentava: "Vou lutar para não criar mais impostos, mas se não for possível, temos que fazer".

Tocou no assunto mais duas vezes, sempre com as mesmas ressalvas. E com as mesmas criticas do repórter.

AGORA É PARA VALER

Na segunda feira voltou ao assunto, mas de forma categórica e taxativa: "Temos que aumentar impostos, não ha outro jeito". Acrescentou que precisava cobrir o déficit, "de 39 BILHÕES".

Não explicou qual o imposto seria criado, naturalmente se admite que atingirá mais os trabalhadores. Se cobrar os empresários mais ricos, exigirão sua demissão, Temer aceitará, não é de resistir.

Fachin autoriza investigação

O Ministro do Supremo determinou que a Polícia Federal, tome o depoimento de Renan, Jucá. Sarney e Sergio Machado. Os dois primeiros têm foro privilegiado, mas a ordem é de um Ministro do Supremo. A defesa dos três é a mesmo: "Fomos traídos por um amigo, que fez gravações sem sabermos".

Acontece que eles não estão depondo por causa da traição do amigo. E sim pelo que disseram, verdadeiro atentado á Constituição e á democracia. Não escapam.

PS- Gilmar Mendes está avacalhando, desculpe, o mais alto tribunal do país. Disse que o Supremo "é fantoche" do Procurador Geral. Recebeu na hora: "O ministro está com disenteria verbal".

PS2- Ontem mesmo tomou posse o senhor Alexandre de Moraes. Que carreira. De secretario de segurança de São Paulo, que mandava bater em estudantes, a ministro do Supremo.

PS3- Em 1964, os generais queriam que Auro Moura Andrade, presidente do Senado, declarasse a presidência vaga, apesar do presidente Jango ainda estar no Brasil. Auro recusou, dizendo: "Japona não é toga".

PS4- O Supremo deveria permitir que o novo ministro, comparecesse ao Supremo, de short. Ele parece totalmente desajeitado de toga.




***




Senadores fingem querer acabar com o foro privilegiado

Uma das maiores revoltas da comunidade, é contra a manutenção do foro privilegiado. Praticamente unanimidade. O senador Alvaro Dias, uma das poucas figuras altamente expressivas, com vários mandatos (no ultimo, em 2014, teve 67 por cento dos votos), apresentou projeto acabando com o foro privilegiado, nos TRÊS PODERES.

Como existem muitos senadores decentes, que honram o mandato, assinaram. Mas não foram suficientes para o projeto ser encaminhado e transformado em realidade.

 Mas aí, foi criado um problema tremendo para grande numero de senadores duplamente apavorados. Poderiam não assinar, mas sabiam que a repercussão contra eles, seria terrível. Assustados,se reuniram, decidiram referendar, com a decisão: "Sempre poderemos caminhar por muitos atalhos. O que não pode acontecer é deixar chegar á votação". Cuidaremos disso.

Os que assinaram com convicção, escolheram logo como relator, Randolfe, Rodrigues, outro senador acima de qualquer suspeita. Foi referendado pelos que se apavoram com o fim do foro privilegiado. O problema deles não é esse e sim o desencaminhamento do projeto inicial.

ABUSO DE AUTORIDADE, CRIAÇÃO DE UMA VARA CRIMINAL

Não perderam tempo. Logo depois de assinarem, começaram o tumulto, a confusão, a tentativa de desvirtuar tudo. Juntaram imediatamente, o projeto intitulado "abuso de autoridade", já derrotado, mas que serve para qualquer emergência como essa. Nada a ver, mas como é para confundir, qualquer coisa pode ser usada.

Não admitem é o fim do foro privilegiado. Mas se isso acontecer, os corruptos já estão preparando mais uma "solução". Estão redigindo outra barbaridade, que chamam de Vara Especial. Essa Vara julgará ou julgaria os que hoje têm direito a esse foro privilegiado.

Outro recurso: o abuso do tempo, do qual vão usar e abusar. Pretendem regular o encaminhamento do projeto no senado, com o andar das punições da Lava-Jato. Não adiantará nada, a comunidade está alerta. Os corruptos sabem disso. Mas não querem subir ao cadafalso, silenciosos e de olhos vendados.

GILMAR MENDES CONTRA A LAVA-JATO, PLANO FUTURO

Personagem dele mesmo, se completa aparecendo diariamente na mídia. De preferência atirando no Procurador Geral, agora. Ou como fez no passado contra o juiz Moro, só que neste caso a resposta veio na hora, de corpo presente. Para o seu projeto futuro, precisa de holofotes, suas credenciais não são suficientes para atravessar a Praça dos Três Poderes. Indo de um palácio onde acredita que trabalha. Para outro no qual na certa ficaria vegetando.

Sua predileção ou preferência, é agredir Ricardo Janot.  Sem provas ou documentos, acusa repetidamente o Procurador Geral, de facilitar o vazamento de documentos sigilosos. Qual seria o interesse dele, que pode pedir ao ministro Fachin a publicação oficial.  Mais cedo do que imagina, Gilmar estará aposentado e morando no apartamento de Portugal. 

Blairo Maggi sabe tudo

Foi o jornalista Elio Gaspari que identificou dessa forma o Ministro da Agricultura. Num artigo magistral de 103 linhas, desmascarou Sua Excelência. Não sobrou nada. Ele não se salvou nem mesmo depois do artigo, com a afirmação contraditória: "O prejuízo interno do país, é muito maior do que o externo". Não se esperava de sua Excelência, tanta IDIOTICE.

 (Estou usando essa palavra, já usada e repetida duas vezes pelo ministro. A primeira vez para atacar os que acreditaram que os produtores exportadores estavam utilizando PAPELÃO para acumularem mais lucros. A segunda, pelo conjunto da obra, dele, dos exportadores, dos frigoríficos, pelos donos da FGR e da FBS). 

Sou tentado a reproduzir 12 linhas das 103 publicadas, não resisto á tentação. Pois essa transcrição é fundamental, simples e elucidativa, para que se tome conhecimento de tudo o que aconteceu ou provocou a contradição do senhor Blairo. Quanto aos outros personagens, apenas cumpriram a rotina dos seus vastos negócios.

De acordo com o prometido, as suculentas 12 linhas entre aspas

"O ministro tornou-se patético, quando acompanhou o coral dos agros mandarins Trata-se de uma casta capaz de gastar os tubos para publicar um manifesto, Essa charanga considera o desastre u coisa pontual, produto de desvios de conduta, que devem ser repudiados e combatidos. Intitulam-se ASSOCIAÇÕES DE PROTEÍNAS".





***





Romero Jucá, o porta-voz da politicalha

Enquanto os Três Poderes agonizam, desarmônicos e hostis entre si, um dos personagens mais comprometidos e desmoralizados, aparece em publico, e proclama estarrecedoramente: "Se exterminar a política, o país vai para uma aventura".

Ha dezenas de anos não se faz política no Brasil, e sim a mais vil, deprimente, degradante e corrupta politicalha. E o mais comprometido de todos, que contamina tudo  ao seu redor,tem a audácia de ligar o sinal de alerta.Lá do distante estado de Roraima, foi tudo, ininterruptamente.

Se tivesse nascido num estado grande e poderoso, (São Paulo, Rio, Minas) já teria sido presidente da Republica. Serviu a todos os governos e presidentes. Ministro da Previdência nomeado insensatamente por Lula, foi demitido antes de completar 4 meses,os deslizes eram maiores do que a paciência do próprio presidente .Mas inexplicável e incompreensivelmente , foi feito líder do mesmo Lula  no Senado Passava a ocupar a liderança que exercera no governo FHC

A LIDERANÇA COMO HERANÇA

Lula passou o cargo a Dilma, mas Romero Jucá, inatingível, continuou. No rumoroso e tormentoso processo de  impeachment, pela primeira vez abandonou a liderança, vestiu-se de almirante, comandou o que ele mesmo identificou como "desembarque do PMDB do governo Dilma". Vitoriosa a travessia com Temer empossado sem voto, sem povo, sem urna, Jucá é nomeado  estrepitosamente e com todos os poderes, Ministro do Planejamento.

Tido e havido como o  segundo político com mais transito e intimidade com temer(o primeiro natural e  permanentemente,Eduardo Cunha) Jucá foi nomeado Ministro do Planejamento. Durou pouco mais de  uma semana,demitido e como de praxe, transferido para a liderança no Senado.

ENVOLVIDO COM A LAVA - JATO, PEDE TODO CUIDADO COM O PAÍS
   
Não ataca de frente a investigação de Curitiba, mas afirma textualmente: "No final dessa operação, a política estará melhor. "E logo acrescenta: "Mas não podemos correr o risco de chegar a 2018, vulnerável a qualquer tipo de loucura". Sempre prudente, previdente e cauteloso, é um dos articuladores da famosa "lista fechada".

Diz que não é oportunismo, apenas manter a representatividade atual. Impedir que apareça algum aventureiro. Falou por mais de duas horas, quase pagina inteira. Jornalisticamente, um achado. Politicamente, crime premeditado contra a sempre traída opinião publica.

Seu mandato termina em 2018, está em plena campanha eleitoral. Sabe que num um não será punido, e voltará com um novo mandato de 8 anos. Tão certo disso, que já está conversando para ser presidente do senado em 2019. Diz a mesma coisa para um auditório de senadores assustados: "Eu sou o único  capaz de absolver vocês todos.

Como tinha que terminar da forma como falou, e sabendo que lidera um grupo enorme, não apenas no senado, mas também  na Câmara, fica um tempo silencioso, pensaram que havia encerrado. Mas volta com essa frase, que transcrevo textualmente.

"QUEM VAI JULGAR  ESSAS  PESSOAS É DEUS. EU SOU VITIMA DESSE PROCESSO"

Voto em lista fechada

A ministra Carmen Lucia fez a proposta: consulta popular para a reforma política. Tudo que tem apoio popular merece respeito. Mas essa questão que pretendem submeter ao povo, é muito complicada. Adotar o voto em lista fechada para favorecer todos os corruptos, é um risco muito grande. Os corruptos com mandatos e foro privilegiado, controlam os colégios eleitorais, se elegerão  sem trabalho, ficarão na cabeça das listas. Tem que ficar no mínimo como está. 

 Fusão Kroton  - Estácio

São as duas maiores empresas comerciais do setor de Educação. A fusão ainda não completada  tem o objetivo de afastar a concorrência. (O mesmo padrão desnecessário da fusão Sadia-Perdigão). A fusão no setor de educação,pode se transformar num escândalo colossal. 

As verbas do FIES, estão indo em massa para a Kroton-Estácio. Os educandários que precisam e não são prioritariamente  comerciais, estão enfrentando tremendas dificuldades. O Cade, que controla o setor, começou a criar embaraços para a fusão, desistiu.

O Reino Unido contra o Brasil

Foi o mais exorbitante na questão da carne. Alem de imediatamente suspender todas as compras,  tomou medidas extras. Criou um serviço de controle rigoroso de fronteiras. Pessoas são impedidas de entrar com carne brasileira, mesmo que seja exclusivamente para consumo domiciliar.

Temer, ontem, não saiu da televisão

Diversas vezes e em varias televisões,sempre criticando a policia federal. Usou até a palavra ALARDE, para denominar o comportamento que tiveram. Exagerou, "eles criaram um embaraço econômico para o país". Como tudo era consequencia de  corrupção, o indireto queria o quê?

O Ministro da Agricultura demitiu 2 superintendentes importantes, alem de dezenas de funcionários comprometidos.

MOODYS

A agencia de riscos, está  sempre vigilante  em  relação ao Brasil. Comunicado de agora:" A operação carne fraca, vai trazer grandes problemas e prejuízos para muitas empresas". O obvio. ULULANTE, se quisermos lembrar de Nelson Rodrigues.

PS- Ontem á tarde, foram depositados 250 milhões de reais, nas contas do  do governo do Estado  do Rio.Hoje, quarta, 147 mil famílias de aposentados e pensionistas, receberão 1 mês atrasado.


PS2-Essa é uma parte  dos 350 milhões desviados pelo ex-governado. Faltam 100 milhões que não demoram a voltar.





***




O ESCÂNDALO DA CARNE ADULTERADA

Depois das empreiteiras roubalheiras, surge o escândalo dos maiores frigoríficos do mundo, todos brasileiros. A BRF e JBS, de passado escabroso e duvido, representam o mesmo que a Odebrecht, só que no setor de carnes. Foi um estrondo que abalou o Brasil e o mundo. Basta verificar: 14 milhões de frangos são abatidos diariamente, e vendidos para 150 países.

Alem de carne suína, bovina e de aves. Na sexta feira quando se completavam 3 anos da Lava-jato, a comemoração foi varrida de jornais e televisões, substituída pelos grandes frigoríficos representados pelos dois maiores: BRF e JBS, ambos de passado polemico e duvidoso.

A primeira, marcada pela fusão da Sadia-Perdigão, desnecessária, mas imprescindível para liquidar a concorrência. A JBS maculada pela espantosa e espetacular campanha de publicidade do FRIBOI. E logo a seguir, essa mesma JBS, era enquadrada por ter roubado, os 4 maiores fundos estatais: Banco do Brasil, Correios, Petrobras, Caixa Econômica.

Um dos irmãos, donos da JBS, foi preso, mas só por 3 dias. Depositaram 1 bilhão e 350 milhões, para 'prevenir' prejuízos futuros. Agora reaparecem nessa denuncia das carnes adulteradas e apodrecidas.

PREJUÍZOS NA EXPORTAÇÃO

As vendas do Brasil para 150 países, oscilam entre 7 e 10 % do que vendemos. Os 150 compradores já se movimentam. Na sexta feira mesmo, o embaixador da União Européia no Brasil, recebeu ordens. Procurar a maior autoridade no assunto, e exigir explicações. Telefonou para o Ministro da agricultura, se encontrarão hoje.

O presidente indireto jantava numa churrascaria, dizia, 'o caso não tem maior importância'. Os compradores tinham convicções inteiramente diferentes.

JBR E JBS NÃO PERDEM TEMPO

Logo no sábado e domingo, as duas compravam espaço de texto corrido, nas mais diversas televisões.

A JBS COMPRAVA PAGINA NA FOLHA

Tentava de todas as maneiras mostrar, 'não compactuamos com nada que coloca em risque sua responsabilidade e alta reputação'. E terminava com um rodapé, textual: 'A gente só produz os alimentos que a gente coloca na mesa de nossas famílias'.

Qualidade é a maior prioridade da JBS e de suas marcas. Encerrava a defesa com 10 itens, tentando mostrar que não tem macula e nada atinge sua reputação. Acreditávamos que fossem explicar o roubo e o rombo nos fundos estatais.

1.100 policiais cumpriram 310 mandados de busca e apreensão. Dezenas de prisões, incluindo um figurão, no aeroporto, ia fugindo.

Segundo o Ministro da Agricultura, um DESASTRE

Alem dos encontros, ele passou o dia na televisão. Horas e horas, é o assunto do dia. Nenhuma noticia positiva todas obviamente negativas. Dos 150 países compradores de carnes diversas, o Brasil recebeu noticias que podem ser sumarizadas na palavra SUSPENSÃO. E as coisas só irão piorar. O ministro demitiu 2  superintendentes importantes, criou uma força tarefa para acompanhar os fatos.

Alguns países não foram tão drásticos em relação ao país, mas identificaram os vendedores com os quais não queriam mais negociar essas empresas VETADAS, dominavam o mercado com muitas empresas. Tinham nome sobrenome, mas eram conhecidas pelas iniciais: BFR e JBS. Conhecidas pelo passado e pelo presente, comprometem o futuro do Brasil no setor de exportação.

Marcelo Brettas volta atrás

Fui dos primeiros a comentar a decisão do magistrado, mandando libertar a mulher de Sergio Cabral, pelo fato de ter 2 filhos pequenos. Elogiei o ministério publico por ter entrado com o recurso. E lembrei, já elogiei muitas vezes o magistrado. Volto a elogiá-lo, pelo reconhecimento de que estava errado ou equivocado.

Explicação da Lava-jato

Ricardo Boechat, fez excelente entrevista com o Coordenador da Lava-Jato, Deltan Dallagnol. O jornalista perguntou o indispensável, o Procurador não deixou nada sem resposta. “Primeira pergunta, situando o problema:” A Lava- Jato é contra o Lula e o PT? Dallagnol fez explanação articulada mostrou que existem investigados. acusados e até presos, do PMDB, PSDB, PDT, PP, e mais e mais.

Foi um dialogo completo e nada hostil, Dallagnol deixou bem claro, que a força tarefa de Curitiba, não tem a menor culpa da possível lentidão do processo.

A propósito: o segundo mandato de Rodrigo Janot, acaba em setembro. Existem duvidas se pode exercer o terceiro mandato, e se pudesse, seria nomeado. Se não puder, o candidato natural e absoluto seria Dallagnol. No caso duas duvidas. 1- Seria nomeado? 2- Se fosse indicado, seria aprovado pelo Senado?





***




Estão dando tempo aos corruptos corruptores

Enquanto no Brasil inteiro o povo ia para as ruas   bradando em massa e cada vez mais alto, 'fora Temer', o próprio tramava com acólitos e apaniguados. A lista de Janot pingava mais alguns nomes, aumentando o numero dos que pretendem se salvar, seja como for.

Apareceram mais 5 governadores, alguns deputados e senadores sem a menor importância. Mas que aumentam o numero dos que reforçam a resistência á lava-Jato, por caminhos insuspeitados. Ha anos, são apresentados e logo engavetados, na Câmara e no Senado, projetos de reforma política.

Alguns com itens imprescindíveis, moralizadores, realmente com o objetivo de colocar a política em caminhos verdadeiramente republicanos. Arquivados, porque continham propostas altamente positivas e construtivas. O apoiaram a 'coalizão proporcional', que elege quem não tem votos. A exigência de um numero mínimo de votos, para que os partidos existam, possam 'gozar' do fundo partidário, e se exibir no horário eleitoral gratuito.

E finalmente, todos esses projetos que não andaram, acabavam com a reeleição, garantindo a imprescindível alternância no poder. Uma das paixões de Rui Barbosa, destruída pela volúpia de FHC. Que com o dinheiro sujo das 'desonerações', enriqueceu empresários com o dinheiro do povo, e prorrogou o próprio mandato.

TEMER DESENTERRA ESSA REFORMA POLITICA

È a maior preocupação do presidente indireto. Mandou recolher na Câmara e no Senado projetos adormecidos, 'limpou-os atentamente, tirou o que não interessava, chamou o presidente do TSE para conversar, concluíram: “A reforma política partidária é a salvação para a crise".

Com esse aval, convocou ao Planalto o presidente da Câmara e do Senado, determinou: "Precisamos fazer com URGÊNCIA a reforma partidária. É a única maneira de unirmos Executivo e Legislativo, no interesse do país". Na verdade está entusiasmado com seu próprio futuro.

O SONHO ALUCINADO DA REELEIÇÃO

Desde que assumiu como indireto, não deixou de admitir mais 4 anos. Pressionado, dizia,'não penso em reeleição'. Perguntado por que não mandava PEC acabando com a reeleição, desconversava. Não desconversa mais, Está convencido que será praticamente candidato único. Quando falam em Lula, que já lançou a candidatura, e lidera as pesquisas, abre o sorriso dúbio e supérfluo, balbucia: 'O Lula, ah! o Lula! E volta a sonhar.

Sabe que a reforma política partidária enfrentará enormes obstáculos. Mas joga com o tempo que a lentidão da Procuradoria lhe concede. Vai levar esse plano com decisão, e acredita, com apoios importantes. Tem medo apenas que o Supremo queira aumentar a velocidade dos julgamentos.

 Se as coisas não caminharem como ele projeta, Temer então se aliará com a parte muito grande do Congresso, que se refugia ou tenta sobreviver, utilizando de todas as maneiras a palavra ANISTIA, nas 4 formas sempre utilizadas, mas agora ameaçando todos eles. Examinemos todas elas.

O caixa 1 indiscutível e inegável abastecido e comprovado com dinheiro de propina. Nem os beneficiários negam. O caixa 2, nas mais diversas nuances, todas criminosas e vergonhosas. 

A - Como foi usada sempre, sem punição para ninguém, 'desfaçatez', como disse Ayres Brito. B - Abastecida e usada com dinheiro da corrupção, em parte para campanha eleitoral. C - Exclusivamente destinada a enriquecimento pessoal. Como se vê, não ha escapatória, todos têm que ir para a cadeia, por mais ou menos tempo.  A não ser que sejam beneficiados pela lentidão da Procuradoria. A sorte está lançada, o jogo está jogado. Mas o que adianta colocar na lista, Sergio Cabral ou Eduardo Cunha. Perderão o que estava GANHO.

Trump não manda tanto

Custou a compreender que não manda tanto quanto pensava. Logo que tomou posse, proibiu visitantes de 7 países de entrarem nos EUA. Contestado pelo Promotor de Washington, perdeu para um juiz e um colegiado de juízes. 

Ficou entre recorrer á Suprema Corte, cuja derrota seria definitiva, ou fazer outro decreto. Optou por esta modificação, foi derrotado por um juiz do Havaí e por outro do estado de Mariland. Não sabe o que fazer.

Na semana passada, reagiu violentamente atacando duramente um jornalista de televisão. Motivo: ele publicou uma declaração de imposto de renda de Trump, de 2005. O que todos estranham: o jornalista revelou que ele pagou 38 milhões de dólares para um lucro de 150 milhões. Portanto, 26 por cento.

Talvez a irritação tenha como base o fato de que Trump deveria ter pagado na fonte, 35 por cento, ou seja, 52 milhões. Teria sonegado 14 milhões. Mas o jornalista não fez o menor comentário.  Apresentou os documentos e pronto.

PS- O governo está badalando este fato: em fevereiro, foram aumentados, 35.590 empregos com carteira assinada. Para os cálculos percentuais, vou considerar que foram 36 ml.

PS2- Os desempregados são 13 milhões. Nesse total, 36 mil representam 0,4 por cento. Resultado para esconder e não para festejar.



***


COM FORO PRIVILEGIADO, MENOS DO QUE SE ESPERAVA

16.3.17    


Depois de 2 anos de rumorosa e incessante investigação, a Lava Jato, sempre combatida, coloca suas tropas na rua. Mas apesar do armamento pesado, e do pânico preventivo dos que sabiam que seriam alvos, por enquanto parecem todos salvos, ou pelo menos não atingidos mortalmente.

Podem argumentar: estão nas manchetes negativas, pelo menos 16 personagens todos ocupantes dos mais cobiçados cargos da Republica. Dois ex-presidentes, outros dois que tentaram, mas foram derrotados.

Só que em se tratando do mais alto cargo da Republica, ficou de fora, precisamente o que está no poder.  E citado 43 vezes em delações, é tão presumidamente culpado quanto os outros 4.

Alem do mais esse presidente no cargo, que surpreendentemente não foi citado, responde a um processo no mais alto tribunal eleitoral do país, com provas irrecusáveis.

Por manipulação de recursos de varias fontes, principalmente da Lava-Jato. Portanto, o presidente foi esquecido, ou melhor, deslembrado.

DEPOIS DE 2 ANOS ENORME DECEPÇÃO

Com a publicação da segunda lista do Janot, muitas esperanças se esvaíram. Dos 5 ministros arrolados, apenas 2 verdadeiros, Moreira e Eliseu do primeiro time político e da primeira hora da amizade. Os outros 3, meros coadjuvantes.

A lista por outros é completada com 10 outros personagens, conhecidos, citadissimos, que comandam a guerra contra a Lava-Jato, capaz de derrotá-la ou derrubá-la. (tirei o nome do Guido Mantega, não tem nada a ver com isso. Não é um santo, mas não é um bandido como tantos outros, nem enriqueceu, licita ou ilicitamente).

Dos 83 com foro privilegiado Maia. A impressão do, 16 foram nominados. E os outros 67? E por que apenas 1 deputado, Rodrigo Maia. Se nodos fosse presidente, teria sido incluído?  Muitas falhas. Os senadores são o que todos esperava, nenhuma duvida. Mas existem muitos outros.

 A Lava - Jato tem o apoio e a solidariedade das ruas. Mas ha muito tempo silenciosa. Se não houver conclusão este ano, enorme vantagem para os corruptos corruptores. Estão agindo direta e indiretamente.

Ontem já começaram a tratar da reforma partidária. Querem implantar o famigerado voto de lista. Em vez de votar nominalmente, como até agora, o cidadão seria obrigado a votar numa lista. Na qual estariam todos os indiciados que terminam o mandato em 2018. 

Já se reuniram ontem, o presidente indireto, o da Câmara e o do senado. Protegidos (?) pelo guarda chuva do ministro Gilmar Mendes.

Se não conseguirem, partirão para a guerra aberta. Ou seja, tentarão aprovar a ANISTIA para o Caixa 2. Ariscarão tudo num lance isolado.

PS- Não esquecer que em setembro acaba o mandato de Rodrigo Janot. Aumentam a velocidade, ou assistirão a frustração nacional. Participando dela.
   

 ***


CORRUPTOS E CORRUPTORES COMANDAM O ESPETÁCULO

Agora complicou para valer. Juntaram fatos e pessoas que deveriam ficar distantes e sem ligação, todos com o mesmo objetivo. Provar que caixa 2 é a oitava maravilha do mundo, uma dádiva de Deus, a salvação do país. Só insensatos e desinformados, seriam capazes de admitir que caixa 2 é crime.

Deputados, senadores e Ministros, trabalham intensamente, para aprovarem de dia, o que quiseram garantir numa madrugada sombria: A LEI DA ANISTIA para os que financiaram suas campanhas e ao mesmo tempo enriqueciam de forma ILEGITIMA. Quase saíram vitoriosos, Michel Temer estava viajando mas sabia de tudo.

Quem comandava a trajetória dessa anistia para o Caixa 2, era o já presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Tudo acertado, trabalhos da Câmara dirigidos pelo secretario da Mesa. Inesperadamente, até para ele, o deputado Miro Teixeira DESCOBRE o que era tramado no escuro.

Com um berro, assusta a todos, o secretario,tremulo e balbuciante, responde, apavorado: 'Eu não sei de nada, entregaram na Mesa, para votar imediatamente'.

A madrugada se esvaziou rapidamente, desapareceram todos. Rodrigo Maia, que estava escondido, para ir embora, tinha que passar pelo plenário, no dia seguinte saiu uma foto dele, se arrastando junto ás paredes. Incríveis.

Estou recordando esse fato escandaloso, para mostrar de forma irrefutável: todos sabiam que Caixa 2 era CRIME. Não tem nada a ver com ERRO, como defendem e tentam justificar agora, FHC e Gilmar Mendes. FHC nesse caso, até está numa posição politicamente defensável. Presidente da Republica por acaso, é tido e havido como o maior líder do PSDB.

Como seu PSDB, está agora no centro das acusações, tenta salva-los e ajudá-los na sua idade, sem convicções, e com um passado condenável, ninguém esquece que comprou mais 4 anos de poder com dinheiro sujo. Agora quer salvar os colegas, acha que Temer pode ser cassado, haverá eleição indireta. Podem se lembrar dele, escolhê-lo por gratidão.

O INDEFENSÁVEL GILMAR MENDES

Tem tido reuniões diárias, com deputados e senadores. Nem se incomoda que a opinião publica saiba que participará do julgamento deles. E não tem a menor duvida que usaram e abusaram pessoalmente, de recursos públicos, para campanhas eleitorais, e enriquecimento ilícito. Por isso se escondem atrás de um Ministro que irá julgá-los.

Não queria ir tão longe, nem perder mais tempo com Gilmar. Para isso vou terminar citando e reproduzindo o notável Carlos Ayres Britto, grande presidente do Supremo: 'Caixa 2 é um atentado á Constituição. Uma desfaçatez'.

Julgamento de Temer

Nos últimos dias, o noticiário deu a impressão de ter descoberto o TSE, e a cassação do mandato do presidente indireto. Davam a impressão de  serem conclusivas, eram apenas vagas e imprecisas. Diziam por exemplo: 'O relator deve entregar seu trabalho, no segundo semestre'.

Segundo semestre, é muito vago. Alem do mais, o relator, Herman Benjamin, termina seu mandato em setembro. Antes dele outros 2 Ministros acabam os mandatos antes dele, muita coisa. O melhor é não 'adivinhar', esperar 'noticias fidedignas', como diz meu amigo José Carlos Werneck.

A segunda lista de Janot

O Procurador Geral entregou ontem á tarde, ao Supremo, 294 pedidos de inquéritos. Só 83 com foro privilegiado. E 211, que serão distribuídos para outras instancias. Apesar da intranquilidade, houve um certo alivio. Motivo: no próprio Congresso, se admitia que surgissem 150 com foro privilegiado.

O Ministro Fachin não tem prazo, muitos acham que responderá ao Procurador, antes do fim do mês. Mas é um trabalho colossal. 



***


Gilmar Mendes quer humanizar, amenizar e anistiar a corrupção

Nomeado Ministro pelo então presidente FHC, está ha 20 anos seguindo os defeitos e as impropriedades de quem o lançou como magistrado. Advogado Geral da União quando aconteceu a primeira reeleição da Historia da Republica, inconstitucional, comprada e paga com dinheiro sujo, achou que não tinha nada a ver com a questão.

O Congresso aprovou a prorrogação do mandato, deputados e senadores foram autores e beneficiários da prorrogação do mandato.

Pelo silencio e pela omissão, ganhou a primeira vaga no Supremo, aprovada  sofregamente pelo senado conivente e complacente. Nesses quase 20 anos firmou uma reputação de autoritário, arbitrário, contraditório. E ainda por cima, convencido da importância de estar sempre nos holofotes e nas manchetes da mídia, comete as   maiores impropriedades.

Como a de falar desabridamente, sobre assuntos que terá que decidir nos dois mais altos tribunais do país. O Supremo, em casos jurídicos e políticos. No TSE, onde devem ou deviam acabar as maiores controvérsias eleitorais. Envolvendo, deputados, senadores, ministros, e até presidentes da Republica.

GILMAR E FHC CONCORDAM NOVAMENTE, PROPINA È APENAS ERRO

Como a questão da corrupção eleitoral, é prioridade nacional, esqueçamos os erros,equívocos e contradições do passado tenebroso de Gilmar, examinemos apenas o presente clamoroso. Que para reforçar suas 'convicções', se ampara em afirmações interesseiras,no para ele inesquecível FHC.

Neste março de 2017, o TSE completa 2 anos do exame  da cassação do mandato de Temer, pedida em março de 2015 por Aécio Neves. Presidente do PSDB, hoje  sustentáculo do presidente da Republica que pretendia cassar . E esse mesmo  senador Aécio e o seu PSDB envolvidissimos com a Lava-Jato. Agora, todos dependentes das interpretações de Gilmar, inspirado em FHC.

Gilmar vem ocupando televisões e vastíssimas matérias de jornais, defendendo a impunidade geral, a partir de decisões de tribunais. E estimulando Câmara e Senado, que aprovem rapidamente projetos  de anistia. Alegação principal: 'O caixa 2 ou que numero tenha, sempre foi utilizado,e jamais alguém foi punido'.

Continua isso sempre foi considerado, mas não com aval de um ministro do Supremo e presidente do TSE, que julgarão as questões. Gilmar insiste na INOCENCIA generalizada, utilizando argumentos esdrúxulos ou extravagantes. Podem chamar de BIZARROS, palavra que identificou com o também Ministro Lewandowski, quando cassou dona Dilma, mas manteve seus direitos políticos. 

Todas as atividades da Odebrecht, se  baseavam no super faturamento e no pagamento de propinas fenomenais Ela confessou tudo, deixou claro: 'Obras que custaram 60 bilhões, poderiam ter custado 30 ou menos'. No Brasil e em outros 13 países.

O pânico dos culpados, não diminuiu, tendo o presidente do TSE como defensor. Agora atingiu o máximo, com a notícia que vem do Procurador Geral da Republica. Políticos têm como certo que entre 300 e 400 deles serão citados. E nem precisam esperar muito. Essa lista chegará ao Supremo imediatamente. 

Piora a situação de Pallocci

Emilio Odebrecht, fundador da empreiteira que leva seu nome se aposentou ha muito tempo, ficou longe de tudo. Quando o escândalo explodiu, não voltou á empresa, mas passou a se interessar pelo desenvolvimento dos fatos, e desenrolar dos  acontecimentos. Em determinado momento, achou que precisava intervir, não podia mais assistir de longe.

Procurou a equipe de Curitiba, fez a proposta de contar tudo, mas tudo meses mo. Acertou as condições, fez as negociações, pediu: “preciso conversar com meu filho, é contra a delação, mas acho que posso convencê-lo. Preciso de tempo para conversar”. Conseguiu, saiu o acordo coletivo dos 77 executivos. E a declaração-confissão da própria empresa, reconhecendo que havia agido contra a ética,'ISSO NÃO ACONTECERÀ MAIS'.

Esse depoimento é que está na sala-cofre do Supremo. Muitos querem que o  sigilo seja MANTIDO. outros pretendem que seja QUEBRADO. Considero que haja total transparência, até que me provem o contrario.

PS- Curiosamente, ontem, chegou do exterior o computador da Odebrecht, que os próprios delatores concordam: aberto em Curitiba irá explodir em Brasília.



***



O prestigio e a liderança do Brasil contra a  corrupção no mundo

O petrolão condenado pela Lava-Jato, provocou uma reviravolta no conceito do Brasil, a respeito da corrupção. Nossa reputação moral era a pior possível.  Com a investigação sobre as empreiteiras roubalheiras, provocamos a admiração dos mais diversos países.

A primeira constatação comparação: O mensalão obteve grande repercussão por causa das penas elevadas, atingindo personagens sem nome ou sobrenome. Mas muitos foram 'esquecidos', retirados do processo ou inocentados. Um marqueteiro, o mais importante da época, foi autorizado a ir receber em Portugal 10 milhões, sem origem ou identificação. Quando voltou, foi inocentado, está no mercado.

O diretor de 'publicidade' encarregado de espalhar as formidáveis fortunas do governo Lula, foi inocentado, antes do julgamento. O que aconteceu com o próprio Lula, acusadissimo. Este repórter, então na tribuna impressa, se fartou de fazer denuncias, Barbosa "não ouviu". Agora, 10 anos passados, personagens importantíssimos, não conseguem se livrar.

ODEBRECHT: PODER POLITICO E FINANCEIRO

È impressionante a capacidade da Odebrecht de corromper e acumular fortuna ilícita. São varias as empreiteiras roubalheiras, mas uma só verdadeira, temos que repetir para esclarecer: a Odebrecht. A presidente Graça Foster confessou num documento oficial: 'As empreiteiras roubalheiras, deram prejuízo á empresa, de 88 bilhões'. Ninguém contestou,

Dona Graça foi demitida, apesar de não ter roubado. Mas devia ter sido condenada por omissão culposa. Impossível que não soubesse de nada. Desses 88 bi, a Odebrecht ficou no mínimo com 60 ou 70 BI. Não apenas no Brasil, mas nos mais diversos países.

O BRASIL AJUDOU A RECUPERAÇÃO GERAL

Os países roubados, foram recorrendo ao Brasil, ajudados, recuperando o que foi surrupiado pela Odebrecht. Era a única que tinha negócios nos mais diversos países, tinha até um Departamento de Propinas, com inúmeras contas, dinheiro fraudado, e as contas sendo regularmente abastecidas com dinheiro ilegítimo. Com a entrada do Brasil em cena, a Odebrecht foi mobilizando seus recursos fantásticos e inimagináveis.


Primeiro 4 países recorreram ao Brasil, depois 6, 11, agora são 13, com a negociação da Odebrecht com o Equador. São acordos de BILHÕES, com garantia da empreiteira. Alem desses 13, Suíça e EUA estão em contato direto com o Brasil. Um só exemplo: no Peru, foram atingidos dois presidentes. O que está no poder e outro que já saiu. Isso se repete em muitos países que foram assaltados pela Odebrecht.

O BRASIL EXALTADO PELO MUNDO

Os elogios chegam de todos os lugares. O Procurador geral, Rodrigo Janot, foi especialmente convidado para participar de Davos, outra área. Lá, o Primeiro Ministro da china, que tem problemas terríveis com corrupção, até lideres importantes presos ou fuzilados, convidou-o para ir lá, fazer orientação. Quem imaginaria isso ha alguns anos?

O processo da Lava-Jato está entrando na fase final. Compreendendo a gravidade das acuações contra eles, deputados e senadores, tentam inventar formulas para se salvarem e destruir a lava- jato. A comunidade não pode permitir isso. Tem  que protestar nas ruas, onde está o povo.

Novo Ministro da Justiça tenta "agradecer” a nomeação

Sua primeira declaração publica é um disparate, um desproposito, uma decepcionante demonstração de subserviência. Não esperou muito para pagar a escolha surpreendente. Na verdade devia beijar as mãos de Eduardo Cunha, que da prisão EXIGIU que fosse feito Ministro da Justiça. E sendo Temer quem é, atendeu prontamente. 


E como um Ministro, ainda mais da Justiça, não pode ir a uma cadeia publica mostrar sua gratidão a um preso corruptissimo, resolveu pagar a divida diretamente com o presidente indireto. Mas agiu estabanadamente,

Sem constrangimento ou a menor credibilidade ou respeitabilidade.

Concluiu: "Estou convencido, que ele terminará o mandato". Achando que ainda não estava suficientemente grato, acrescentou: "Existe no Brasil ilegalidade generalizada, incluindo TODOS os partidos e a própria população".

Impossível haver alguma participação mais desastrada.

Temer devia ter preservado Serraglio para uma das vagas no TSE. Como informei ontem, está perdendo de 5 a 2. Com Serraglio ficaria 4 a 3 CONTRA. Mais 1 ministro, estaria dada a reviravolta, 4 a 3 a favor. Temer que só quer PRORROGAR a saída, gloriosamente impune, ficaria até 2018. Nem ele acredita.

O ambicioso Henrique Meirelles

Fez uma declaração com duplo sentido, o que não é raro ou inédito nele. Na televisão: “Nunca vi nada de ilegal ou ilegítimo no governo Lula". Alem de não ser tratadista na matéria, Meirelles tinha objetivo nem tão oculto. Quando tomou posse na Fazenda, comentei: È o primeiro candidato á sucessão'. Continua.

Acredita que Lula não será candidato, poderá apoiá-lo em 2018. Naturalmente, se chegarmos até lá. Meirelles é tão sem chances, que mesmo concorrendo apenas contra João Doria, Crivella e Marta Suplicy, não ganharia.

O TSE NAS MANCHETES DOS JORNAIS E TELEVISÕES

Ha10 dias, com total EXCLUSIVIDADE, escrevi: ‘Hoje Temer seria cassado por 5 a 2, mas não haverá julgamento este ano’. Passou a ser o assunto mais importante.Voltando á questão, tratemos dos dois personagens mais relevantes dessa questão rumorosa, vergonhosa,escandalosa: o relator e o presidente do TSE. 

Voltando á questão, de forma incisiva, para esclarecimento da comunidade, interessadíssima no problema. No MOMENTO, de 0 a 10, Herman Benjamin, receberia nota 10. Por enquanto. Gilmar Mendes ficaria com a nota 0, por toda a   ETERNIDADE 'majestática".

Em tempo: afirmei, não haverá julgamento este ano. Reafirmo e confirmo o que revelei na semana passada.

PS- Por que existe tanta gente interessada em ficar com a OI? Afinal, apesar da Odebrecht, 65 Bilhões é muito dinheiro. Falam que o governo ficaria com parte das dividas.

PS2- O grande culpado é FHC. Quando era presidente, acabou com a Telemar, e entregou tudo a uma empresa, que estava se instalando, essa OI. Não examinou nada, não investigou os donos, não quis saber quem ia ficar com um negocio altamente lucrativo. Deu no que deu.



***
  

10.3.17    

Estão festejando no mundo todo, principalmente no Brasil, com 4 anos de antecedência, a verdadeira Revolução Soviética. O que houve em 1917, foi o que se chamou de "paz em separado". A Rússia dos Romanov, Alemanha e Inglaterra, chegaram á conclusão de que lutavam a guerra inútil e no lugar errado, resolveram acabar com isso.

A Rússia estava sendo desbaratada, numa batalha perdeu 700 mil homens. Precisava das, tropas para combater internamente, depois da estrondosa derrota para o Japão em 1905. Com a inesquecível "tomada" do Porto Arthur.

A Alemanha precisava reforçar Berlim, cada vez mais ameaçada pelos aliados. E a Inglaterra, já antevendo a vitoria, queria acabar logo com a guerra. Que duraria ainda mais 13 meses, até novembro de 1918.

Os três países estavam de acordo, faltava um líder. Trotsky estava em Moscou, mas não era encontrado. Lembraram de Lênin, que desde 1905 estava exilado na Suíça, consultando médicos a respeito de uma bala colada no coração, que o mataria, no poder, 7 anos depois. Consultado, aceitou. Imediatamente. Surgiu um problema: em plena guerra como ir da Suíça à Rússia?

A Alemanha estava tão angustiada e desesperada, que fez a proposta: ela controlava a ferrovia Transiberiana. Numa linha privada e com toda segurança, Lenine chegou em 24 horas, resolveu tudo.

Aí os ainda russos, começaram a terrível guerra civil que durou 4 anos. Os Romanoff colocaram Kerenski numa suposta presidência, mas a confusão era total, poucos lutavam a favor, quase todos eram contra.

Finalmente, em fevereiro de 1921, surgiu a União das Republicas Socialistas Soviéticas. Lênin como Chefe Supremo da Revolução, com Trotsky ministro do Exterior e Comandante Supremo do Exercito Vermelho.

No dia 22 de dezembro de 1923, sozinho, como os médicos previram, baixou a cabeça, morreu em segundos por causa da bala de 1905. A crise foi tão grande, que sua morte foi anunciada em 3 de janeiro de 1924, 12 dias depois. Por causa da luta Trotsky-Stalin.  Que só terminaria em 1940, com o assassinato de Trotsky.

Pauta do Supremo, ontem

Gastaram o dia inteiro, discutindo um recurso. Da empresa Indústria de Importação e Exportação de óleos contra a União. Qualquer um pode ver imediatamente que é uma duvida altamente constitucional. Não podia ser resolvido por um departamento ou ministério. Tinha que ir para a justiça e terminar no Supremo. Que Republica.

A falência do Estado do Rio

Um órgão altamente respeitado em pesquisas econômicas, financeiras, e administrativas, informou: "A crise desse estado, deve terminar não antes de 2027". Em Bangu, onde tudo se sabe no banho de sol, serginho cabralzinho filhinho disse para Eike Batista: "Para nós seria uma felicidade, mas podemos colocar mais 50 anos em cima desses 2027".

PS - A eleição presidencial da França sofre mais alteração do que as convicções do que o presidente Trump.

PS2- A candidata da extrema direita Marie Le Pen, começou como franca favorita. Passou a favorita, agora está em segundo lugar. Até 23 de abril pode nem ir para o segundo turno.

PS3-Que aliás foi inventado em 1958 por De Gaulle,com o nome de Ballotage, e seguido por vários presidencialismos.

  

***

  
9.3.17    

Esse vergonhoso e escandaloso processo, completa 2 anos no mais alto tribunal eleitoral do país. Tudo o que está escrito aqui, é rigorosamente verdadeiro e com total EXCLUSIVIDADE.

Em março de 2015,  Aécio Neves e o PSDB pediram a cassação da chapa, vou chamar só de Temer, Dona Dilma será atingida, mas está inteiramente fora do jogo.  Ele tem tudo a perder, por isso o desespero.

O presidente do TSE era o ministro Dias Toffoli. Designou como relator, um ministro que terminaria o mandato em 4 ou 5 meses.O  que aconteceu. Indicou então a ministra Maria Tereza Moura, amiga de dona Dilma, e francamente contra a cassação.

Assumiu, determinou muitas diligências, lentamente autorizadas por Dias Toffoli. Chegou maio de 2016 acabou o mandato de Toffoli, 13 meses perdidos. Assumiu Gilmar Mendes  que está completando 11 meses inúteis, festejará 1 ano  em maio.

Maria Tereza Moura acabou o mandato. O novo relator, Herman Benjamin trabalhou intensa e profissionalmente, apesar de ser sabidamente a favor da cassação.

Tomou providencias inéditas e recolheu informações contundentes contra Temer. Como essa de ouvir Marcelo Odebrecht durante 6 horas e sair de Curitiba com um material primoroso. Que colocou Temer  numa posição defensiva suicida. Apesar de toda a ajuda vergonhosa que recebe de Gilmar Mendes,  acintosa e escandalosamente.

Nesses 11 meses em que preside o TSE, seu presidente foi varias vezes ao Planalto ou Jaburu, conversar com o RÉU Michel Temer. Alem de "pegar carona" numa viagem do avião presidencial á Europa. Só Temer, Sarney e Gilmar. O TSE acompanha tudo estarrecido.

HOJE, 5 a 2 PELA CASSAÇÃO, MAS  NÃO HAVERÁ JULGAMENTO ESTE ANO

Pode parecer impossível ou imponderável, mas é rigorosamente verdadeiro, numeremos esses fatos.

1- Agora em abril um ministro termina o mandato.
2- logo a seguir, em maio, outro ministro também tem que ser substituído.
3- O presidente da Republica faz as nomeações, sem prazo definido.
4- Existem ministros substitutos, estão ali para isso.
5- O Supremo apresenta uma lista de 3 nomes para ir cada vaga.
6- Temer não precisa seguir a regra ou a tradição.
7- Mas tudo leva tempo.
8- Em setembro, nova substituição. É o relator que termina o mandato.
9- Até agora, Benjamin já redigiu e juntou documentos em 6 mil paginas.
10- aí estamos no fim do ano, recesso, tudo parado até fevereiro de 2018.

Alem de tudo, mesmo que acreditemos na independência e na imparcialidade, estaremos chegando a 3 anos do mais vergonhoso e escandaloso processo já tramitado no TSE.

Para terminar, não havendo mais nada, é preciso PAUTA para julgamento.  E o senhor dessa ultima decisão acima da vida e da morte, é do presidente do TSE. Sua excelência Gilmar Mendes.

  

***


O precipício que apavora o presidente indireto

Seu nome é Michel Temer, todos sabem, mas ninguém acredita nele. Chegou á presidência sem disputar em toda a vida, uma eleição direta. E olhem que ele está com 77 anos, sempre na política. Chegou a vice duas vezes, cansado de ser "decorativo", como ele mesmo confessou, se juntou a Eduardo Cunha, para consumarem a conspiração parlamentar. 

Vitoriosos, ocupou o Planalto, sem povo, sem voto, sem urna. Incorporou mais 2 palácios, poderia fazer esquecer toda essa traição, se fizesse um governo positivo e produtivo. Mas como não tem a menor competência, vai de fracasso em fracasso, dominado por tudo o que acontece  á sua volta. Nada a favor, tudo contra.

Provisório e logo depois indireto, prometeu um ministério de NOTÁVEIS. Mas o máximo que conseguiu foi um ministério de precários. De acordo com o que foi confessado pelo seu principal articulador, Eliseu Padilha.

Tem um futuro imprevisível, Feito Chefe da Casa Civil, acuado e acusado de todos os lados, não sabe se volta. Prostrado e renovando atestados médicos, não sabe nada  sobre o seu futuro. O que acontece com o próprio chefe.

TODOS OS HOMENS DO  PRESIDENTE, DERRUBADOS

Chegou ao poder cercado e acarinhado por 6 homens de total confiança.  Alguns vinham de longe, foram caindo um a um, sem que pudesse ampará-los ou garanti-los. O primeiro, o mais importante, poderoso, arrogante ,durou 6 dias, foi implacável. Agora foi feito líder no Senado. Os outros tiveram que sair (foram "saídos"), sem contemplação.

Todos mais do  que "chamuscados", verdadeiramente incendiados. Esqueceu que deve tudo ao ex-presidente da Câmara agora preso. Este foi o primeiro a citar o amigo de 50 anos, Yunes, numa simples lembrança. 

Pediu logo demissão, e menos de 2 meses depois, aparece envolvido numa novela medíocre, em que recebe, a pedido de Eliseu Padilha um "documento", que não parecia dinheiro, que outro personagem duvidoso iria buscar. Uma tremenda charlatanice, com o obvio conhecimento de Michel Temer.

Os homens de confiança foram sendo afastados, sem a menor consideração. Precisando mostrar serviço, o presidente indireto caminha para completar 1 ano no poder, Sem nenhuma realização desde o inicio se refugia na Reforma da Previdência, talvez necessária.

E numa outra, a trabalhista, exigência dos empresários que financiaram a compra dos votos para a imposição do impeachment na Câmara. No Senado, foi tudo muito fácil, estava implícito e explicito no pacote de adesão.

ULTIMO RECURSO: INTIMIDAÇÃO

Sabe que precisa de resultados positivos, não bastam os sussurros tímidos do ministro da Fazenda: "Temos sinais positivos do fim da recessão". Faltam 100 mil demissões para os desempregados chegarem a 13 milhões. Esse é o ponto mais cruel e dilacerante da crise.

Jogando tudo na Reforma Previdenciária adverte: "Se a reforma não for aprovada como saiu do Planalto terá que haver AUMENTO DE IMPOSTOS". intimidação visível, que já vinha sendo praticada ha meses pelo próprio Meirelles, quando  dizia e repetia: "Não estamos pensando nisso, no MOMENTO, mas é bem possível que tenhamos que recriar a CPMF". 

SEM recuperação. Retomada lenta

Apesar do que dizem Temer e Meirelles, o país continua, digamos, com três velocidades: pra trás, lento e devagar. O que leva o ministro da Fazenda, a afirmações como esta, de ontem: "O resultado do PIB,visto hoje, é um espelho retrovisor". 

O Citibank, sem complicação, e em linguagem simples, garante: "O PIB mostra que a recuperação do Brasil é muito lenta". Eu diria, inexistente ou vista com excesso de otimismo.

Resultado do IBGE

"Em 2016, o Brasil registrou a pior recessão da historia". Não esquecer e não tentar favorecer um personagem ou outro. Nesse 2016, 5 meses transcorreram com Dona Dilma. Os outros 7 com Temer, que assumiu em maio. Que afirmou e reafirmou:"Meu objetivo é recolocar o país nos trilhos". O indireto está tão longe disso, quanto da incerteza a respeito do seu futuro e logicamente do país.

Senador Valdir Raupp

A  Segunda Turma do Supremo aceitou denuncia contra ele. Passou a REU da Lava-Jato. Por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Excelente. 

Mas e os outros senadores, muito mais importantes e mais deslavados? O senador de Rondônia tem todo o direito de se julgar injustiçado. Perseguido. Afinal, existem senadores do mesmo PMDB, muito mais enriquecidos e ostensivos.

PS- No final da terça feira, ontem, Temer anunciou: "Pacote de CONCESSÕES de 45 bilhões, e criação de 209 mil empregos". Muito perto da incógnita ou do indecifrável.


PS2- Como estava falando, Temer aproveitou para mistificar sobre a Previdência: "os que estão reclamando são os que ganham mais". Como se ele fosse defensor dos que ganham menos.



***


Mais outra acusação contra Sergio Cabral, Odebrecht, Eike Batista

Não tenho a menor ideia até onde irão as denuncias contra o ex-governador. A cada dia surgem novas. A de agora vem do Le Monde, jornal respeitado da França. Ele é frontalmente ligado á CORRUPÇÃO para que a Olimpíada de 2016, fosse realizada no Rio de Janeiro. Dá valores, datas, nomes de pessoas ligadas a Serginho, e que pagaram 7 milhões para a Olimpíada ser no Rio. 

Não é a primeira vez que ele é ligado a mobilizações corruptas no setor esportivo. Os 7 milhões que teria pago pela Olimpíada, representam importância mínima, comparada com o que gastou no Maracanã: 1 BILHÃO e 300 MILHÕES, para transformar o maior estádio do mundo, lenda e legenda nacional e internacional no chiqueiro imundo e desprezado que é hoje.

Depois de desperdiçar essa fortuna, favorecendo a Odebrecht (sempre ela, sempre ela) constatemos a realidade de antes e a de agora. Inaugurado em 1950, o jogo final Brasil - Uruguai, com a derrota provocou o silencio emocionante de 200 mil pessoas presentes. Foi um dos espetáculos mais tristes e trágicos a que já assisti em toda a vida esportiva.

RECORDE NACIONAL E INTERNACIONAL, HOJE ABANDONADO

Depois da Copa de 1950, terminaram as obras, colocaram “borboletas”, logo se sabia quantas pessoas estavam presentes. E vieram os grandes públicos. Em 1970, 20 anos depois, a eliminatória Brasil - Paraguai. Quem perdesse, estaria fora. 187 mil pagantes. Numero jamais superado. Em 1983, Fla-Flu, com a presença  de 177 mil pessoas. Começaram então as conversas para que o Brasil sediasse outra Copa.

Demora, as sedes das Copas e das Olimpíadas, são escolhidas de 6 em 6 anos. Em 2008 ficou decidido: a Copa de 2014 seria no Brasil, com exigências de 9 estádios e a construção de um NOVO Maracanã, com a derrubada do ANTIGO, que precisava de completa remodelação. Vou tratar apenas do Maracanã, apesar dos outros, chamados de 'elefantes brancos', terem desperdiçado dezenas de bilhões.

DERRUBADA DO MARACANÃ, CRIME DE LESA PÁTRIA, INESQUECÍVEL

 Era o símbolo esportivo nacional com repercussão internacional. Todos queriam jogar no Maracanã, não havia nada igual no mundo. Destruíram um estádio lenda-legenda, colocaram no lugar, outro de 79 mil lugares, mas que é liberado apenas para 74 mil. E introduziram a corrupção como rotina, tudo comandado pela Odebrecht.

O contribuinte pagou 1 bilhão e 300 milhões para substituir um monumento por um mostrengo. E para as Olimpíadas precisaram de mais 300 milhões, para adaptações. O Maracanã antigo era freqüentado pelo povo, que se dividia entre a GERAL e a ARQUIBANCADA, criando as palavras, "geraldino" e "arquibaldo". 

Na Copa de 2014, o povo ficou distante, nos piores lugares. Os "aristocratas'' freqüentaram durante a Copa, sumiram. Nada disso pode ser esquecido, é CRIME, e dos grandes. E mais grave: o que sobrou do lendário Maracanã é "administrado" pela Odebrecht e Eike Batista. Os IRRESPONSAVEIS pelos lucros fabulosos e pelo chiqueiro desabitado, e sem futebol.

Para terminar por hoje. O Barcelona está INVESTINDO 1 bilhão em obras no seu estádio. Dos atuais 94 mil lugares, passará para100 mil.  Tudo o que se refere ao Maracanã, deveria se incluído na lava-Jato. Em se tratando de Odebrecht e Eike Batista, é tudo dinheiro sujo. Apesar deles serem mestres na lavagem de dinheiro.
O GESTOR João Doria

Foi candidato a prefeito, de São Paulo com um patrocinador verdadeiro e uma frase duvidosa. O patrocinador, publico e notório: Geraldo Alckmin, governador do estado. E a frase que ele mesmo começou a contestar: "Não sou POLITICO, sou GESTOR". Antes mesmo da posse, acreditando que todos são idiotas, garantiu: "Não serei candidato á REELEIÇÃO".

Como ninguém havia perguntado nada, cumpri meu papel e alertei: se antes da posse ele faz uma declaração como essa, alguma coisa pretende obter. O que logo se mostrou rigorosamente verdadeiro. Queria e ainda pretende "queimar etapas", surgindo como presidenciável para 2018.

Agora, o prefeito João Doria aparece em manchetes pré-fabricadas, como presidenciável com mais chances do que os três que já foram candidatos. E que jogam tudo no encerramento da carreira com uma candidatura em 2018. Alckmin, Aécio, Serra. O prefeito, parecendo muito experto, não passa de um tolo.

Desmoralizando a frase que o projetou, Doria age como político, primário.  E como gestor, precisaria de tempo. Que só teria para 2022, e assim mesmo se fizesse uma extraordinária administração. Para ser candidato em 2018, teria que deixar a prefeitura em abril de 2018. Ou seja: praticamente 1 ano.

Alem de todas as impossibilidades, dificuldades e impropriedades, mais uma que o GESTOR que não é POLITICO, não percebeu: o eleitor não gosta de quem se candidata a um cargo, pensando em disputar outro. 

O Ministro-senador-governador Serra, poderia lhe dar aula sobre o assunto. Foi eleito, sofreu terrivelmente, cumpriu 16 meses, saiu, se candidatou a governador. Foi eleito, mas cobrado intensamente. E tinha um curriculo que Doria está longe de ostentar. 

Em suma: para 2018 nenhuma chance para o gestor ou o político. E 2022 está tão longe que ofusca a visão do político e do gestor.

O CHANCELER MONOGLOTA

Aloizio Nunes Ferreira, será o primeiro da Historia. Disseram que Serra também era. Tolice. Estava exilado no Chile. Com o golpe de Pinochet, os brasileiros tiveram que ir embora. Serra foi para os EUA. Queria fazer uma Universidade. Acreditando que a ditadura acabaria logo, não se matriculou, mas melhorou muito seu inglês.


O governo de Portugal, chegou a reclamar do Brasil, muitos embaixadores iam para lá porque só falavam português. O mais notório: Gama e Silva, Ministro da Justiça e do AI-5. O jornalista Oto Lara Resende apelidou-o de "doidivanas do Balaio". Doidivanas pelo estilo. Balaio, uma boite da moda naqueles tempos. Inferior ao Vogue e ao Sachas. O ministro era também inferior ao padrão dos freqüentadores das outras duas boites.



***


PASSADO O CARNAVAL, COMO SE ESPERAVA, TEMER EM TODAS AS MANCHETES

Bernard Shaw costumava dizer: "Numa penitenciaria, o homem mais angustiado é o seu diretor". Se vivesse hoje e no Brasil, diria na certa: "O homem mais angustiado é o Presidente Temer, com 3 palácios e nenhum Poder". O sinal mais evidente da intranquilidade do indireto, é a sua incapacidade de se fixar. Não só política ou administrativamente, mas também territorialmente.

Como vice, morava no Jaburu. Elevado a presidente provisório, por causa do sucesso da conspiração parlamentar, liderada por ele e executada por Eduardo Cunha, não se mudou, embora assumisse o Planalto. Promovido mais uma vez de provisório a indireto, continuou no Jaburu, de saudosa lembrança, onde recebeu Marcelo Odebrecht e 10 milhões para a campanha de 2014.

Inesperadamente "descobre" o Alvorada, a família se mantém em São Paulo. Mas também subitamente, traz Dona Marcela e Michelzinho para o Alvorada, moram lá uma semana, confessa publicamente: "O Alvorada é muito grande, o Jaburu parece mais com uma casa". E abandonaram o Alvorada.

A FIXAÇÃO DE TEMER, NO DEPOIMENTO DO ODEBRECHT

Mas não pode se desligar da preocupação com o próprio futuro, integralmente ligado ás propinas das empreiteiras roubalheiras. E da maior de todas, a Odebrecht. Recebeu tanto ou mais do que os presidentes dos outros partidos. Nem é preciso esclarecer, que presidente absoluto do maior partido, o PMDB, a DOAÇÃO, ou tenha o nome que tiver, é inexoravelmente maior.

Temer sempre controlou o PMDB, política ou financeiramente. E a partir de 2010, seu controle só fez aumentar. Mas não quero ir tão longe, o que está em causa, debate e tentativa de esclarecimento é o que aconteceu começando em 2014, fiquemos por aí.

TEMER VAI À JBS, ESCLARECER DOAÇÃO

Durante toda a campanha presidencial de 2014, todo o tempo do candidato a vice (reeleição), foi destinado ao recolhimento de recursos para o financiamento. Mas logo em janeiro teve que resolver um problema que ameaçava a estabilidade do PMDB. Era dinheiro, mas não propriamente para a campanha presidencial. Foi chamado ás pressas para resolver um problema.

A JBS, tida como das maiores empresas do país, doara 50 milhões para o PMDB, sem maiores esclarecimentos. Deputados e senadores reivindicaram a propriedade da doação. Temer conversou com os irmãos proprietários, levou um documento que  estabelecia,"metade para deputados, metade para senadores".

Ficou lá um tempo enorme, conheceu o Presidente do Conselho de Administração Henrique Meirelles, nem imaginava, seria seu Ministro da fazenda. Soube que a JBS, da estrepitosa publicidade do "Friboi”, destinara 400 milhões para financiamento dos mais diversos partidos.

Temer logo incorporou o PMDB. Embora já estivessem favorecidos, partidos que apoiavam Dilma - Temer. Mas como a campanha, pelos planos, custaria por volta de 400 milhões, não poderiam desperdiçar DOADORES como esse.

(Diga-se a bem da verdade, nesse momento, Temer não conhecia a face oculta da poderosa JBS. Todos acreditavam que fossem apenas produtores e exportadores de carne. Surpresa colossal quando descobriram que eram também corruptos e corruptores, ganharam fortunas ROUBANDO os funcionários dos Fundos da Petrobras, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Correios.

Um dos irmãos foi preso, mas logo solto com um acordo: depositaram 1 bilhão 350 milhões, para prevenir prejuízos futuros, muito maiores do que isso. E o processo parou. Meirelles, que sabia de tudo, fez uma explicação imediata e mentirosa: "Eu mandava menos do que um continuo". (Banqueiro que fez fortuna na Europa, presidente do Banco Central, iria servir aos irmãos como continuo).

Agora, depois da conspiração vitoriosa, e passando de presidente provisório a presidente indireto, Temer se vê ameaçado pela Lava-Jato e pelo TSE. O próprio Odebrecht, apesar de cauteloso, mencionou os 150 milhões da doação. Numa campanha que custou 430 milhões vindo de uma potencia como a maior empreiteira do Brasil e do mundo, nada disparatado.

PS- Em relação ao TSE, estou terminando as verificações, transformando INFORMES em INFORMAÇÕES.

PS2- Talvez termine ainda esta semana, mostrando a divisão do TSE, entre os que não querem julgamento. E os que acreditam que prorrogação indefinida, já será um bom resultado.





***



O carnaval da Lava-Jato, a quarta feira de cinzas, de Temer, Odebrecht, TSE

Começa hoje, tumultuado, angustiado, desesperado, políticos com mais medo do silencio do sigilo, do que dos milhões que se divertem, de forma estrondosa e barulhenta. E como sempre termina na quarta feira de cinzas, agora com uma novidade, que atinge ou pode atingir muitos políticos, principalmente o presidente indireto, sem eleição e sem votos.

O relator do processo de cassação da chapa Dilma, Ministro Herman Benjamin, honrou seu titulo e sua função, intimou Marcelo Odebrecht para depor nesse processo. De acordo com informações anexadas nas investigações feitas pelo TSE, ele sabe muito sobre a "dinheirama" desperdiçada pelos dois, na campanha presidencial de 2014.

Cauteloso, consultou o Ministro Fachin, o Procurador Geral Janot, o juiz Federal, Sergio Moro. Os três responderam que não havia INCONVENIENTE, intimou o responsável pela "delação do fim do mundo". Como estávamos e estamos em pleno carnaval, marcou o depoimento para a quarta feira de cinzas.

SE NÃO HOUVER "PROTEÇÃO", NA CERTA HAVERÁ CASSAÇÃO

 As informações e informes que surgem do TSE, não deixam duvidas: computados os votos dos atuais 7 Ministros, a cassação será consumada, como já teria ocorrido, se Toffoli e Gilmar Mendes não participassem do TSE como presidentes. O pedido de cassação, assinado e encaminhado por Aécio Neves logo depois da derrota, está completando 2 anos.

Nesse tempo, Toffoli e Gilmar, atravessaram de todas as maneiras o desfile do processo. Gilmar, que assumiu em maio de 2016, fez o possível e o inimaginável, para que Temer não perca o mandato ilegítimo, quer dizer, duas vezes ilegítimo. O de vice, com dinheiro de propina. E o de presidente indireto, apropriado pela conspiração parlamentar. Só está sendo julgado pelo primeiro. 

O JUIZ VISITA O RÉU

Nesses 10 meses em que preside o TSE, Gilmar deu todas as manifestações de sua cumplicidade no NÃO julgamento do processo. E para deixar bem clara a parcialidade, visitou Temer varias vezes, num dos seus esplendidos palácios. E mais: precisando visitar a filha que mora na  Alemanha, pegou "carona"no avião presidencial. Temer ia a Portugal, no velório do grande Mario Soares.Temer ficou menos de 1 hora, Gilmar nem fingiu, não deu sequer uma"passada" no velório.

A opinião publica está mais ligada nesse processo do que imaginam. E Temer. Alem das ajudas de ministros amigos, é favorecido pelo destino. Dois ministros terminam o mandato até maio, têm que ser substituídos pelo próprio Temer, que encontrará facilmente, dois novos Alexandre Moraes. (Assim em minúscula). Mais uma vez, o RÈU escolhendo os juízes. 

E depois do excelente esforço do relator, e do conhecimento dos outros Ministros, a indispensável colocação na pauta para julgamento. Isso cabe e caberá exclusivamente ao presidente, que não tem prazo para isso. Basta lembrar duas oportunidades em que Gilmar estarreceu o Supremo.

1- Num processo em que o "seu lado" perdia de 7 a 1, pediu vista. E só devolveu 14 meses depois.2- Dona Dilma nomeou Lula Ministro Chefe da Casa civil,  era um  direito dela. recorreram ao Supremo. Relator: Gilmar Mendes. Não decidiu, engavetou o recurso, foi viajar, Estarrecimento geral. (O Ministro Celso Mello, que iria aprovar a nomeação de Lula, votou agora a favor  de Moreira Franco).

Como aceitar nesse mesmo Gilmar, agora Presidente do TSE?

 Meirelles e a CPMF

Foi a São Paulo, tentar convencer empresários, que conhecem a realidade melhor do que ele, que “a recessão é coisa do passado". Como sentiu desconfiança, resolveu agradá-los. E repetiu pela terceira vez: "Não estamos pensando em recriar a CPMF, NO MOMENTO". 

A chave da frase é essa duvida ou mostrar a sua disposição de não criar mais impostos, que recairiam, segundo ele, principalmente sobre os "empresários, que tanto ajudam o país". Com menos de 30 dias no governo, criticou a CPMF. Meses depois, insistiu na farsa de que não recriaria a CPMF.

Agora vem com o mesmo assunto, não esquecendo de dizer, NO MOMENTO, "foi uma grande batalha não implantar a CPMF". Se for obrigado a colocar em ação o imposto, dirá, "lutei mas fui vencido". Não ha nenhuma possibilidade desse imposto voltar, seria uma contradição com o otimismo vazio, dele e do indireto.

RENAN E EDISON LOBÃO, TRAMAM A APROVAÇÃO DO ANTI LAVA-JATO

Trata-se de votar imediatamente, o projeto que Renan ainda presidente do Senado, retirou do arquivo, 8 anos depois. Chamou de projeto contra o "abuso de autoridade", mas na verdade era um canhão para atingir a Lava-Jato. 

Aprovado na Câmara, foi para o Senado, Renan pediu URGÊNCIA para a votação. DERROTADISSIMO, teve que abandoná-lo.

Ontem o próprio Renan e o presidente da CCJ, decidiram colocar o projeto na pauta da Comissão. E garantem que agora sairão vitoriosos. não duvido. O fato de ainda estarem livres, prova de força.

O NOVO MINISTRO DA JUSTIÇA

“Quando Temer declarou,” o Ministro da Justiça será escolhido diretamente por mim, duvidei. E cometei:"Então será alguém SUBSERVIENTE ou SURPREENDENTE". Falhou varias vezes, inicialmente tentou nomear o mesmo que foi vetado no inicio do governo. Aconteceu que o fato se repetiu agora,O personagem é  um jurista, que assinou manifesto contra a Lava-Jato. 100 assinaturas insensatas ou despudoradas.

 Foi errando e se conflitando com muita gente. Até que deixou a escolha com o PMDB, desde que não tivesse envolvimento, citação ou ligação com a Lava-Jato. Aí o campo ficou restrito. E surgiu um Ministro SURPREENDENTE, mas de forma totalmente positiva. Seu nome, Osmar Serralho.

 Está no quinto mandato. No segundo se destacou presidindo uma CPI importante que produziu notáveis resultados. Não é corrupto, nem faz política com espírito de ódio ou vingança, apesar de ser sempre injustiçado. Cotado para governador do Paraná, duas vezes para prefeito de Curitiba, torpedeado internamente.

PS- Com a saída de Serra do Ministério do Exterior, outro conflito, tumulto e confusão no governo. Como não têm quadros ou personagens importantes, falam até no Corruptasso. Que Republica.


PS2: VOLTAMOS NA SEMANA APÓS O CARNAVAL








***






Meirelles: "Acabou a RECESSÃO, o país voltou a CRESCER"

Fanfarrão, com um ego quase tão grande quanto o de FHC, sem o menor constrangimento, transforma o imaginário em falsa realidade, e mistifica a comunidade. Principais pontos que o Ministro relaciona como FIM DA RECESSÃO E VOLTA DO CRESCIMENTO.

1-Queda da inflação. 2- Redução dos juros. 3- "Sinais" de recuperação industrial. 4- O pais entrou na rota do crescimento econômico.5- O Brasil enfrentou a maior recessão da sua Historia 6- Mas a mensagem importante é que essa recessão já terminou. 7- A confiança na retomada econômica do Brasil, é IMPRESSIONANTE.

Tudo isso dito textualmente, achei que não precisava colocar entre aspas. Ao lado dele, com o sorriso dúbio e supérfluo de sempre, o presidente indireto. Dando a impressão de que acreditava em tudo. Pois seu roteiro de pouco mais de 9 meses, inclui o otimismo vazio, e sem nenhuma duvida. 

Como ele insiste, "estamos colocando o país nos trilhos". Sem que o país saia da beira do precipício, o indireto não percebe que o perigo verdadeiro, é que se precipite no abismo, levando os carros e os trilhos. Essa é a mensagem dupla de. Meirelles e Temer.

O OTIMISMO FALSO, E A REALIDADE VERDADEIRA

Meirelles não devia falar sobre o Banco Central. Alguns acreditam que o BC tem mesmo autonomia. Mas não é só isso. Ele foi presidente deste BC, por 4 anos, no primeiro mandato de Lula. Na Europa, enriqueceu como banqueiro. Veio para o Brasil fazer carreira política. "Eleito" deputado Federal com 183 mil votos, num estado que nem o conhecia.

Foi a Brasília se preparar para a posse. No aeroporto, conheceu Lula, que o convidou para presidir o Banco Central, mas precisava renunciar ao mandato. O que fez na hora. Ficou 4 anos, Lula foi reeleito, empossou outro presidente para o BC, nem falou nada com ele.

Agora, ele e o presidente indireto, deram coletiva, orgulhosos do sucesso que estão obtendo com a inflação. Especialistas espalham que a inflação fechará 2017, em 4,43. Estava em 4,49. Logo depois da coletiva, foi publicada a previa de fevereiro: 5,02, infelicidade para os dois.

Conclusão: o Brasil está com 12 milhões e 500 mil desempregados. Na ultima pesquisa do IBGE, eram 12 milhões e 300 mil. Não foram beneficiados, e ainda perderam 200 mil vagas. Temer e Meirelles tinham e têm tudo para ficarem em silencio. Pelo menos até á decisão do TSE, que vai cassar o mandato de Temer. E logicamente, Meirelles será mais um desempregado.

O CORRUPTO JUCÁ, PORTA VOZ DO CONGRESSO

Com apoio de mais de 30 senadores, apresentou projeto dando imunidade a presidentes da Câmara e do Senado, por irregularidades praticadas antes de ocuparem os cargos. Ficavam comparados aos presidentes da Republica.

Os que assinaram o projeto, gritaram retiraram os nomes, a intenção de Jucá naufragou, o mesmo que ele disse quando assumiu a presidência do PMDB, para facilitar o impeachment de Dona Dilma.
Ontem, o ex-ministro por uma semana, voltou a se pronunciar. E de maneira taxativa, sem necessidade de interpretação: "O Congresso não ADMITE, o fim do foro privilegiado". Terá que desmentir, antes que seja desmentido pelo Supremo, a quem cabe liquidar com essa vergonha. Que já devia ter sido liquidada.

AÉCIO PROVOCA O SUPREMO

Depois de ter sido citado varias vezes na Lava Jato e gravemente em escândalos em Furnas, resolveu tratar do seu futuro. Motivo: considera que será indicado pelo PSDB para disputar a eleição presidencial de 2018. Mas precisa de esclarecimento sobre a chamada "delação do fim do mundo".

Como os depoimentos estão guardados na famosa "sala do cofre", entrou no Supremo, pedindo a quebra do sigilo. O Ministro Fachin não deixou o presidente do PSDB, esperando muito: RECUSOU. 

Sergio Cabral, réu pela QUINTA VEZ

O juiz Federal Marcelo Bretas, comanda a ramificação da Lava-Jato, nos processos que tramitam no Estado do Rio. Ontem, aceitou a denuncia do Ministério Publico, sobre mais 151 acusações de lavagem de dinheiro. Com isso, o ex-governador passa a ser REU pela quinta vez.

Em questões políticas, isso acontece pela primeira vez. Existem chefes de facções criminosas, condenados três vezes E apenas um bandido, 4 vezes. Todos presos e ainda respondendo a vários processos. Alguns encarcerados ha mais de 20 anos, e sabendo que não serão libertados nunca mais.

PS- Ontem á tarde o BC anunciou mais um corte da Selic. Como estava fartamente anunciado, a redução foi igual á do mês passado: menos 0,75. Com isso, os juros caíram para 12,25.

PS2- Ainda estamos longe do aceitável, mas é preciso cumprir o que foi afirmado publicamente: "Trazer a Selic para um patamar BEM ABAIXO dos 10 por cento". Não é difícil ou impensável.

PS3- Basta que no decorrer deste 2017, a taxa seja reduzida em 0,75 mais 5 vezes. Isso daria uma redução a partir de agora, de 3,75. Como está em 12,25, ficaria em 8,50. Ainda é muito alta, mas muito melhor. A baixa dos juros tem influencia em toda a economia. Venho pregando isso, desde 2015.




***



Rodrigo Maia. Depois da "reeleição", se desgasta com a arrogância

Nem ele acreditava que pudesse chegar tão longe. No quinto mandato de deputado federal, ficou praticamente desencontrado ou despercebido, jamais desperdiçado. Ocupou, por rodízio, a presidência do DEM, que mudou de nome, para que esquecessem que já foi PFL, com todos os resquícios ditatoriais.

A vacância do importantíssimo cargo de Presidente da Câmara, por causa da renuncia e cassação do CORRUPTISSIMO Eduardo Cunha, criou um vazio que precisava ser preenchido mediatamente. Já se disse tudo sobre o ex- e nada é injusto ou inverídico. Mas um fato é irrefutável: ele tinha comando e capacidade de proselitismo acima de qualquer contestação. Criou um grupo político que mandou e desmandou.

Era preciso substituição imediata, o próprio ex-lançou Rogerio Rosso, que ele colocara, sem eleição, como Presidente da Comissão Especial do Impeachment. Rodrigo Maia percebeu a oportunidade, a fragilidade do candidato, se ligou a Temer, ficou fortíssimo, praticamente invencível, o que foi confirmado pela eleição.

Eram 7 meses de presidente da Câmara, com um adendo inédito em toda a Republica. Como o vice estava na presidência, todas as vezes que não estivesse no cargo, (eventualmente viagens), o presidente da Câmara assumia.  O que aconteceu varias vezes, elevando o ego e a conseqüente ambição de Maia, a limites jamais imaginados.

A "REELEIÇÃO", A IMAGINAÇÃO E A CONQUISTA DE MAIS 2 ANOS

Começou logo a se movimentar no caminho da candidatura a governador, surpreendente mas não execrável. Só que percebeu que 7 meses passam rápido, começou a transar a "REELEIÇÃO", sempre com o apoio do Planalto.  E a garantia antecipada e não esperada do Supremo.

Os adversários que diziam "entraremos com todos os recursos possíveis", preferiram o silencio. E o Rodrigo Maia que assumiu sem problemas, é outro, parceiro de Renan e Jucá. Como eles, adversário da lava-Jato, ostensivo e sem medo de coisa alguma.

Já vinha mudando em novembro, antes mesmo da " REELEIÇAO". Seguindo o mestrado de Renan, resistiu a uma decisão magistral do ministro Fux, a respeito do projeto popular com mais de 2 milhões e 400 mil assinaturas, e tem tramitação especial, determinada pela Constituição. 

NA "sessão da madrugada", deturparam o conteúdo do projeto, que foi aprovado na Câmara. Enviado para o Senado, ficou meses e não foi votado. Começou a traição de Maia á Constituição e á comunidade. Em relação ao Ministro Fux, mostrou toda a incompetência, afirmando publicamente: "Não sei o que fazer". Estarrecido, recebeu o projeto enviado pelo Senado, agindo contra a opinião publica.

MAIA "GANHA" TEMPO

Pressionado por conselheiros da Câmara, determinou a "conferencia " das mais de 2 milhões de assinaturas o que deve levar de 2 a 3 meses. E já garantiu: "Terminada a contagem, mando tudo para o Senado". O presidente Eunicio já disse que não recebe, '"a votação tem quer ser feita pela Câmara", o que é rigorosamente verdadeiro.

Maia continua mudando de posição quase diariamente, principalmente movido pela certeza de que pode ser governador do Estado do Rio em 2018. Para um presidente da Câmara, devia ser mais bem informado. O tempo do presidente indireto está se esgotando no TSE. Com isso haverá eleição indireta para presidente e vice. E Rodrigo Maia voltará á planície da Câmara, com a mudança no Planalto da Republica.

De qualquer maneira, enfrenta grande resistência, em Brasília e no Estado do Rio. Está tentando levar tudo em alta velocidade, sem a menor consideração por ninguém. Tem legenda para se candidatar, mas até agora não tem votos. E corre o risco de disputar, perder, e ficar pelo menos 4 anos sem mandato. Pode até se mirar no exemplo do pai.

Depois de muito tempo prefeito, Cesar Maia se candidatou a senador, perdeu. 4 anos mais tarde concorreu a governador, nova derrota. Nos intervalos finge de vereador. Em 2018, pai e filho têm que se acertar.

Cesar pretendia disputar o governo, mas pode trocar para senador, são duas vagas, talvez se eleja e ajude o filho. Principalmente porque política e eleitoralmente o estado e o Rio capital, sofreram tremenda devastação. 

Aparentemente sobrou apenas Eduardo Paes. Ou talvez Crivella, que pressionado pelo tio poderoso, pode se desincompatibilizar e concorrer a governador. È um projeto antigo do dono da Record, atrasado por causa de duas derrotas do sobrinho.
 A farsa da sabatina levou o dia todo

Começou exatamente ás 10 horas, como estava marcado. E o presidente tendo que negar uma questão de ordem, logicamente da oposição. Não houve um momento de interesse, de emoção, de sensação. Nem na replica ou na treplica, saíram do lugar comum. A cobertura da comunicação, total, as televisões abandonaram seus programas habituais, transmitiram como se fosse um grande espetáculo.

Alexandre não tem perfil de Ministro, seriedade de Ministro, competência de Ministro. Tenho que confessar com imensa tristeza: Renan Calheiros estava coberto de razão, quando comparou Moraes, então ministro da Justiça, a um "chefete de policia". Foi falando por falar, desperdiçou o tempo geral, fingindo que "reforçaria o Supremo", que era o homem certo para o cargo certo

As 16,20 comentou: "Havendo solução de confronto, deve se dar prioridade e preservar a harmonia do poderes". Logo depois tratou do "perigo de uma crise institucional, que pode ser provocada pela falta de serenidade". Não localizou o Poder onde estariam os mais exaltados.

Mas deixou entrever que ele é sempre um homem calmo, aberto ao dialogo e ao entendimento. "Esqueceu" da violência que a policia de São Paulo praticava contra estudantes que ocupavam escolas. Ou das arbitrariedades da "Força Tarefa", no estranho "caso do hacker".

 Nos dois episódios, ele era o Secretario de Segurança, sabidamente pretendendo se candidatar a governador. Com impossibilidade total, era filiado ao PSDB. Sua vida sofreu a reviravolta que o país está assistindo. Foi Ministro da Justiça e indicado para o Supremo, filiado ao PSDB. Lógico, teve que se desfiliar.

O PLENARIO, REPETIÇÂO, EM TEMPO MAIOR, DA CCJ

Queriam acabar tudo na mesma terça. Da CCJ continuariam para o plenário, erraram completamente nos cálculos. Levaram mais de 10 horas, numa Comissão que entre efetivos e suplentes, tem 26 membros. Ainda não decidiram se a sabatina no plenário será hoje quarta estavam todos exaustos. Mais 1 ou 2 dias, nenhuma importância, só contrariedade.

Pelo tempo consumido na CCJ, quase impossível, que a sessão no plenário, esgote o assunto num dia, quarta, hoje, ou quinta amanhã. Perguntinha inócua: as televisões continuarão acreditando na certeza da audiência?

TRUMP NO PLANO INTERNO

Tragédia total. Arrogante, teve seus poderes reduzidos pela justiça, em 3 instancias. Com 15 dias na Casa Branca, demitiu o Conselheiro de Segurança, personagem de enorme importância. E não consegue substituto. O ultimo convidado (ante ontem) mais admirador de Obama do que de Trump, recusou.

A secretaria de Educação, que não tem títulos ou credenciais para o cargo, foi vetada pelos 2 partidos no referendo do Senado. Com muito esforço, conseguiram que os 100 senadores, se dividíssem, 50 a 50. Foi necessário que o vice presidente, que eventualmente preside o Senado, desalojasse o efetivo, sentasse na cadeira por 1 minuto, e aprovasse a secretaria por 51 a 50. Total estranho de 101, num Senado que só tem 100 titulares.

O senador Saunders, acertou em cheio. Se em apenas 1 mês, Trump cometeu tanta incongruência, incoerência e incompetência, imaginemos o que acontecerá com os EUA e o mundo, se ele completar 1 ano. Não será preciso MULTIPLICAR os erros de agora, basta SOMA-LOS. Será uma verdadeira tragédia grega, em tradução livre para vários idiomas.

PS- Lição que vem da Espanha, (terra do meu pai, que nasceu em Barcelona) para os recebedores de propina das empreiteiras roubalheiras. O Rei Felipe Sexto, teve a irmã e o cunhado, envolvidos em desvio de dinheiro publico.

PS2 - Processados, ele foi condenado a 6 anos de prisão. Sem foro privilegiado ou aristocrático, o Procurador Geral pediu o imediato cumprimento da pena. A mulher, irmã do Rei, foi absolvida. Mas terá que pagar multa, não insignificante.


PS3- No Brasil, os acusados ocupam cargos elevados, se livram de condenações e prisões, conspirando contra a Lava - Jato. Sem deixarem os cargos, garantidos pelo foro privilegiado. Que Republica.




***





O CORRUPTISSIMO Eduardo Cunha garante: será LIBERTADO, mesmo tendo ROUBADO fortunas

É o personagem mais detestado e desprezado da política brasileira. Isso vem de longe, nada a ver com possíveis e supostas pesquisas de agora. Começou com irregularidades pequenas nas empresas publicas onde trabalhou. Foi demitido, nenhuma outra punição

Considerou que ser lobista era muito melhor, foi morar em Brasília num hotel que era quase privativo deles. Mas não teve muito sucesso, decidiu fazer carreira política. Só que jamais imaginou que atravessasse fronteiras tão altas e aparentemente intransponíveis.

Apesar da descrença inicial firmou sua bandeira em cargos e em contas bancarias. Chegou á Câmara completamente desconhecido, foi se impondo , conquistando terrenos financeiros, trafegando por mar e terra, se impondo por mares nunca dantes navegados. 

O PODER POLITICO E O ENRIQUECIMENTO ILICITO

Não quero escrever a sua biografia, mas ninguém esteve tão perto do Poder total quanto ele. E TROCOU tudo por dinheiro sujo, mas lavado de forma aviltante, ultrajante, humilhante. (Excluo da comparação apenas Eike Batista e o ex-governador Sergio Cabral. Contei e antecipei com exuberância de detalhes, a delação dos dois). 

A do ex-homem mais rico do Brasil, de tal maneira, com tal repercussão, que provocou até reuniões na prisão, com ele e seu advogado criminalista estrategista. Não puderam desmentir nada, mas se perguntavam: "Como é que o jornalista podia revelar fatos de uma delação que ainda não foi feita, nem se sabe que exigências serão aceitas?".

 O DOMINIO DA CAMARA, ANTES DA PRESIDENCIA

O primeiro e o segundo mandato, (um estadual) dedicados ao enriquecimento deslavado. Era tanto dinheiro, vindo de tantos lugares, que teve que "inventar" um esconderijo no exterior, para fingir que não tinha nada. Não por generosidade mas por tática e estratégia, "ajudou" companheiros, de todas as maneiras, fazia parte do seu plano de poder parlamentar. 

Em 2014, o mandato definitivo. Tomou posse em 31 de janeiro de 2015, no dia 2 de fevereiro, se elegia presidente da Câmara. Estava riquíssimo e começava a tomada do Poder político. No governo ninguém percebeu, foram massacrados pelo rolo compressor que Eduardo Cunha manejava. Seu mandato iria até 1 de fevereiro de 2017, 2 anos. Mas chegou ao apogeu, atingiu a ascensão e começou a queda, em pouco mais de 17 meses.

 O IMPEACHMENT DE DONA DILMA REPRESENTOU A DERRUBADA DE CUNHA

Chegou ao máximo naquele domingo de 17 de abril de 2016. Era o grande vitorioso, não percebeu que a vitoria não lhe pertencia. Foi sustentado pelos amigos, mas imediatamente esquecido e abandonado, pelos que chegaram ao poder por sua causa. Afastado do mandato, perdeu a presidência, teve que renunciar. E mesmo renunciando, foi cassado, sem uma palavra de quem chegou a três palácios, sem ele provavelmente nem continuaria vice.

NÃO IMAGINOU QUE SERIA PRESO

Mas declarou a amigos, e logo foi vastamente publicado: "Se me acontecer alguma coisa, entro com recurso na Segunda Turma do Supremo. Lá tenho 2 votos garantidos, e o terceiro quase certo". Foi preso em outubro, dizem que ficou surpreendidissimo.

Perdeu tempo falando no livro que publicaria, segundo ele, "mais destruidor do que uma delação, sem a covardia de entregar pessoas". Nem uma coisa nem outra. No ultimo dia antes do recesso, entrou com recurso no Supremo. O que esperava: haveria rodízio de ministros plantonistas, um deles mandaria libertá-lo. Ficou na esperança.

A presidente Carmem Lucia, que lê jornal e vê televisão, imediatamente colocou em pauta para o plenário, o recurso do ex-presidente da Câmara. Votado, ele perdeu por 8 a 1. Agora, amigos e advogados, tramam renovar o plano: entrariam com Habeas - Corpus na Segunda Turma. Perderá novamente. Embora insistam que ganham por  3 a 2, "no mínimo". 

Isso é só para responder em liberdade, aos diversos processos a que responde. Quando o Ministério Público denunciá-lo, aí começarão as condenações. Não adianta ter ROUBADO tanto. Em 2014 foi eleito deputado Federal, 4 anos de mandato, e 2 de presidente da Câmara.

Nas mesmas datas, Dona Dilma foi reeleita e tomou posse para um novo mandato de 4 anos. O país inteiro conhece o destino dos dois, e o que o calendário reservou para o futuro.

Ela, pelo menos, está e ficará em LIBERDADE. Ele, em alguns dias, fará 60 anos, sem LIBERDADE.

O CARNAVAL DOS JUROS

Hoje, terça, o Banco Central ainda não anunciou o que fará em fevereiro para reduzir a Selic. Depois de 9 meses cortou 0,75, e prometeu fazer o mesmo todos os meses. Menos novembro-dezembro, e já se passaram outros dois, janeiro-fevereiro. Sobram 8 meses.

Assim mesmo, se cortar o prometido, 8 vezes 0,75, a redução no ano, será de 6 por cento. Como está em 13, descerá para 7, Dona Dilma começou exatamente com esse numero, deixou que chegasse a 14. Mas é difícil acreditar em promessas incertas. Como tudo que acontece com esse governo indireto.

Um só exemplo. O presidente do BC gosta de seguir a regra de Lula e  Dilma, fazer a divulgação na ultima quarta feira do mês. Acontece que em 2017, o ultimo dia é em 28, uma terça feira. A seguir é dia primeiro, quarta feira de cinzas, em pleno carnaval. Ainda não decidiram nada, nem confirmam o corte de 0,75, que o Brasil todo espera.

A CLAMOROSA E CRIMINOSA "VENDA" DA CEDAE

Começou ontem, segunda, a tramitação na Alerj do escândalo da "entrega" de uma das mais importantes empresas do estado da Guanabara. Com a mudança da capital, criada a Guanabara, eleito Carlos Lacerda, assumiu já pensando em acabar com a falta d’água no Rio, que já durava mais de 20 anos.

Escolheu duas grandes figuras para construir a obra. O engenheiro Veiga Brito, tecnicamente, e o economista Helio Beltrão, que fez 5 viagens aos EUA, para conseguir o financiamento. Depois de muitas negociações, obteve com juros anuais de 1/ e 5 oitavos, os americanos adoram essas frações.

Algum tempo depois, a ditadura decidiu construir a Ponte Rio - Niterói, excelente obra, que já estava prevista na Constituição de 1791. Andreazza e Delfin Neto (Ministro dos Transportes e Fazenda) pagaram a grupos britânicos pelo financiamento, juros de 12 por cento, loucura completa.

Acompanhei diariamente as duas obras, logicamente escrevendo. Fui muitas vezes ao Guandu com Veiga e Lacerda, descíamos numa caçamba, enquanto a dinamite explodia as rochas. 

Sobre a Ponte Rio Niterói, escrevi uma serie de 6 reportagens, todas com o titulo geral: "A PONTE DE OURO SOBRE O MAR DE LAMA". Agora é a vez da Cedae, por míseros 5 bilhões. A empresa dá lucro, só que é pessimamente administrada, desculpem o uso indevido da palavra.

A FARSA DA SABATINA DE ALEXANDRE DE MORAES


Na Comissão termina hoje, terça, o que não se sabe é quem presidirá. Escolheram o CORRUPTISSIMO Lobão, agora estão envergonhados e constrangidos. Mas a aprovação não corre perigo. Se terminar cedo, aprovam no plenário ainda hoje. Se demorar, fica para amanhã, quarta.





***





Edison Lobão, VERGONHA de uma nação

Seu primeiro e único emprego particular, foi num jornal de Brasília. Pouca gente sabe e ele não se lembra. Durou pouco, não pode nem ser chamado de ex-jornalista. Era tão inexpressivo, que todos na redação usavam um jogo de palavras para identificá-lo como Edison BOBÃO.

Um  dia conheceu José  Sarney, que despontava e desmontava os 40 anos de Vitorino Freire, triturando o Maranhão. O hoje ex-Presidente da Republica implantava sua maquina, que ultrapassou muito,em tempo, poder político e financeiro,o quase inatingível anterior.

Num  ato de grande esperteza,Lobão acompanhou,se aglutinou e se acumpliciou com  Sarney,seguindo-o por toda a vida. Abandonou o jornal, não queria se despedir de ninguém, encontrar com aqueles que usavam seu sobrenome, depreciativamente.

Não se arrependeu. A ligação subserviente com o novo Poder que surgia no estado e se projetaria no país, lhe garantiu a eternidade publica, e a consequente impunidade em todos cargos que ocupou.

Fez uma carreira  sempre ascendente, começou deputado federal, como o mestre, substituiu-o ou seguiu-o irrefutavelmente, com apenas uma exceção: não foi Presidente da Republica. Uma visível injustiça do destino. Agora, desmoralizado e desacreditado, consulta sua carteira de identidade, constata que não tem mais tempo para ilusões.

EDISON PAI GOVERNADOR, E EDISON FILHO, ENRIQUECIDOS JUNTOS

Exerceu vários mandatos de deputado, antes de governar o estado, o Maranhão não merecia isso. Sarney já era senador, a filha governadora, não havia reeleição, precisavam de alguém fora da família. O mais perto e confiável: Edison pai. Foi eleito, claro, dominavam inteiramente o estado. Deixou o ostracismo da Câmara para  a reluzente e esplendida posição de governador.

 De pobretão, enriqueceu no estado mais pobre do país. Mas o filho fez fortuna também, tinha o nome e o DNA do pai. Não tinha nem se interessava por cargos, intermediava negócios entre empresários ávidos e o governador complacente. Eram escândalos em cima de escândalos, denunciados sem qualquer resultado.

Os recursos obtidos dessa forma, eram depositados fora do Maranhão. O pai, cada vez mais desligado, o estado roubado, o filho rotulado abertamente de "EDINHO, 30", referencia á comissão que cobrava como intermediário.

(Para confirmar o apelido, fonte da fortuna ilícita, consultar o perfil do pai e do filho, publicado pelo Globo Pagina 6, 17 de fevereiro de 2017. Não foi nem um "furo" do jornal, era a  voz do povo, já repetida tantas vezes).

Terminado o mandato, Lobão pai se elege senador, com Lobão filho suplente. Não demora muito o pai é nomeado Ministro de Minas e Energia, o filho se transforma em senador. Continuam fazendo negócios, "estarrecem "Brasília, cada um tem uma vistosa Ferrari, sem motorista. Fazem questão de se exibirem, ou melhor, exibirem o que podem comprar e ostentar com o enriquecimento ilícito. Surpreendentemente Ministro de Lula, continua com a sucessora dele.

LOBAO FIHO PERDE PARA GOVERNADOR,
LOBÃO PAI ENQUADRADO NA LAVA-JATO

Acreditando que pode tudo, tenta passar de "Edinho 30" a "Edinho 100", em vez de intermediário, o poderoso chefão. Perde para um comunista, boa figura, sem tradição eleitoral. È a decadência da "família". Lobão pai é enquadrado em 4 investigações sobre as propinas das empreiteiras- roubalheiras da Petrobras. E também em irregularidades na construção da usina de Belo Monte.

FINAL INFELIZ: È ACLAMADO NA CCJ

Apesar de todas as precauções para a sabatina do supérfluo e inócuo Alexandre de Moraes, ainda não estavam tranquilos. Renan e Sarney, (mostrando que a ligação continua depois de 40 anos), insistiram em colocar Lobão pai na presidência. Mas não queriam eleição, tinham medo de perder para o candidato de Eunicio de Oliveira.

Então forjaram a aclamação, que arruinou todo o roteiro preparado por Renan-Sarney. Consideravam Lobão pai na CCJ,provocação.

Os últimos dias foram amaldiçoados para Lobão pai. Cresceu a gritaria contra a sua permanência presidindo a CCJ da sabatina de amanhã.

O Senado não está mais presidido por Renan, mas tudo pode acontecer, ele ainda está no comando. Para Lobão pai se aproximam os últimos dias de Pompéia. Seu mandato termina  em  2018, são duas vagas, tentará  se reeleger. A Constituição de 1791,a primeira da Republica, permitia a candidatura de presos políticos.

A Constituição de 1946 acabou com isso. E é preciso muita imprevidência ou imprudência, para considerar Lobão pai, PRESO POLITICO.

Delator delatado

Foi uma semana contraditória, tumultuada e perigosa para Paulo Roberto Costa. Como diretor da Petrobras, e o primeiro a iniciar a lista de depoimentos em Curitiba, ganhou notoriedade e impunidade progressiva. "Entregou" muita gente, mas pode perder tudo com duas mentiras. Uma denunciada pelo Procurador Geral da Republica. A outra revelada com exclusividade pelo repórter.

1- Rodrigo Janot descobriu que Paulo Roberto falseou dados premeditadamente. E se beneficiou da versão contada á equipe da Lava-jato. Conferiu tudo, pediu oficialmente ao Supremo, (Ministro Fachin) que anule as declarações do delator, e torne sem efeito, as imunidades de liberdade, que vem gozando ha quase 3 anos .

Se o Ministro Fachin concordar com o pedido, Paulo Roberto voltará para a prisão. E poderá haver reviravolta em casos que tiveram inicio e prosseguimento com base nos seus depoimentos. Angustia e ansiedade, rondam o espetáculo.

2- A outra mentira ocorreu 24 horas antes da intervenção do Procurador Geral. Que nem sabia do fato, quando redigiu o pedido. Paulo Roberto estava intimado pelo Juiz Sergio Moro, a ir a Curitiba para um depoimento. 

Através dos advogados, comunicou ao juiz, que não tinha DINHEIRO PARA COMPRAR A PASSAGEM DO AVIÃO. Pedia que o depoimento fosse feito sem a presença pessoal, Moro concordou. Falsidade deslavada e sem a menor base na realidade.

(O delator continua com muitos recursos, apesar de ter devolvido uma parte. O que acontece com todos os que fizeram acordo de devolução. Alguém acredita que quem devolveu ficou sem nada? Um delator devolveu 170 milhões, vive sem nenhum problema. Luxuosamente, numa casa de campo maravilhosa).

No caso de Paulo  Roberto, ele  estava em pânico, pois tinha que viajar em avião
comercial. Sabia do que acontecera com outros como ele. Vaiados, xingados e até agredidos, tem recursos para fretar um jato particular. Mas como explicaria essa viagem? De qualquer maneira, o delator corre serio risco, principalmente com o pedido do Procurador Geral.

Continuo acreditando que muitos delatores foram fundamentais para as investigações da lava-Jato. Desde que revelem ou revelaram,fatos do seu conhecimento, ou dos quais participaram e não apenas  invenções. 

TRUMP: 30 DIAS DO OCASO E NÃO DO ACASO

O senador Saunders, que começou como jornalista, afirmou ontem: "Desde que cobri coletiva, de 1957 até hoje, não conheci um presidente tão lamentável quanto o que está no poder". Isso é o mínimo que se pode dizer. Tudo é negativo, nada positivo. Manteve a incoerência e a incompetência, mas retrocedeu completamente.

NO PLANO EXTERNO

Insensatamente atacou o consenso da "China única", mantido ha mais de 40 anos por vários países, incluindo os EUA. Agora mudou inteiramente de rumo, "namora" escandalosamente o Primeiro ministro. Com a Rússia mantinha envolvimento "conspiratório" com Putin, chegou a pedir que ele denunciasse a atuação de Hillary como Secretaria de Estado. 





***




Quem fará DELAÇÃO primeiro: Eike ou Cabral?

Eu mesmo não acreditava que o ex-governador pudesse fazer delação. E cheguei a comentar que ele não tinha a quem entregar. Era o comandante de tudo, os que se acumpliciaram para roubar o dinheiro do contribuinte, estão todos presos.

E apesar do vulto e do volume movimentado, são meros coadjuvantes. (Á exceção de Eike Batista, o único que não tem limite no mundo inteiro).

Mas a partir de fatos melancólicos, acontecidos em Bangu, apesar de inteiramente compreensíveis, passaram a admitir a delação do ex-governador. Continuo a ficar em duvida, mas os rumores e as conversas de bastidores, são muito fortes e repetidas de fontes diferentes. 

Insistem que quando governador, Sergio Cabral favoreceu muita gente que estava acima dele, não administrativamente. Mas que mobilizada na época, poderia prejudicar a sua carreira política. Assustados, têm feito o possível para melhorar as condições de sua permanência forçada. Só isso não chega, diante dos favores, privilégios e até promoções recebidas.

Sem comentários. Mas como todos têm íntimos e não podem ficar eternamente em silencio, sussurros passam a ser interpretados como verdades. Jornais, rádios e televisões, já noticiaram com destaque: "Sergio Cabral será condenado a 50 anos de prisão". Não escrevi uma linha sobre o assunto.

A DELAÇÃO DO ASSUSTADO EIKE

Esse pretende enfrentar Delegados e Ministério Publico, como quem entra num confessionário. Os olhos fechados, e o silencio rompido apenas pelo volume de suas confissões. Três fatos surpreendentes, mas rigorosamente verdadeiros, e que podem até não demorar.

1- Eike começará contando lances de sua própria carreira. Dirá: "Eu era apenas um empresário normal, abri um restaurante chinês, ficava lá gerenciando esse negocinho". Vai contar que comprou um hotel, e negociava títulos off shore . E perguntará: "Como é que dessa forma  eu podia chegar a ser o homem mais rico do Brasil e do mundo?".

2- Entrará então no que interessa, e que possivelmente explodirá provocando mais repercussão até mesmo do que disseram os "77 da Odebrecht". Pois sua lista só tem primeiríssimo time. Dará detalhes e nomes dos que patrocinaram sua ASCENÇÃO FINANCEIRA E POLITICA. Contará como cresceu o relacionamento com o mundo político, e de onde veio a fabula de dinheiro que o projetou. Publico e privado.

 Acredita que convencerá a todos que tomarão seu depoimento, pois irá falar usando a primeira pessoa, como fez o delator da Odebrecht, Claudio Melo. Dirá que no inicio foi muito pressionado, mas que depois gostou. Chegou a ser o homem mais rico do Brasil, Com números falsos e manobrados. Sabia disso e ficou EMPOLGADO. 

Ser o homem mais rico do MUNDO, isso o fascinou realmente. E com as operações de Bolsa, PROTEGIDO, acumulou ganhos que ninguém conseguiu. E ai era dinheiro verdadeiro, mas jamais imaginou que os políticos fossem tão vorazes. E mais revelações.

3- Para quem dizia, "não farei DELAÇÃO", o que o apavora é a possibilidade de não aceitarem seu depoimento. O que o aterroriza: delação de Sergio Cabral. Exigência que pode impedir a delação de Eike: ele quer ser solto assim que acabar o depoimento. Não será aceito.  Ele volta atrás

TRUMP- NATANAHU

O presidente dos EUA traiu o mundo, o Primeiro Ministro de Israel traiu os próprios judeus. Tiveram um encontro marcado na Casa Branca, com uma declaração disparatada e incompreensível sobre a paz no Oriente Médio. Alem de farsante e mentiroso, Trump revelou seu lado covarde.

È quase unânime a convicção de que a paz entre Israel e Palestina, tem como base a existência de 2 Estados. Ou seja a Palestina obter a independência, elevada á mesma condição de Israel.  Até o povo judeu deseja isso, cansado de guerra e de "alertas".Trump fez uma declaração confusa e sem definição.

Só foi claro quando apoiou os "assentamentos" em território palestino, principal base eleitoral de Natanahu. Enquanto este for Primeiro Ministro, não haverá Paz. Na Casa Branca, nem discursou. Bastou seu ar triunfante.

O CONGRESSO APAVORADO

Pelo menos isso. Em apenas 48 horas voltaram atrás varias vezes. Votaram novo projeto para a REPATRIAÇÃO. Alteraram o projeto que foi executado. E aprovaram um item, incluindo "'cônjuges e parentes" entre os que podiam "repatriar', mesmo dinheiro sujo ou de propina. A reação foi total, eliminaram o privilegio abjeto.

Apresentaram projeto também ominoso e criminoso, comparando os direitos do presidente da Câmara e do Senado, aos do Presidente da Republica. Manifestação imediata de repulsa, rasgaram a mudança. O projeto que truncava os Poderes do TSE, entusiasmo geral. Protesto do próprio TSE, novamente voltaram atrás.

Não fiquem esperançados que Alexandre de Moraes seja vetado, na sabatina farsa para o Supremo. Já viram que Temer deve muito a ele, no episodio do "hacker". Que levou Temer a PROIBIR e CENSURAR a imprensa, já eliminada pelo voto de um juiz constitucional.

O DESEMPREGO SEGUNDO ELISEU PADILHA

Já não tinha muita credencial, pelo fato de ter sido (e ainda ser) Ministro de 3 presidentes, inteiramente diferentes. De FHC, que comprou a primeira REELEIÇÃO da nossa Historia, pagando á vista, com dinheiro de empresários.  Ministro de Dona Dilma, continuou com Temer, mesmo depois da conspiração parlamentar. 

Agora declara: "O desemprego começará a cair ainda no primeiro trimestre".  São 12 milhões e 300 mil brasileiros sem trabalho. Fora os que cansaram de procurar, não encontram mesmo. O doutor Eliseu não poderia adiantar algum numero para que se possa avaliar a importância





***



Temer: com recursos públicos, ESTARDALHAÇO em torno de Dona Marcela

É o caso mais insensato, disparatado e espalhafatoso, envolvendo um Presidente da Republica e sua mulher. E atingindo tais proporções que chegou á CENSURA de jornais. Fora das ditaduras, que dominam a Historia do Brasil, é a primeira vez que um presidente, oficialmente, "pede á justiça que PROIBA jornais de publicarem matérias". E é atendido imediatamente.

Mas seguindo os fatos, na ordem em que aconteceram, temos que registrar. Quando eram ou foram conhecidos apenas por uns poucos, em São Paulo, Temer não era Presidente, e Dona Marcela, lógico, nem pensava em ser Primeira Dama. Mas o vice, que já participava de ações para deixar de ser decorativo, resolveu "quebrar a privacidade", e aparecer espetacularmente.

Chamou o secretario de Segurança de São Paulo, Alexandre de Moraes (ele mesmo, que não sabia de nada), e determinou: "Quero que apure tudo imediatamente, CUSTE O QUE CUSTAR”. Coloquei em maiúscula, porque era dinheiro publico.

O secretario, espertíssimo, sentiu o que o destino colocou nas suas mãos, parou tudo, se dedicou inteiramente a cumprir as ordens do vice. Organizou uma força tarefa com 6 delegados e 35 investigadores, recomendou: "Trabalho em tempo integral”. Não descansaram ,logo prenderam o "culpado", um hacker   desconhecido. 

Confessou imediatamente, o processo correu de forma alucinada, chegou ao juiz, que aceleradamente, providenciou a sentença no máximo para o caso: 5 anos. Acharam pouco, reexaminaram, acrescentaram mais 10 meses. Ficou em 5 anos e 10 meses. Temer cumprimentou Moraes, os dois satisfeitisimos, obtiveram o resultado que esperavam. Sem a menor despesa. CUSTE O QUE CUSTAR, pago pelo contribuinte.

SURPRESA: O FATO REAPARECE COM APARATO

Com Temer já presidente, mesmo indireto, e seu acolito e serviçal, Ministro da Justiça, tudo que parecia terminado, volta a publico. Com dona Marcela, agora PRIMEIRA DAMA, satisfeitíssima nas manchetes. Não havia mais PRIVACIDADE, os jornais consideraram que existia interesse jornalístico, passaram a tratar dele. e dos jornais transferiram a cobertura para as televisões.

 Defenderam Dona Marcela de todas as maneiras. E ela se saiu mito bem, até na televisão, falando com clareza e desembaraço. Menos naquela bravatice e arrogância, fora de qualquer compreensão: "Quer me encontrar, não tenho medo de você". Aí, indefensável, mas jornais e televisões, fingiram que não entenderam.

Só que o presidente indireto, que até esse momento concordava com tudo, achou que estava caminhando em rumos perigosos. Como acha que manda em tudo, mudou o roteiro. E desavizadamente, entrou na justiça, CENSURANDO as publicações. E como não é impossível ou difícil, encontrou um juiz (?) que logo, logo atendeu ao pedido do presidente. 

A repercussão negativa foi terrível o presidente indireto, enfrentou e enfrenta uma ofensiva dos jornais, se defendendo, embora façam o possível para não desgastá-lo, coisa que Temer já fez sozinho. E esse jeito POSSIVEL de preservar o presidente indireto, passou a ser missão IMPOSSIVEL.

O tempo de Temer que ele acredite que irá até 2018, cada vez diminui mais. A VALIDADE do mandato de Temer, invisível. Principalmente porque ele não tem mandato e sim usurpação.

ELISEU PADILHA- RICARDO BARROS

Não tenho a menor simpatia pelo Chefe da Casa Civil. Suas "credenciais" de ser Ministro de três presidentes seguidos, todos diferentes, não pode ser justificado. Mas está sendo criticadissimo, no caso sem razão. Afirmação que estrondou em cima dele: "O presidente Temer, trocou cargos no governo, por apoio no Congresso, Câmara e Senado".

Ha mais de 20 anos, desde os tempos da Tribuna impressa, defendo que é impossível governar com um sistema PRSIDENCIALISTA SUPRA PARTIDARIO. Quer dizer: um pouco PRESIDENCIALISTA e outro pouco PARLAMENTARISTA. Entrega os cargos ou não governa. Com dezenas de partidos, tem que entregar tudo e ainda ficar dependente.

Mas pode ou tem que haver respeito e dignidade. E aí Eliseu Padilha naufraga, quando narra a formação inicial do governo Temer, com grande participação dele. E sem constrangimento mostra como teve que fazer maquiagem para compor o chamado governo de NOTÁVEIS. E cita Ricardo Barros, personagem vulgar e comum, que acabou Ministro da Saúde, preterindo um grande e famoso medico de São Paulo.

Agora, esse Ministro MAQUIADO, está nas manchetes, não se defende das acusações feitas pelo "Estadão". Tendo declarado á receita, bens no valor baixissimo, comprou um terreno pagando 56 milhões. 28 vezes mais do que informou á Receita.

Eliseu Padilha, Chefe da Casa Civil, devia estar falando no nome do Ministro para comunicar a sua demissão. Temer não pode tomar essa providencia saneadora, perderia os votos do PP. Mas como Chefe da Casa Civil, deveria levar ao presidente o ato de demissão, ele não poderia recusar.

MESMO SEM LIBERDADE CABRAL PRECISA DE PSIQUIATRA

Quando ele foi preso, escrevi: "Não vai sair da prisão nunca mais". E eu sabia apenas de uma parte, que poderia ser enquadrado como corrupção, roubalheira, enriquecimento ilícito.  Mas depois das revelações do juiz Marcelo Bretas, enquadrando o ex-governador como réu pela quarta vez, mudei inteiramente de convicção.

Os corruptos enriquecem se apropriando do dinheiro publico, com um objetivo: levar uma vida luxuosa, sair da miséria, ajudar a família. Mas com um limite, totalmente ou tolamente ultrapassado pelo ex-governador. (E por Eike Batista, da mesma família, fica para depois).

Cabralzinho começou enriquecendo na Alerj, junto com Picciani. Comprou um condomínio em Mangaratiba, podia ser a vingança do menino pobre, que nasceu no subúrbio ainda mais pobre da fumacenta Linha Auxiliar. A lancha já foi exagero, mas vá lá.

A partir dai, as coisas ficaram tão amalucadas, acima da loucura, que nem um psiquiatra explica,nem o doutor Pinel curaria com seus métodos revolucionários e consagrados. 100 milhões de dólares doados por Eike, que ele nem sabe onde estão, no nome de dois irmãos doleiros. 

52 milhões de reais, também de Eike, em dinheiro, fechados um cofre, não pode nem delatar a si mesmo, não sabe o nome do banco ou do país. E fortunas fabulosas em diamantes, quilos de ouro, jóias de todos os tipos, loucura em cima de loucura.  Sem falar no carro forte que transportava montanhas de dinheiro, que não podiam ser depositado, ou guardado em algum lugar fixo.

E não esqueçamos do incêndio, só do conhecimento de uns poucos. Estes  lamentavam: "Num incêndio perdeu uma soma incalculável". Em troca de tudo isso, que Sergio Cabral jamais desfrutou, ele perdeu a liberdade, e o futuro, que em determinado momento, parecia o mais radioso possível.

O julgamento do pedido de liberdade de Eduardo Cunha, no plenário do Supremo.

No ultimo dia antes do recesso do judiciário, tentou a liberdade num plantão ocasional. A presidente Carmen Lucia impediu o "acaso", e pautou a questão para o plenário, na volta desse recesso. Foi ontem.

No dia seguinte, escrevi aqui mesmo: "Perderá por unanimidade, podendo receber 2 votos". Às18 horas e 4 minutos desta quarta, terminava a sessão do Supremo, 8 a 1, mantendo Cunha preso. O argumento magistral do Relator Edson Fachin: "Como o Supremo ainda não julgou o apelante, ele não pode entrar com RECLAMAÇÃO".

Traduzindo em linguagem esportiva: Eduardo Cunha RECLAMA do resultado de um jogo que ainda não se realizou.






***





A guerra nuclear

Com o mundo despedaçado em inumeráveis e incontáveis guerras ditas "localizadas", que atingem praticamente o mundo inteiro, surge o assustador e destruidor pânico com o desenvolvimento do que já se chamou de "bomba atômica" e agora é identificado como "artefato nuclear. Entre uma denominação e outra, 70 anos. 

Só que agora, o susto real e sem possibilidade de ser estancado, vem da insignificante Coréia do Norte. Insignificante, comandada por um irresponsável, que domina a economia mais "fechada" do mundo. Sofre sanções ha dezenas de anos. E assim mesmo utiliza todos os seus recursos para desenvolver cada vez mais assustadoramente, o processo nuclear. Com o povo cabisbaixo e sem a menor condição de impedir essa loucura. (Esse "louco" é apoiado pelos militares).

Seus testes nucleares, que não eram levados a serio, agora estão na pauta de cientistas e físicos respeitadíssimos, que estudam como será o "fim do mundo”. Já aconteceu (supõem) com outros planetas. Levam a serio o estagio atual da Coréia do Norte, e acreditam que podem completar o ciclo, com um avanço indescritível ou inimaginável.

A IRRESPONSABIIDADE DA MEDIOCRE COREIA DO NORTE

Hoje já tem capacidade de atingir e destruir o Japão e a Coréia do Sul, provocando espantosa repercussão. E tudo indica que estão no caminho certo para incendiar o mundo, e destruí-lo completamente. Ninguém sabe de quanto tempo precisarão para atingir o objetivo ambicionado. Tudo aqui é rigorosamente verdadeiro, a Coréia do Norte entrou para valer,no mapa da destruição nuclear.

EINSTEIN

Em 1934/1935, os americanos começaram a fazer testes com a bomba atômica, no deserto de los Alamos. O chefe da equipe era o físico Filipe Hopenhaimer, que levou um susto tremendo e se apavorou com a primeira explosão. Usando como roteiro a genial Teoria da Relatividade, foi procurar seu autor. Einstein ouviu assombrado o relato do físico.

Quem ficou em pânico foi o próprio Einstein apelou de todos os modos para não irem adiante. Foram, o resultado foi à destruição de Hiroshima e Nagazaki, crime hediondo praticado por Truman. Outro vice que assumiu com a morte do presidente eleito.

Não pararam mais. Pouco antes de morrer, Einstein recebeu um grupo de personalidades da maior importância, que lhe disseram: "Estamos com medo da Terceira Guerra mundial, e que seja nuclear". Resposta imediata do gênio, que descobriu e ensinou ao mundo, A ENERGIA È IGUAL À MASSA, MAIS O QUADRADO DA VELOCIDADE DA LUZ: "Se A terceira guerra mundial for nuclear, a quarta será com PAUS e PEDRAS, é o que sobrará".

A Coréia do Norte só tem relacionamento com um país: a China. Isto é uma informação, não uma solução. Apesar da China não ter o menor interesse numa guerra nuclear.

O JULGAMENTO DA CHAPA DILMA-TEMER

Ontem escrevi sobre um assunto que venho cobrindo exaustivamente desde o inicio. Quando Aécio Neves derrotado pediu a cassação dos vencedores. Chamei a atenção, sempre, para o absurdo do processo estar perto de completar dois anos.

Agora, o excelente e diligente relator, Herman Benjamin, diz publica e textualmente: "O processo contra a chapa Dilma - Temer não pode ter duração infinita". Pode, doutor Ministro. E se encaminha para o não julgamento, ou para uma decisão PASSIVA e ENCOMENDADA.

Os responsáveis, (perdão, irresponsáveis) são: Aécio, DiasToffoli, Gilmar Mendes. O presidente do PSDB, estarrecedoramente, pediu a cassação da chapa, e a sua posse. Isso já aconteceu com prefeitos, mas com candidatos a Presidente, não dava. E Aécio logo se desinteressou de nova eleição, está satisfeito com a cumplicidade no governo Temer.

Quanto a Toffoli e Gilmar Mendes, nenhuma duvida.

A REBELIÂO ARMADA, TRAVESTIDA DE GREVE

Estão iludindo a opinião publica. No Espírito Santo, anunciam: "O governo pediu a EXPULSÂO de 161 policiais militares". Como chegaram a esse numero de 161 "culpados num total de 706?". E completam: "Já estão nas ruas mais de 2 mil policiais militares". O cidadão acredita que a "greve" acabou. Não informam que a maioria dos que estão trabalhando, suspenderam ferias ou licenças, como revelei há dias. 

No interior do Estado do Rio e no Rio capital, a mesma desinformação para o publico. Diziam e repetiam: "O policiamento é normal. Em alguns batalhões, protestos e manifestações mas tudo tranqüilo. Então por que desde ontem, o policiamento está sendo feito pelo Exercito?

Mais de 30 batalhões estão com barricadas, e policiais só saem transportados por helicópteros. Pela televisão, vi barricadas num batalhão onde fiquei preso em 1968. Junto com Carlos Lacerda, Mario Lago, e Osvaldo Peralva, então editor do Correio da Manhã. Lacerda ficou 9 dias. Nós três, 24 dias, de 13 de dezembro a 6 de janeiro festa católica do Dia dos Reis. Os generais eram torturadores, mas muito religiosos, e 'tementes a Deus".

Angela Merkel, Putin, Trump

A eleição do novo presidente da Alemanha, tem sido atribuída a desprestigio dela. Longe da realidade. O cargo é simbólico, e recebido através de eleição indireta, Votam um pouco mais de 600 pessoas. Merkel perdeu realmente popularidade, por causa do lado positivo e não negativo.

No auge da tragédia dos refugiados, principalmente da Síria, ela autorizou a entrada de 800 mil pessoas. Enquanto diversos países, recusavam qualquer ajuda. Ela pode se recuperar, e em setembro, ganhar do adversário, Primeiro Ministro da Baviera.

Putin

Fortemente acusado de ter interferido na eleição dos EUA, sofre uma nova restrição pelo mesmo motivo. Só que vem da França. Ele é um terrível ambicioso de poder e prestigio. Nos tempos da Alemanha Oriental, ele e Merkel, eram amicíssimos. Ele fala alemão perfeito, ela domina completamente o russo. Mas a amizade se perdeu pelo caminho. 

Trump

 Arrogante estapafúrdio, extravagante. Um dos personagens mais importantes da Casa Branca é o Conselheiro de Segurança. De total confiança, tem gabinete ao lado do salão oval. Em menos de 1 mês foi demitido, o presidente explicou: "Perdi a confiança".

Outro grande problema que o atormenta. Assinou decreto proibindo cidadãos de 7 países de entrarem nos EUA. O Procurador Geral de Washington discordou, recorreu ao juiz Federal, que anulou o ato de Trump. Sua decisão precisa ser referendada por um Colégio de 5 juízes.

Trump foi derrotado novamente. Não sabe o que fazer. Pode revigorar seu decreto uma vez, tem medo de perder. Ou apelar para a Corte Suprema, sem a menor certeza de ganhar. Isso é bom para a democracia, o cidadão sabe que tem um presidente e não um ditador. Que pode ou poderia CENSURAR jornais.

CELSO DE MELLO MANTEM MOREIRA COM FORO PRIVILEGIADO

Segunda feira, numa analise sobre a "demora do Ministro decidir", concluí: "Isso favorece Moreira Franco". E lembrei: "Celso de Mello ia votar a favor de Lula ser Ministro, não gostou do fato de não haver votação". É que Gilmar "engavetou o processo e foi viajar". 


Não posso deixar de ficar jornalisticamente satisfeito: 24 horas depois, minha analise se transformava em fato nacional.







***





O combate á Lava-Jato, agora ostensivo, arrogante, sem medo de nada

A tragédia que retirou de cena o indomável Teori Zavascki, serviu de ponto de partida para que os corruptos - corruptores da política saíssem dos esconderijos. Aliás, esconderijos mais do que conhecidos. Presidência da Câmara, do Senado, ministérios, lideranças, até o próprio presidente indireto, áulicos, assessores, apaniguados. Membros da CCJ da Câmara e do Senado.

Viviam todos da convivência, agora exibem a conivência. O presidente indireto autorizou à ofensiva, ele mesmo mostrou como se faz. E nomeou para o Supremo, um personagem politicamente cadavérico, que se submeteu a uma "sabatina informal" no barco luxuoso de um senador, com uma geografia bancaria ainda mais luxuosa.

Já falamos muito na CCJ do Senado, para cuja presidência foi aclamado o ínclito Edison Lobão, e mais 10 acumpliciados. Agora se colocaram abertamente como combatentes da maior campanha contra a corrupção que já funcionou no Brasil. 

Como cresce cada vez mais o numero de envolvidos, citados, indiciados, mas não denunciados, se dispersam em muitas frentes, considerando que assim encurralam a Policia Federal, o Ministério Publico Federal, e o Juiz Sergio Moro.

Perdão, não podemos deixar de citar a ramificação que veio para o Estado do Rio, a Policia e o Ministério Publico, tudo terminando com o Juiz Federal Marcelo Bretas. Recebeu a denuncia contra Eike e Cabralzinho, estão presos. E respondendo no mínimo por 3 crimes. Por enquanto.

Tenho apoiado desde o inicio, intransigentemente, toda a repressão de Curitiba. Mas falta a prisão dos que se julgam e se consideram poderosos e impunes. Preso mesmo só Eduardo Cunha. Mas seus crimes eram agravados pelo desafio, audácia, arrogância.

Agora, a camarilha que domina o Executivo e o Legislativo, quer comprometer o Judiciário. E defendem "teses" de Ministros do próprio Supremo, com dois itens que tentam colocar como alavanca e ponto de apoio para destruir a Lava-Jato. 1- "As prisões preventivas estão demorando muito, não é possível que durem tanto tempo.".

2- Apresentadas pelo mesmo grupo de membros do Legislativo e do Judiciário: "Nenhum prisioneiro pode fazer DELAÇÃO. Só se estiver em liberdade". Tentativa de justificativa: "Presos, sofrem pressão, acabam revelando o que sabem e o que inventam.

 A maior DELAÇÃO coletiva dos 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht, foi garantida e confirmada por eles mesmos. (Incluindo o encontro com o então vice, no Jaburu e o pedido de 10 milhões, que recebeu)

A comunidade espera que essa DELAÇÃO seja totalmente divulgada. E sem nenhuma demora. Mantido tudo em sigilo, fica valendo a palavra dos maiores acusados. Não apenas os representantes das empreiteiras roubalheiras, mas os que transformaram a política em politicalha. Não se lembram ou não conhecem o ensinamento inesquecível de Aristóteles: "A Política é a arte de governar os povos".

A REFORMA (reforminha) MINISTERIAL DO INDIRETO

Ha meses vem falando nisso. Desde novembro. Mas não tem autonomia de vôo. O ministro do Planejamento é INTERINO, desde que com uma semana no cargo, teve que demitir um grande amigo. Que exigiu a permanência do seu executivo, mas não como efetivo.

A rumorosa demissão do ministro imobiliário, "meu grande amigo de mais de 30 anos", levou uma semana. A substituição, 3 meses. Não consegue preencher o ministério da Justiça, escolhe, retrocede, volta atrás, vai acabar acontecendo o que escrevi no dia 8: "Podem apostar no Lóide de Londres.  Temer vai nomear um ministro SUBSERVIENTE ou um Ministro SURPREENDENTE". Já aconteceram as duas coisas nos bastidores. Mas minha afirmação continua valida.

Agora, um ministro que já foi secretario no Paraná, é personagem central de episodio espantoso, publicado pelo "Estadão". Revelou á Receita, patrimônio total de 1 milhão e 800 mil. Não dinheiro e sim bens. Mas comprou um terreno por 56 mihões. 

Segundo a denuncia-revelação não desmentida, a compra e venda desse terreno não pode ser explicada, nem mesmo por uma terraplanagem financeira. Deveria ter renunciado, desculpa, demitido sem demora. Sairá na "reforminha"?

 A fala e a intenção do INDIRETO.

Agora está todo dia nos holofotes. Ontem: "Vou mandar para o congresso, um projeto regulamentando o direito de greve". Tolice, ridículo e perda de tempo, por causa do Espírito Santo. Lá não houve greve, e sim rebelião armada. Que é proibida pela Constituição.
.
Morreram assassinados, quase 150 inocentes, a rebelião está longe de acabar. E como eu disse desde o inicio, o perigo é se ALASTRAR. A palavra já está sendo utilizada, pelo menos no Estado do Rio. A partir da manhã desta terça, a Força Nacional e tropas militares, estarão cuidando da segurança, a pedido do governador Pezão. E ficarão até o fim do carnaval.

Temer também garantiu (poucos acreditam) "ministros que forem denunciados, serão afastados. TEMPORARIAMENTE. Transformados em réus, a demissão será DEFINITIVA". E acrescentou: "Não haverá blindagem para ninguém". 

Enquanto isso, assiste tranquilamente, deputados e senadores brigarem pela aprovação da ANISTIA ao Caixa 2. Aquele projeto da MADRUGADA, que foi o derrubado e derrotado, pela denuncia de um deputado. Depois de meses, voltou.  Na votação anterior, Temer estava viajando, mas sabia de tudo e apoiava. Decepção e frustração M O N U M E N T A  L.

O FUTURO DE TEMER NO TSE

O relator, Ministro Hermann Benjamin, sinaliza que está fazendo a revisão final, para entregar seu trabalho. Observadores dizem que no momento, o resultado estaria 4 a 3 pela cassação. Acontece que mesmo depois da distribuição do voto cuidadoso do relator, pode faltar muito para a decisão. Fatos importantíssimos.

1- Em abril e maio, 2 ministros terminam o mandato, não podem ser reconduzidos. Temer terá que substituí-los. Juristas me dizem que o julgamento pode ser realizado com 5 ministros, é numero impar, e mais da metade do total dos membros do tribunal. 

2- O maior problema, indefinível e impenetrável: o Presidente do TSE, Ministro Gilmar Mendes, que tem "segurado" a tramitação até agora, dará a ultima palavra. Para colocar a ação na pauta. E resolver sobre a substituição dos dois Ministros. O processo vai completar 15 meses. Absurdo completo, dividido entre Toffoli e Gilmar. Sempre eles.

O Supremo destino do Ministro (?) Moreira Franco 

Ha mais de uma semana vem esperando pela "blindagem", que o presidente interino diz que não faz. Era Secretario do Ministério, Assim que foi citado 34 vezes na Lava-Jato, Temer inverteu o status, Moreira passou a Ministro da Secretaria. Para ganhar foro privilegiado.

Só que dois juízes Federais entenderam diferente, disseram que não podia haver a modificação. Um outro, mais compreensivo ou generoso, manteve Moreira Franco Ministro, mas sem foro privilegiado. Não adiantou  nada.

Na quarta feira, como houve recurso, a questão foi para o Supremo, com o decano Celso de Mello como relator. Na quinta pediu informações ao presidente indireto. Recebeu no fim da sexta, uma explicação com 56 paginas. Deixou para segunda feira.


PS- Só que a segunda foi avançando, chegando quase ao fim. O que não se satisfazia, era a expectativa e a ansiedade geral.






***





A farsa da sabatina do novo Ministro do Supremo

Nunca nenhum personagem indicado para o Supremo, foi vetado pelo Senado. (Falam muito nos vetos atingindo o então presidente sem eleição, Floriano Peixoto, mas tudo errado e sem explicação. No final desta matéria sobre Alexandre de Moraes, vou contar o que houve entre o presidente e o Senado, em 1892 e 1893).

Rui Barbosa, autor e relator do projeto da Constituição de 1891, se baseou muito na Constituição dos EUA de 1778, a única que eles têm em 219 anos de Republica. Por isso farei comparação sobre o mesmo fato, aqui e lá. O principio é o mesmo: o Presidente indica, o Senado examina, VETA ou APROVA.

Alexandre de Moraes é a contradição inapelável. Na tese de "doutorado", defendeu: "Ministro do Supremo não pode ser pessoa ligada ao presidente da Republica". Ele mesmo se desmente. E age de forma indecente para quem irá para o Supremo. Não ha uma possibilidade em 1 milhão de ser recusado.

Mas conhecendo profundamente o estabanado que o Senado irá examinar a partir do dia 22, tomou providencias. Para a CCJ, de 13 membros, 10 respondem á Lava-Jato. Depois, o plenário, que hoje é o que se sabe.

Este repórter que conhece na intimidade o Senado (e a Câmara) desde a constituinte de 1945, lamenta a fragilidade e a cumplicidade de agora, com as raríssimas exceções de praxe. Se ninguém foi vetado ,é porque as indicações sempre respeitavam, desde 1926, "o notável saber jurídico, e ilibada reputação".

Alem de todas as negativas, o indicado por Temer, foi responder ao que ele mesmo chamou de "sabatina informal". No luxuoso barco de um senador milionário, na companhia de advogados e outros 8 senadores. Confessou: "Queriam saber porque meu escritório de advocacia, tinha como cliente, um chefão criminoso do PCC”. O escritório hoje, está no nome da mulher. Três coisas deviam acontecer. 1- Renunciar ao cargo. 2-O presidente indireto, retirar a indicação. 3- O senado vetar o candidato. Nenhuma das três possibilidades se transformará em realidade.

EUA: MINISTROS DA SUPREMA CORTE

Em 1970, com 2 anos de presidente, Nixon teve que preencher uma vaga. Mandou um nome para o Senado, vetado. O segundo e o terceiro, a mesma coisa. Não se irritou, nem agiu nos bastidores. Convidou para um almoço na Casa Branca, o presidente e o líder dos republicanos, (o seu partido) e os mesmos representantes democratas.

Não tocaram no assunto, até o cafezinho. Aí Nixon falou: "Os senhores me enviam uma lista com 3 nomes, eu escolho 1 e devolvo". O presidente democrata interrompeu o presidente, respondeu: "De maneira alguma. A Constituição diz que a iniciativa é do Executivo. Propomos: o senhor manda uma lista com 7 nomes, selecionamos 3, qualquer um que o senhor escolher, será aprovado". E assim foi feito.

UMA MULHER E UM NEGRO NA SUPREMA CORTE

Foi uma batalha terrível de quase 3 meses. Os 8 membros da própria Corte tentaram influir o Senado, alegando que haveria constrangimento, num tribunal só de homens. Mas ela foi aprovada.

Pior foi o negro. Tinha credenciais, mas o preconceito e a tradição racista vigoraram por muito tempo. Em mais de 6 meses, investigaram sua vida, desde os tempos da "Cabana do pai Thomaz”. Foi feito até um filme. Aprovado, é respeitadíssimo.

EPITACIO PESSOA, E A  LUTA COM O SENADO

Arrogante, arbitrário, atrabiliario, foi vice de Deodoro, os dois indiretos, longe do povo, e da grande geração dos ABOLICIONISTAS e dos PROPAGANDISTAS DA REPUBLICA. Com 8 meses, como acumulava o Ministério da Guerra, derrubou Deodoro, ficou no seu lugar.

Mas pela Constituição de 1891, se a presidência vagasse na primeira metade do mandato, era necessária eleição. Epitácio nem ligou, desconheceu e desprezou o senado. Surgiu uma vaga no Supremo, Epitácio nomeou Barata Ribeiro. Acontece que naquela época o nomeado assumia, só depois era sabatinado. Isso aconteceu 4 meses depois, Barata Ribeiro foi VETADO, teve que deixar o Supremo.

8 meses depois, o Presidente tinha que nomear o prefeito do distrito Federal, também sujeito a aprovação. Foi nomeado novamente Barata Ribeiro, ficou 7 meses prefeito, tem até uma Avenida em Copacabana com o nome dele. Ficou alguns meses, VETADO novamente, teve que deixar o cargo.

A história é essa, rigorosamente verdadeira. Tudo culpa dupla de Epitácio. Derrubou o presidente, e não realizou a eleição. A Constituição em vigor manteve o a mesma obrigação. Se a chapa Dilma - Temer for cassada, terá que haver eleição indireta, já passou muito da primeira metade do mandato.

Eduardo Cunha continua preso

Foi depor, como se sabe, diante de Sergio Moro, pediu para ser solto. Alegou que tinha aneurisma e pressão alta. Mas estava em pauta no Supremo, para o dia seguinte, o mesmo pedido de liberdade. Os advogados preferiram que o ex- presidente da Câmara fosse julgado em Curitiba.

O juiz da Lava-Jato esperou. Como o Supremo não realizou o julgamento, Moro julgou e negou o pedido de Cunha. O que não significa que o Supremo não possa colocar o assunto novamente em pauta.

 Mas a expectativa sobre o Supremo é grande. Hoje, segunda, Celso de Mello dirá definitivamente, se Moreira Franco é Ministro, com ou sem foro privilegiado. Ou se continua secretario, como é há 9 meses, desde que Temer passou de vice a presidente, sem eleição.

 Eike Batista- Sergio Cabral

Jornais e televisões insistem em "adivinhar". E proclamam, repetem, garantem: "Eike será condenado a 44 anos de prisão, o ex-governador a 50". Tudo errado. Não receberão o total das penas, de uma vez. O tesoureiro do PT, já está condenado a 43 anos de prisão, mas em três sentenças separadas e totalmente diferentes. E como não fará DELAÇÃO, seu futuro é o mais fechado possível.

Os casos desses dois espantosos corrupto-corruptora, muito mais graves. Mas Eike deve pegar no máximo 10 ou 12 anos, que podem até ir diminuindo. Não ha duvida que fará DELAÇÃO, principalmente nos casos em que entregou ao ex-governador aqui, 52 milhões de reais. E lá fora 100 milhões de dólares. Mas sua possível e provável delação, assusta Brasília. O relacionamento com políticos do primeiro time, tem um alcance assustador. Para muitos.

A DIFICULDADE DE SERGINHO CABRALZINHO

Ele não pode fazer DELAÇÃO, não tem a quem entregar. Era o chefe, todos que transacionavam com ele, já são conhecidos, estão ate presos. Eike, Flavio Godinho, os irmãos doleiros, seus secretários e apanhadores das fortunas que acumulou, todos mais do que notórios.

Pode falar alguma coisa sobre Pezão, que acaba de explicar: "Eu não conhecia esse lado do ex-governador". É possível também revelar passado e presente do Jorge Picciani, eterno presidente da Alerj. Mas não pode dizer mais do que já escreveu o jornalista Chico Otavio. E Piccciani está na beira de ser governador do Estado do Rio. Que Republica.

PS- A greve ilegal da policia militar no Espírito Santo, diminuiu visivelmente. Mas não foi colaboração ou solidariedade, dos que fizeram a rebelião ou de suas mulheres. São ou eram 700, as forças armadas e a Força Nacional, enviaram 3 mil e 200 homens. Dizem que agora, nas ruas estão 600 policiais militares, que estavam de ferias ou licença, anteciparam a volta.

PS2- No Rio, houve tentativa de copiar o ES, mas os soldados foram retirados dos quartéis, de helicóptero. Por que isso não foi feito no ES? Sabiam que havia protesto de soldados que pretendiam trabalhar, mas não podiam sair. 27 batalhões no Rio, estão com barricadas, mas não impedem a saída.


PS3- O problema agora é o que fazer com os que comandaram a rebelião armada e não uma simples greve. O Ministro Imbassahy numa coletiva: "Ouço rumores de que haverá projeto de ANISTIA, na Câmara. Não passará de jeito algum". Raul Jungman, também deputado, mas falando como Ministro da Defesa: "Não haverá descuido, só sairemos daqui com tudo resolvido". Não podem estimular o precedente criminoso.




***




Eduardo Cunha e o aneurisma, a cassação do governador e vice do Estado do Rio

O ex-presidente da Câmara, depois de se recusar a fazer exames apesar de insistir que tinha aneurisma, e ser punido pela desobediência, decidiu entregar laudos médicos, através dos seus advogados. E ampliou o rol das pseudas doenças, colocando também pressão arterial.  

Não questiono os exames, os médicos, as afirmações, fico apenas com as datas em que foram feitos: 2015. Exatamente a partir dessa data, Eduardo Cunha atingiu o auge do poder, saiu praticamente do ostracismo, chegou á condição de um dos maiores personagens da Republica. 

Conquistou a presidência da Câmara, cargo chave. Sem se preocupar com o aneurisma ou a pressão alta, manipulou de tal maneira os acontecimentos, comandou a conspiração parlamentar, que derrubou um presidente da Republica. Como costuma acontecer, da ascensão fantástica veio à queda fulminante, o aneurisma e a pressão não o incomodaram.

Chegou ao fundo do poço na sessão em que foi cassado, sabia que era o seu fim. Mas compareceu, ficou passeando calmamente pelo plenário, tranqüilo, sem um gesto ou um movimento descontrolado. O ultimo discurso foi o seu, naturalmente exacerbado, mas sem sinal de aneurisma ou pressão alta.

E finalmente o ultimo capitulo, a prisão, 4 meses sem aneurisma ou pressão alta. Só foram citados quase 2 anos depois, na véspera do julgamento pelo Supremo. Conseguiu mudar os fatos. Com aneurisma e pressão alta, nada a ver com liberdade, e sim com internamento num hospital.

CASSAÇÂO NO RIO, DO GOVERNADOR E VICE

Ontem, as 8:40 da noite, depois de longo e tumulado debate, 5 desembargadores eleitorais, por 3 a 2 cassaram os mandatos de Pezão e Dornelles. E disseram que haverá eleição direta. Tudo errado.

Haverá recurso para o TSE e para o Supremo, a primeira parte da decisão dos desembargadores é totalmente inconstitucional. Mesmo que percam os recursos, e a eleição seja direta ou indireta, um fato inacreditável e vergonhoso.

Quem assumirá e presidirá o estado e a eleição como "governador", será o poderoso chefão, Jorge Picciani. Que Republica.

O terrível caos do Espírito Santo, pânico e pavor, não apenas lá

O governador desse estado, Paulo Hartung, um do mais bem avaliados do país, estava de licença medica. Fez cirurgia dificílima, na bexiga, abandonou os cuidados médicos, voltou ao palácio, sua presença era indispensável. Assumiu o comando com um discurso violentíssimo, afirmando que “o que os policiais militares e seus familiares estavam fazendo era CHANTAGEM".

A palavra é forte, mas não despropositada ou desequilibradas, È impossível deixar de reconhecer a justiça das reivindicações dos policiais militares e dos familiares, principalmente os mais próximos, que vivem na mesma casa, suas necessidades diárias ultrapassadas ha muito tempo, estão praticamente abandonados.

Mas faltou compreensão e sensibilidade. Alem de estarem constitucionalmente proibidos de fazerem greve, não perceberam a espantosa gravidade do que faziam. Quando em 3 dias, 75 pessoas haviam sido assassinadas, o comercio não funcionava, ninguém saía de casa, deviam ter voltado imediatamente para as ruas, exercido seu trabalho. Aí, a palavra do governador Paulo Hartung é rigorosamente verdadeira e justificada.

TODA A POPULAÇÂO CONTRA A GREVE

Não apenas do estado, mas do país inteiro. A insegurança é total, o medo é que se alastre, como aconteceu com a rebelião das penitenciarias. O povo de Vitoria de grandes cidades, têm ido para as ruas protestar. Ainda bem que se manifestam apenas com palavras, exaltadas, mas sem passar daí.

No momento em que escrevo, os assassinados já passam de 100. E ninguém sabe como terminará, apesar da presença do Exercito e da Força Nacional.

Eduardo Cunha e o aneurisma, a cassação do governador e vice do Estado do Rio

O ex-presidente da Câmara, depois de se recusar a fazer exames apesar de insistir que tinha aneurisma, e ser punido pela desencaminhada obediência, decidiu entregar laudos médicos, através dos seus advogados. E ampliou o rol das pseudas doenças, colocando também pressão arterial.

Não questiono os exames, os médicos, as afirmações fico apenas com as datas em que foram feitos: 2015. Exatamente a partir dessa data, Eduardo Cunha atingiu o auge do poder, saiu praticamente do ostracismo, chegou á condição de um dos maiores personagens da Republica. 

Conquistou a presidência da Câmara, cargo chave. Sem se preocupar com o aneurisma ou a pressão alta, manipulou de tal maneira os acontecimentos, comandou a conspiração parlamentar, que derrubou um presidente da Republica. Como costuma acontecer, da ascensão fantástica veio à queda fulminante, o aneurisma e a pressão não o incomodaram.

Chegou ao fundo do poço na sessão em que foi cassado, sabia que era o seu fim. Mas compareceu, ficou passeando calmamente pelo plenário, tranqüilo, sem um gesto ou um movimento descontrolado. O ultimo discurso foi o seu, naturalmente exacerbado, mas sem sinal de aneurisma ou pressão alta.

E finalmente o ultimo capitulo, a prisão, 4 meses sem aneurisma ou pressão alta. Só foram citados quase 2 anos depois, na véspera do julgamento pelo Supremo.Conseguiu mudar os fatos. Com aneurisma e pressão alta, nada a ver com liberdade, e sim com internamento num hospital.

CASSAÇÂO NO RIO, DO GOVERNADOR E VICE

Ontem, às 8,40 da noite, depois de longo e tumultuado debate, 5 desembargadores eleitorais, por 3 a 2 cassaram os mandatos de Pezão e Dornelles. E disseram que haverá eleição direta. Tudo errado.

Haverá recurso para o TSE e para o Supremo, a primeira parte da decisão dos desembargadores é totalmente inconstitucional. Mesmo que percam os recursos, e a eleição seja direta ou indireta, um fato inacreditável e vergonhoso.

Quem assumirá e presidirá o estado e a eleição como "governador", será o poderoso chefão, Jorge Picciani. Que Republica.

Moreira voltou a ser Ministro

Como eu disse por volta de 3 horas, Celso de Mello não iria demorar a responder a liminar da advogada Geral da União. Exatamente ás 4,20 divulgou seu pensamento como relator atendendo o pedido da AGU. Ninguém tinha duvidas a respeito do pensamento do decano.

Quando a então presidente Dilma Roussef queria nomear Lula Ministro, ele era a favor. E não gostou nada de não ter havido votação, por manipulações nada republicanas. (De Gilmar Mendes sozinho). Agora manifestou sua convicção: os presidentes podem escolher livremente seus Ministros. (Na França, a partir do presidente De Gaulle, é que os Ministros precisam de aprovação da Câmara).

Mais um dia perdido, o Supremo não julgou o pedido de liberdade para Eduardo Cunha, nem explicou. Esses adiamentos "silenciosos", favorecem o aventureiro corrupto, que responde por muitos crimes.

FHC defende FHC

 Foi depor como testemunha de Lula, através do Instituto que leva seu nome. Antes de começar, Sergio Moro advertiu-o, "só pode falar a verdade". Praticamente não citou Lula, e nas duas oportunidades em que comparou estilos de governar, quase comprometeu Lula, mas se colocou muito bem.

1- "Sempre tive o cuidado de separar o PUBLICO do PRIVADO". Como depunha a propósito de supostas propriedades de Lula (o triplex), foi um depoimento desastroso.

2- Textual: "Um presidente da Republica não pode saber de tudo". Aí não comprometeu Lula, que só começou a sofrer restrições, muitos anos depois de deixar o poder. Mas nessa frase curta, FHC fez uma defesa desabrida dele mesmo, não em fatos que deveria conhecer, e sim em atos que praticou, com prejuízos fantásticos para o país.

A- Privatizações de grandes empresas recebendo no que chamei de MOEDAS PODRES. 
B - Comissão de Desestatização, doação permanente das nossas riquezas.
C- Juros a 40 por cento, imaginem o que ganharam. Em1 ano, quase dobravam o capital.
D- A primeira reeleição da Republica, paga á vista, com altas somas de dinheiro, fornecidas por empresários ávidos por recompensa.


Em suma: resumo e realidade do seu governo, que de 1994 a 2002, identifiquei como RETROCESSO DE 80 ANOS EM 8. Com ele no poder.




***



Políticos contra a Lava-Jato. E até Ministros do Supremo

É o assunto que não sai das manchetes. Foi o maior movimento contra a corrupção já realizado no Brasil. Conquistando o apoio da comunidade, sempre tão desprezada. E mobilizando políticos comprometidos com as empreiteiras roubalheiras, que se apossaram de 88 bilhões dos recursos da Petrobras.

(Isso está num relatório oficial da própria empresa, colocado no Diário Oficial pela presidente da empresa, Graça Foster. Como sua grande amiga presidente Dilma, havia pedido que não revelasse o fato e o numero, assim que publicou foi implacavelmente demitida).

A Lava Jato está enfrentando no momento, a maior campanha pela sua destruição. Assim que a presidente Carmen Lucia homologou os depoimentos dos 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht, passou a enfrentar campanha de vários lados, até mesmo do próprio Supremo, pela palavra e pela presença de Gilmar Mendes.

Carmen Lucia fez apenas o que o ministro Zavascki faria, os dois estiveram sempre em contato sobre o assunto. Assim que o formidável material chegou ao Supremo, a presidente montou uma "sala cofre", onde tudo ficou guardado, só ela, Zavascki e o juiz auxiliar que dignamente pediu demissão, podiam entrar, só existiam três chaves. 

GILMAR MENDES, O MAIOR ADVERSARIO DA LAVA JATO

Defensor intransigente de Renan Calheiros, o presidente do TSE, que não deixa andar o processo de cassação da chapa Dilma - Temer, tem o perfil exato do combatente de uma operação como a Lava-Jato. Ministro do Supremo, presidente do TSE, não sente constrangimento de suas atitudes anti-republicanas. E chega á baixaria de pegar "carona" no avião que transportava um presidente, que está sendo investigado para ser julgado num tribunal presidido por ele.

Agora, nas ultimas 24 horas, a Câmara colocou para ser avaliado em regime de urgência, varias medidas vergonhosas contra a Lava-Jato, e para salvação dos que estão implicadíssimos com as empreiteiras roubalheiras. Entre essas medidas, restrições dos poderes do TSE. E Gilmar Mendes, presidente desse TSE, aplaudiu e apoiou a decisão restritiva.

MAIS COMBATE À LAVA-JATO NA CAMARA.

Continuou pelo dia de ontem, e o entusiasmo que provoca, é sinal de que não vão parar. Aconselhados pelo inefável Gilmar Mendes, tentarão aprovar duas medidas revoltantes, que o ministro garante: "Serão aprovadas pelo Supremo". 1- O tempo da prisão dos acusados transformados em réus, tem que ser o mais breve, fixarão um prazo para a duração. 

2- Não poderá haver delação com os que farão os depoimentos, presos. O Ministro garante: "Sofrem coação ou pressão, dizem o que não diriam em liberdade". Não existe nenhuma corroboração a respeito de afirmações levianas.

Muito ao contrario, para a homologação, a Presidente Carmen Lucia fez o que Zavascki faria: não examinou o conteúdo dos depoimentos. Apenas interrogou um por um dos 77 (e mais Marcelo Odebrecht), se "haviam sofrido intimidação para deporem". Todos negaram. E alguns confessaram: foram beneficiados pelas delações, o que é mais do que compreensível. Temos que acompanhar o desdobramento da desmoralização.

EDISON LOBÂO PRESIDE A CCJ

O primeiro a cumprimentá-lo foi Alexandre de Moraes, indicado para ministro do Supremo. Que será sabatinado. Abraçou-o e disse: "Vou visitar todos os senadores, independente de partido". Lobão foi consultar o presidente Eunicio sobre o nome do relator. Aproveitaram e marcaram a data da sabatina: dia 22 ainda de fevereiro.

Na Câmara, num clima de total euforia, aprovaram a URGENCIA de um dos projetos contra a Lava-Jato.  Cassaram Poderes do TSE. O mais alto tribunal eleitoral não poderá punir partidos, mesmo que tenham praticado crimes de financiamento ilegítimo de campanhas eleitorais. Como já está provado fartamente pelo TSE.

Só faltaram esclarecer: a campanha presidencial de 2014, que vem sendo investigada ha 15 meses, e que já tem elementos mais do que comprovados para a cassação da chapa com Temer, não pode ser atingida. Esses mesmos que foram derrotados com a ANISTIA aos propineiros. 

E perderam também com o projeto chamado de ABUSO DE AUTORIDADE, agora foram vitoriosos. Mas ainda enfrentarão muitos obstáculos. O Ministro da Justiça, que ainda não foi encontrado, e que terá como incumbência principal, desequilibrar e desestabilizar a Policia Federal, não conseguirá se impor.

EIKE BATISTA INDICIADO

Ele e seu advogado criminalista estrategista, acreditavam na liberdade. Consideravam que bastava uma serie de bravatas ao viajar para o Brasil. E ficar em silencio no depoimento, únicas palavras que pronunciou, "não posso responder, é o meu direito".

Pensou (?) que isso bastava para ser posto em liberdade. Esqueceu que sua biografia multiplamente criminosa, justificaria no mínimo 150 anos de prisão. Como escrevi no dia em que Eike foi preso: "Todo o tempo que ficou em liberdade já é lucro".

O JULGAMENTO DE EDUARDO CUNHA

Era o fato mais importante do dia. Mas até ás 17 horas, o Supremo desperdiçava tempo, jogava "bola na lagoa. (Expressão criada na final de 1942, no jogo entre Flamengo e Fluminense. Nenhum ministro era nascido, mas repetiram o artifício, 75 anos depois).

Às 17,40, encerraram a sessão, sem qualquer explicação sobre o julgamento que não houve apesar de marcado para o plenário, ha 40 dias. Na terça feira, ás 18,30, quando chegou ao Supremo, a noticia de que Cunha afirmara que tinha ANEURISMA, muita confusão. A palavra ADIAMENTO foi pronunciada mas logo abandonada.

Ninguém imaginou que a sessão não fosse realizada. Mas presidida pelo ministro Dias Toffoli, tudo pode acontecer. O Supremo tinha duas razões irrefutáveis para realizar tranquilamente o julgamento.

1- Fazer o mesmo raciocínio feito por este repórter, e publicado ontem, ás 10 da manhã. e ele está mesmo com  ANEURISMA, teria aparecido com atestado médico, seria um fato consumado, e que não poderia ser ignorado.

2- Ontem, quarta feira, durante todo o dia, o Diretor do Departamento médico da prisão do Paraná, falou sobre o assunto. Textual: "O senhor Eduardo Cunha sempre se recusou a fazer exames. Foi punido por causa das reclamações, e o fato de resistir a ser examinado". 

Essa punição influi nas suas regalias, mas a punição ainda não foi aplicada. O Supremo deve explicação á comunidade. E a razão do adiamento do julgamento.

PS- Um juiz federal concedeu liminar proibindo a promoção de Moreira Franco, de secretario a ministro. O governo recorrerá ao Supremo. Repete-se o que aconteceu com Lula, que não conseguiu ser Ministro.


PS2- Só que existe um fato importantíssimo que pode modificar tudo. Gilmar Mendes, sozinho, liquidou o ex-presidente. Agora, Gilmar é favorável a Moreira, perdão, ao seu dileto Temer.  





***




A controvérsia e o disparate têm um nome: Alexandre de Moraes

É o personagem do dia, embora não seja necessariamente elogioso. Principalmente vindo de quem o critica ha muito tempo. É um extremado carreirista, embora, sabidamente tenha ou tinha, dois sonhos: ser governador de São Paulo ou Ministro do Supremo. 

Surpreendentemente tinha preferência para governador. Explicação que dava aos mais íntimos: "Estou com 48 anos, eleito com 50, estarei livre com 58, tenho todas as chances de ser presidente da Republica, muito mais moço do que quase todos que são candidatos agora".

Acordou estremunhado, e com a confirmação do compromisso que Temer assumiu: era Ministro do Supremo. Não podia recusar. Mesmo porque, para governador, precisava da indicação de Geraldo Alckmin, e da eleição, altamente duvidosa. No voto, podia ser "cobrado" por muita gente, nas ruas, nos órgãos de comunicação, nas redes sociais.

Perguntariam por que como secretario, se omitiu diante da tortura mais do que comprovada. Jamais respondeu ás acusações deste repórter (desde a Tribuna impressa, continuando aqui) de mandar a policia bater nos estudantes, que  ocupavam as escolas desativadas. E os atos temerários, espalhafatosos e atrapalhados, que se acumularam nos 9 meses de Ministro da Justiça. Não esquecendo suas intervenções na política carcerária.

NOMEADO PELO PMDB, APOIADO IMEDIATAMENTE PELO PSDB

Quem tem duvida? Foi do PMDB, agora é filiado ao PSDB, já disse, "vou me desfiliar do partido". Não é ato de desprendimento e sim de desnecessidade. Precisava da legenda, quando o sonho era eleitoral. Tendo acordado nomeado, gostaria apenas de eliminar certas derrotas.

Por exemplo. Em 2002 foi reprovado na livre-docência da USP. Em 2003, insistiu na mesma USP, num concurso para professor. Foi derrotado pelo hoje Ministro do Supremo, Ricardo Lewandowski. O que lhe permite uma comparação, não generosa, mas também não agressiva. Mais ou menos nestes termos.

"Levandowski, estou aqui. Ficarei 27 anos, você está praticamente de saída. Serei presidente do Supremo em 2030, dentro de 12 anos. Estarei com 60 anos. Como é rodízio, tenho que esperar Carmen Lucia, Toffoli, Fux, Rosa Weber, Barroso, Fachin, nessa ordem. Sairei do cargo com 62 aos, poderei me aposentar, para tentar conquistar o outro sonho, ser governador".

PAULO FRANCIS

Nos 20 anos de sua morte, escreveram bobagens e inverdades. Esqueceram ou não quiseram se lembrar, do ato mais importante da sua vida, que lhe abriu as portas lá fora, e reforçou as que nem existiam aqui dentro. Tudo que citaram é sem importância, perto deste fato que desconheceram.

Em 1970, veio da Vila Militar (onde passou 60 dias com o pessoal do Pasquim, sem receio, lá era o Exercito, que não tortura ninguém, a tortura é sempre recurso e objetivo de generais ambiciosos) direto para a Tribuna da Imprensa. Estávamos no auge da resistência á ditadura.

Falou convicto: "Helio não quero ficar no Brasil, vou morar nos Estados Unidos. Tenho 700 dólares de uma Bolsa da Fundação Ford. Se você me pagar 800 dólares, te mando um artigo diário, preciso de 1 mil e 500 para viver pelo menos razoavelmente".

Respondi imediatamente: Francis, te pago os 800 dólares, mas não quero artigo e sim coluna de noticias e opiniões, igual á minha. Aceitou satisfeito, durante quase 4 anos escreveu diariamente sem faltar ou falhar um dia. A comunicação naqueles tempos era precária ou inexistente. (Rui Barbosa, escreveu  "Cartas do Exílio", da Suíça, de 15 em 15 dias. Depois publicou em livro).

A Varig e a Panair tinham um serviço para jornalistas, chamado de "bolso do piloto".  O Francis escrevia, levava na agencia (quase em frente ao seu apartamento em Nova Iorque), tinha o cuidado de manter sempre as matérias com adiantamento. Chegando aqui, as empresas mandavam entregar no jornal.

Lá se preparou para aparecer na televisão, quando voltasse. (A TV-Globo começou em 1965, tinha muito espaço. Lançou a “Manhattan”, o Francis logo, logo se enfileirou). Antes, só se exibira como ator, no Teatro das Segundas Feiras, no Copacabana Palace. Eu fazia no "Diário de Noticias", a primeira coluna fora das "socialites", sempre dava um jeito de citá-lo. 

Veio para o Brasil, não repetiu o sucesso da Tribuna, mas estrondou espalhafatosamente na televisão. Nesse tempo, os jornalistas que escreviam assinado, eram exclusivos. Foi à época áurea dos que fizeram fortunas com a ditadura, enriqueceram faustosamente e de forma ilegítima. E dominaram completamente o mercado.

O MINISTRO BARROSO, ELOGIOS
PELA COMPREENSÃO COM A MACONHA

Seu comportamento e sua explanação abrindo caminho para a legalização, altamente louvável. No setor o Brasil está longe da realidade. Muita gente acredita que o Uruguai foi o primeiro a colocar a maconha dentro da lei. Existem mais de 50 países e vários estados americanos, que tratam a maconha, não como droga.

A decisão do Uruguai repercutiu muito, pelo fato do presidente ser um guerrilheiro que combateu a ditadura e fazia um governo popular. Houve um tempo, na Europa e nos EUA, que até presidentes eram acusados de usar maconha quando jovens. Em relação á legalização de drogas pesadas (cocaína e outros) para acabar com o narco-tráfico, nenhuma possibilidade.

SARKOZY ASSUSTA TEMER

Ex-presidente da França será julgado por financiamento ilegítimo da campanha. Ele agora não é candidato. Tentou, perdeu nas previas. As provas contra ele são fortes, mas a importância utilizada não é muito grande. 

Ao contrario da chapa Dilma - Temer em 2014, a acusação atinge 430 milhões de reais, de varias fontes. Temer tenta explicar o inexplicável: "As campanhas eram separadas, as contas também". Deve ter sido aconselhado pelo Ministro Gilmar Mendes, presidente do TSE que vai julgá-lo.

EDUARDO CUNHA-SERGIO MORO

Réu e juiz se viram pessoalmente pela primeira vez. E não será a ultima. Nesse processo o ex- presidente da Câmara responde por corrupção, lavagem de
dinheiro, evasão de divisas. Mas ha muito mais. Esse primeiro depoimento durou 3 horas, e a situação do acusado, só piorou.

Eduardo Cunha não respondeu, apenas protestou contra as condições da prisão. Os advogados jogaram tempo fora, fizeram defesa despropositada e sem fundamento. E no fim, pediram "a liberdade de Eduardo Cunha".

O próprio juiz e membros do Ministério Publico ficaram perplexos. Pois esses mesmos advogados, estão com um pedido de liberdade para o cliente. Pedido que será julgado hoje, quarta feira, no plenário do Supremo. 

PS- Temer, o indireto, inquieto e incerto, novamente se atrapalha e se confunde com uma nomeação. Agora, para o ministério da Justiça. Quando chegou ao governo, em maio, queria um jurista no cargo. Convidou Ayres Brito e outros 2 ministros aposentados do Supremo. Recusaram.

PS2- Agora quer um político, mas PMDB e PSDB querem o cargo. E dentro do PMDB, dois grupos defendem a indicação. Inacreditavelmente, Renan e Sarney, brigam pela indicação de Edson Lobão, que responde a 6 processos. Sendo 3 na Lava-Jato.

PS3- O novo presidente do Senado, Eunicio Oliveira, tem um candidato: senador Raimundo Lira, que presidiu a Comissão Especial do impeachment. E não quer ser derrotado logo na primeira disputa.

PS4- Foi eleito com 61 votos. Onde estão? Temer não quer desagradar nem Renan nem Eunicio. Não quer ou não pode?





***





Temer, o estrategista da contradição e da inutilidade

Amanhã, estará completando 9 meses do poder que não conquistou, apenas usurpou, como tudo que aconteceu na sua vida publica. Aristocrata, desdenhava o povo, jamais pretendeu o seu voto, a não ser para vagas eleições de deputado federal, quase sempre ignorado. 

Jamais acreditou que pudesse chegar à presidente, mesmo nas condições em que chegou. Mas são 9 meses isolado em 3 palácios. Continua distante do povo, agora apavorado com possíveis vaias, fugindo de tudo e de todos.

Nesse caso, está coberto de razão, sua impopularidade é conseqüência da sua visível incapacidade.

A partir da tragédia com o Ministro Zavascki. E com as delações iniciais do diretor da Odebrecht, Claudio Melo, citado 43 vezes, foi obrigado a 3 providencias. E ainda é impossível saber qual será a sua reação, diante da volumosa delação dos 77 executivos e ex-executivos da Odebrecht, incluindo o próprio chefão, que dizia sempre: "Jamais farei delação". 

Mas fez e carregou com ele, todos que o ajudaram na espantosa corrupção. Os depoimentos ainda estão em sigilo, mas não irão durar a vida toda. Apesar da trincheira de julgadores, que o protege. A opinião publica quer conhecer os 77 depoimentos, a roubalheira das empreiteiras, levou dinheiro publico.

TEMER ERROU NO TEMPO AO NÃO SUBSTITUIR ZAVASCKI

Logo que foi constatada a inacreditável tragédia, Temer veio a publico, afirmou e insistiu insensatamente: "Só indicarei o Ministro do Supremo, depois que for escolhido o novo relator da Lava-Jato". Tinha que fazer exatamente o contrário. Decidir sobre o substituto, mandar o nome ao Senado, que aprovaria sem qualquer resistência.

Com isso, imobilizaria o Supremo e seu presidente. Carmen Lucia não tinha a liberdade de Temer, estava sujeita a muitas vozes e opiniões, tinha um roteiro a seguir, mas precisava percorrer um caminho pedregoso. Com a falta de ação de Temer e sua espera negativa, o Planalto ficou ultrapassado.

 Agora, Temer pode levar o tempo que quiser o Ministro que indicar, irá obrigatoriamente para a Primeira Turma. Que não tem nada a ver com a Lava-Jato. Se tivesse percebido a oportunidade, o quinto Ministro da Segunda Turma, seria o indicado por Temer.

TEMER E O FORO PRIVILEGIADO

Assim que assumiu como provisório, com a certeza de que seria logo indireto, começaram as especulações sobre nomes ministeriáveis. Naturalmente muitas lembranças ou indicações, sujeitas a confirmação. Apenas um era certo, todos diziam, será o que quiser: Moreira Franco.

Formada a equipe, surpresa inimaginável: Moreira não era Ministro, ficou com uma secretaria palaciana. Para os que comentavam o fato, de forma negativa, respondia: "Não preciso ser Ministro, para cumprir meus objetivos". Parecia realidade indestrutível. Foi ficando sem a denominação maior.

Mas os fatos se desdobraram de forma diferente. O Diretor de Negociação da Odebrecht, que citou Temer 43 vezes, também lembrou Moreira Franco em 34 citações, até os números são parecidos. Aí se tornou indispensável à denominação de Ministro. Como a mudança é livre para o presidente, mesmo indireto, eis em 48 horas, o secretario transformado em ministro.

Houve tentativa de explicação dupla. Do presidente indireto, e do personagem transformado. Não foi difícil, apenas mudança da ordem das palavras. Era: SECRETARIO do Ministério do governo. Passou a ser: MINISTRO da secretaria da presidência.

A última palavra será do Supremo. Não só porque trataram do assunto no passado, e impediram Lula de ser Ministro, o que não precisava de autorização de ninguém. Mas também porque agora, a oposição entrou com recurso, impedindo a mudança de secretario para Ministro, visivelmente com o objetivo de obter privilegio num possível julgamento. 

Muita curiosidade a respeito da posição do Ministro Gilmar Mendes. Foi ele que impediu Lula de ser Ministro Chefe da Casa Civil. Impedirá também Moreira Franco, não por ele, mas por proteção ao amigo Temer? 

NOVO MINISTRO DO SUPREMO

Desesperançado e descrente com o futuro, o indireto teria decidido indicar para substituir Zavascki, o primeiro nome lembrado por ele. È tão medíocre e sem credenciais, que foi vetado de todos os lados. Nos bastidores se diz que teria voltado. Não publico seu nome, não está confirmado, embora a intimidade de Temer com ele, extravagante e capaz de justificar absurdos. 

A indicação precisa ser ratificada pela CCJ, (Comissão de Constituição e Justiça) que ainda não tem nem presidente. E depois pelo plenário, controlado vilmente pelos três palácios do indireto.

Num momento da política brasileira dominada pela ignomínia, nomear para o Supremo o anti-Zavascki, é insensato, espúrio e até revoltante. Mas com o perfil exato de Temer.

A SEMANA DE EDUARDO CUNHA

Hoje será ouvido pelo juiz Sergio Moro. Dizem que pode não terminar, continuaria amanhã, quarta. Nessa mesma quarta está na pauta do plenário do Supremo. Como disse no ultimo dia antes do recesso, ele entrou com pedido de libertação. Queria a Segunda Turma, ficou longe. 


PS- Mas nem tudo é contra o ex-presidente da Câmara. Na época da cassação, só teve um defensor diário e intransigente: Carlos Marun. Agora será presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência. Que ainda nem existe.





Mazola: devoro teus textos magníficos. Muito bem escritos, e melhor ainda, corajosos, lúcidos, chegando à identificação como audaciosos. Mas tenho que discordar quando você escreve, “SÓ Deus muda a República dos banqueiros”. No meu entendimento, tem que ser “NEM Deus muda a República dos banqueiros”.

Helio Fernandes e Daniel Mazola, o registro é do ano passado. Arquivo do Mazola.
Há anos o cidadão espera receber o roubo dos bancos

Em dezembro, antes das férias da justiça, começaram no Supremo, a examinar os prejuízos de centenas de milhares de pessoas. Dizimadas por cinco planos engendrados por economistas incompetentes: Verão, Bresser, Cruzado e o Collor I e Collor II. Disseram: “Os ministros vão se manifestando, depois é só votar”.

A fraude dos banqueiros

Muito tempo antes, ainda na Tribuna impressa, escrevi bastante sobre o assunto. Os banqueiros não perderam nada, tiveram lucros em todos esses planos. E os economistas que planejaram e arruinaram os cidadãos, continuam cada vez mais prestigiados, donos de consultorias arrogantes, parece até que não participaram dessa fraude trilionária, que para eles se acumula como vitória profissional e aumento de contas bancárias.

O terrorismo dos banqueiros

Durante quase 30 anos, esses poderosos e intocáveis donos de bancos, não deixaram ninguém examinar a questão. Espalhavam as maiores fraudes, mantiveram engavetadas as devoluções do dinheiro do cidadão-contribuinte-eleitor. Mas como é preciso uma satisfação à comunidade, o caso chegou ao plenário do Supremo, pelo menos para que os senhores ministros, data vênia, pelo menos discursassem.

“O país vai quebrar”

Esse foi o trovão espalhado pelos donos dessas “arapucas” chamadas de bancos. Começaram a se aproveitar da “Liberdade de Imprensa”, fizeram frases e divulgaram números assustadores. “Se tivermos que pagar, o Brasil vai à falência junto conosco”. Ou: ”Não devemos nada, já perdemos muito”.

Em matéria de números, iam avançando de forma assustadora para o país e o todo. Começaram falando “em prejuízos” de 150 BILHÕES, passaram para 450 BILHÕES.

E alguns, mais audaciosos chegaram a falar que o total que a comunidade devia e deve receber, é de “900 BILHÕES”. Poderiam ir mais longe, eles não precisam prestar contas a ninguém.

O Supremo não pode decepcionar o cidadão

Além do prazo dilacerante que desperdiçaram para não chegar a lugar algum, (reconheço, nenhum dos Ministros de agora, estava no Supremo na hora dos golpes baixos dos bancos e banqueiros). Mas agora estão no mais alto tribunal, têm que decidir a favor da comunidade.

Se votarem a favor dos banqueiros enriquecidos e poderosos, estarão desperdiçando o capital que conquistaram em alguns julgamentos, mesmo polêmicos. Votando a favor desses banqueiros ávidos e tresloucados, serão cúmplices e acumpliciados. Favorecendo esses sanguessugas do dinheiro da comunidade, é MELHOR QUE RENUNCIEM COLETIVAMENTE.

Se não RENUNCIAREM ou se APOSENTAREM SEM VENCIMENTOS, a coletividade do Brasil todo, deve ACAMPAR diante do Supremo. Não deixando que os Ministros ENTREM ou SAIAM. Pacificamente.

Reforma agrária

Todos os camponeses do mundo ocidental, (e não apenas eles) só se desenvolveram depois da reforma agrária. No Brasil essa reforma se esconde atrás do agronegócio, os governos se omitem com medo desses poderosos senhores da terra. Se julgam os salvadores do mundo, apregoam e acreditam que sem eles o pais morreria de fome.

Dona Dilma fez muito bem em receber os líderes do MST, 24 horas depois de uma vasta e importante manifestação. Mais de 30 mil pessoas, sem violência, mas assim mesmo agredidos pela polícia.

Mas não adianta nem resolve utilizar o imponente Palácio do Planalto para uma conversa de botequim. É preciso fazer, realizar, construir. Fortunas incríveis são feitas nas cidades e nos centros urbanos, apenas nas transações com terras.

Os “donos” da terra

Depois da indústria automobilística, os maiores anunciantes são os senhores dos negócios imobiliários. No Rio, estão construindo um campo de golfe para a Olimpíada. Depois, nesse terreno enorme, serão construídos 22 edifícios com 24 andares cada um. Mais fortunas imobiliárias.

Qualquer que seja a concepção ou a convicção sobre a criação do mundo, a terra jamais foi propriedade de alguém. Socialistas ou capitalistas. A terra é de Deus. Seja qual for a religião, a fé ou a crença do cidadão. O maior escândalo do Brasil em todos os tempos se chama NOVACAP. Quilômetros e quilômetros de deserto foram distribuídos, doados, destacados para privilegiados. Cidadãos de todas as origens e procedência, foram para Brasília já na posse e doação daquela terra imensa. E de graça.

PS – Saiu na Folha, do Painel de Vera Magalhães: Lobão elogiava um dirigente do setor elétrico que já ocupou muitos cargos. Mas ressalvou: “Ainda não foi Ministro de Minas e Energia. Se quiser o meu lugar terá que esperar muito tempo”.

PS2 – Como Lobão é senador e seu mandato termina agora, precisa se desincompatibilizar até 5 de abril. Duas hipóteses. 1 – Continuará Ministro não tentará a reeleição. 2 – Está tão desprestigiado, desprezado e tecnicamente desmoralizado, que considera 45 dias, de hoje a 5 de abril, “um tempo muito grande”.

PS3 – Nadal estreou com vitória, no ATP 500. O Brasil não está preparado para organizar competição como essa. A quadra central tem 6 mil e 200 lugares, um terço das outras do mundo. O Jóquei recebeu 20 milhões para montar os jogos.

PS4 – Além da quadra central, outras três, apertadinhas, com capacidade para 400 pessoas cada uma. Sem televisão, reclamação total. São 32 jogadores, 11 da Espanha. Se for campeão, Nadal só vai enfrentar compatriotas.







***


Reprimida, combatida, proibida, passou a ser considerada suicida. Entrou para a relação das drogas criminosas, custavam a reconhecer que não era nem mesmo uma droga. Grandes personalidades que chegaram aos postos mais altos nos seus países, confessavam que na adolescência fumavam maconha. Sem maiores conseqüências, não era considerado droga.

O presidente do Uruguai, o psiquiatra Lester Grinspoon

A tentativa de reabilitar ou liberar a maconha, parou em muitos obstáculos, principalmente em estados americanos. Faziam concessões que não concediam nada, permitindo apenas o uso medicinal. Só que agora, o ex-guerrilheiro presidente do Uruguai, ganhou as manchetes do mundo, fazendo aprovar no Congresso, liberdade total, para essa maconha que pode ser plantada e consumida por qualquer um. Voltou a expressão, que foi muito citada no Brasil, há pouco, por causa das biografias: “É proibido proibir”.

O Uruguai é um país pequeno, com três milhões de habitantes, mas veio provar que a Justiça provoca satisfação e reconhecimento, muito maiores do que a injustiça. E o mundo que se prende muito mais a notícias de assassinatos, de corrupção, e tudo isso junto com penitenciárias como a de Dona Roseana, colocou nas manchetes, a liberação dessa maconha. Que um psiquiatra que passou a vida estudando o problema, comparou-a á penicilina.

Agora, quem vai desmentir o pesquisador?

Ainda me lembro, eu era pequeno e o mar bramia, quando houve a revolução da Penicilina. Um estrondo de satisfação, o povo que não tinha direito a coisa alguma, teve aberta a caminhada da descoberta, que servia para curar doenças sem fim.

Foi uma consagração, primeiro perplexidade, depois o direito dos povos se utilizarem das mesmas soluções que salvavam e favoreciam as elites enriquecidas com o dinheiro que sobrava da exploração do esforço do trabalhador. E isso resistiu até hoje.

O psiquiatra e suas lições

Grinspoon, com 86 anos de idade, é reconhecido pelo menos por 60 anos de estudo sobre a maconha. Nunca teve medo da droga, nem mesmo se pudesse atuar sobre ele. Para os que se surpreendiam com tanto tempo de convivência com a maconha, respondia sempre: “Uso maconha, pessoalmente, há mais de 40 anos, se prejudicasse minha memória, é evidente que eu já saberia”. E continuou devassando essa planta tão idiozincrizada e assustadora.

Descrição de apenas alguns dos benefícios

Diz que a maconha tem um extenso e ainda não desvendado uso medicinal. Nem fala na satisfação e no uso recreativo da maconha. Começa por dizer que na “Califórnia, médicos receitam para dor nas costas, com sucesso total”.

A maconha já foi utilizada para aliviar dor de cabeça, disenteria, baixar imediatamente a febre, como solução para a depressão, até para acabar com a enxaqueca. E conclui essa lista: “Sozinho, descobri que a maconha é o tratamento por excelência para a dor de cabeça”. Sem contestação de especialistas consultados.

A transformação do psiquiatra

Seu depoimento pessoal é irrefutável. Confessa: “Até 1967 era comum o uso da maconha em festas”. Eu era o primeiro a dizer: “isso deve fazer mal a saúde”. Mas aí o psiquiatra afirma que começou a questionar suas próprias afirmações e convicções sobre a maconha. E, mergulhou no estudo dessa planta, dedicou toda sua vida a constatar sua aplicação e seus benefícios.

Eu um médico, acreditando em versões

Começou se questionando como profissional, reconheceu que como quase todas as outras pessoas, estava enganando a si mesmo, acreditava no que diziam sem o menor fundamento.

Afirmação importante do psiquiatra e pesquisador: “Um dia fui à biblioteca de Harvard para tentar descobrir a base cientifica da maconha. Li todos os estudos e fiquei satisfeitíssimo de reconhecer, eu e quase todas as outras pessoas sofremos lavagem cerebral”. Impressionante a constatação e a confissão.

“A partir de 1973, 40 anos, comecei a fumar. Não queria ser criticado pelo fato de recomendar mas não utilizar a maconha. Nunca mais parei”.

O médico, psiquiatra, professor e pesquisador, garante: “A maconha tem efeito anti-inflamatório, e ação analgésica. Eu tenho complicações de estômago e diabetes, isso me dá terrível sensação de náuseas. Por isso, quando vou a um restaurante, carrego um pouco da erva para emergência, mastigo um pouco e continuo a comer, sem maiores problemas”.

Maconha-penicilina

Para terminar, a consciência e consistência do grande pesquisador, que mais do que ninguém pesquisou coletivamente a maconha e se serviu dela, pessoalmente. “A maconha tem múltiplos efeitos, que serão aproveitados, depois de dissipados os temores. Em muitas doenças ou males, a maconha será uma descoberta para a humanidade, assim como foi a penicilina”.

Que o mundo e a humanidade, reconheçam essa oitava maravilha médica.








***



QUEM NÃO SABE LIDERAR, NÃO PODE PRESIDIR A ABI

Convidado para liderar a Chapa BARBOSA LIMA SOBRINHO, ao lado de nomes históricos da ABI, Bernardo Cabral, Miranda Sá e tantos outros, é diligente, valioso e necessário fazer oposição a atual diretoria.

É ainda mais grave, frente às más notícias de uma administração excludente, discricionária e que decorridos seis meses de sua eleição, esta diretoria não fez absolutamente nada pela instituição, seja materialmente, seja ideologicamente. Por isso deveria no mínimo reconhecer sua inaptidão para estar no seu comando. É importantíssimo lembrar que até suas contas não foram aprovadas.

Participei da diretoria em que o importante líder BARBOSA LIMA SOBRINHO foi presidente da Associação Brasileira de Imprensa, retorno hoje, na chapa que leva seu nome, numa justa e bela homenagem.

O presidente Domingos Meirelles decepcionou, disse uma coisa e faz outra. Prometeu e não cumpriu, mentiu para todos que acreditaram na sua falsa promessa.

Jornalistas preocupados com o futuro da ABI, não querem que essa gente mesquinha e falsa, continuem com seus atos antidemocráticos, fechando as portas da entidade, para os movimentos sociais, que sempre deram suporte a classe resistindo contra o Golpe de 64.

Os jovens precisam ser associados, e isso não acontece, por covardia de uma diretoria, que quer se perpetuar nos quadros da instituição.

Queremos a ABI voltada para a comunidade, sem cumplicidade com extremistas, direitistas, saqueadores do povo brasileiro, as Fiesp, Firjan e Globo, e outros núcleos de entreguistas das nossas riquezas não podem se instalar na instituição levada pelas mãos de dirigentes que não se vinculam com as matizes das Liberdades e dos Direitos Humanos.

Venho dar meu apoio e voto a Chapa BARBOSA LIMA SOBRINHO, com a firme e resoluta convicção de que sua representatividade, é um marco latente de libertação da ABI.

Estamos juntos!### 


A MORTE DO DITADOR CASTELO BRANCO, DOCUMENTO HISTÓRICO QUE COMPLETA 48 ANOS – Parte I

2 MILHÕES DE FRANCESES REVERENCIAM OS JORNALISTAS – CARTUNISTAS, CONDENAM OS TERRORISTAS, EXALTAM A LIBERDADE DE IMPRENSA E DE EXPRESSÃO

RESPONDENDO A SEGUIDORES SOBRE LACERDA E O GOLPE DE 64. A MORTE DE EDSON LUIZ DO CALABOUÇO, A DESTRUIÇÃO DA TRIBUNA, E O MASSACRE DE PARIS. COM A LIBERDADE SOBREVIVENDO A TUDO

A LATIFUNDIARIA KÁTIA ABREU, O MINISTRO PATRUS ANANIAS, OS QUE EXIGEM REFORMA AGRÁRIA. O TERRORISMO DOS QUE SE DIZEM “DEFENSORES” DE MAOMÉ

A POSSE DO SEGUNDO JOAQUIM, VISTA DO ANGULO DO PLANALTO. O RODÍZIO DOS MESMOS EMBAIXADORES. RENAN, SEM CACIFE PARA ELA E PARA O PMDB
 

OSTENSIVA OU VELADAMENTE, A PETROBRAS APAVORA O MUNDO POLÍTICO, ECONÔMICO, ADMINISTRATIVO. E OS “ACIONISTAS MAJORITÁRIOS” DAS EMPREITEIRAS, FICARÃO IMPUNES?
 

FINALMENTE DILMA FORMA E EMPOSSA SEU MINISTERIO “QUEM-QUEM”, PROVISÓRIO OU MISTIFICAÇÃO. 13 CONSEGUIRAM CONTINUAR


  
"DIGA AO POVO QUE ACEITO"
 

Evandro Lins e Silva, extraordinária personalidade, mestre de Direito, meu primeiro advogado. “Pesquisas”, com aspas, dizem que “Lula perderia para Alckmin”. Obama já não é o mesmo

***


DILMA: MAIS PÂNICO DO MENSABRAS DO QUE DO MENSALÃO. E A ECONOMIA? A FALA, INESQUECÍVEL, DE DONA MARINA
  

ALTOS LÍDERES DO PMDB, PT E PP APAVORADOS. LEGENDAS NÃO PODEM IR PARA A CADEIA. ELES TÊM QUE PERDER A LIBERDADE. É PRECISO EMPREENDER A EMPREITADA DE FAZER OBRAS PELO PREÇO DA COMPETITIVIDADE E NÃO DAS PROPINAS



ECONOMIA BRASILEIRA: DESPREPARADA, DESCONTROLADA, DESATIVADA, DESESPERADA. NO AMAZONAS, LULA E DILMA, MASSACRADOS



DONA DILMA INSISTE NA "TÁTICA" E "ESTRATÉGIA" DO TERRORISMO SOCIAL. ENQUANTO A ECONOMIA DESABA NAS SUAS CONTAS E NAS COSTAS DO POVO


 
A GRANDE ENCRUZILHADA DO SEGUNDO TURNO. TRANSFERÊNCIA DOS 22 MILHÕES DE VOTOS DE MARINA, O APROVEITAMENTO DOS 30 MILHÕES QUE SE ABSTIVERAM, VOTARAM BRANCO, OU ANULARAM, DESINTERESSE


  
DILMA PODE SER DERROTADA PELA UNIÃO DOS CANDIDATOS DA OPOSIÇÃO. A MÁQUINA DA CORRUPÇÃO, E DO "NÃO ROUBA MAS NÃO FAZ", ESTRAÇALHADA PARA O BEM, DO POVO DA RUA



EM 125 ANOS DE REPÚBLICA NUNCA HOUVE UM CANDIDATO QUE PERDESSE NO PRIMEIRO TURNO E VENCESSE NO SEGUNDO


 
AMANHÃ, COMEÇA A CAMINHADA CÍVICA, QUE TENTAM TRANSFORMAR EM ARITMÉTICA ELEITORAL. COMO HAVERÁ SEGUNDO TURNO, OUTRA ELEIÇÃO NO DIA 26, MAIS TRÊS DOMINGOS DE ESPERA


 
11 SENADORES DISPUTAM ELEIÇÃO DE GRAÇA. SE TRANSFORMAM EM GOVERNADORES, OU FICAM NO SENADO. O DEBATE INÚTIL, AS ENTREVISTAS FORAM MUITO MELHORES E MAIS IMPORTANTES


 
NA BRIGA DE RUA COM PAU E PEDRAS, DILMA USA FRACASSO DE QUATRO ANOS, PARA TENTAR A DESTRUIÇÃO QUE COMEÇOU. DE ONDE SURGEM ESSAS PESQUISAS HUMILHANTES?


 
A ARROGANTE, IMPRUDENTE E INCOMPETENTE DILMA APELA PARA O MAIS BAIXO LUGAR COMUM, GRITA POR TODOS OS LADOS: "CHEGOU A HORA DA ONÇA BEBER ÁGUA"

 
FALTA UMA SEMANA PARA O FIM DA CAMPANHA. MAS DEPOIS A ESPERA DO PRESIDENCIÁVEL ATÉ O DIA 26



O NOVO PRESIDENTE DA ABI. O SUSTO COM O EX-DIRETOR DA PETROBRAS, PASSOU A PÂNICO COM O DOLEIRO. DILMA A “ESTADISTA”



A VERGONHA, O VEXAME, A IMPRUDENCIA, A INCOMPETENCIA DO DISCURSO DE DONA DILMA NA ONU, APOIANDO OS TERRORISTAS

  
A RAZÃO DE LEWANDOWSKI ASSUMIR. NO FUNDO, DONA DILMA É SOBERANA

  
COMEÇOU O BOMBARDEIO DO ESTADO ISLÂMICO, SEM TROPAS. A PESQUISA HOJE, NÃO AGRADOU NENHUM DOS CANDIDATOS

 

CLESIO ANDRADE SIMBOLO DA CORRUPÇÃO E DA IMPUNIDADE, ABANDONOU O FORO PRIVILEGIADO. E O SUPREMO ATENDEU. HOJE DEVE SER DIVULGADA PESQUISA DO IBOPE, DIVERGENTE COM O DATAFOLHA
  


A CUMPLICIDADE DOS MILITARES HOJE NA ATIVA, CUMPLICES PELO SILENCIO. E O LIVRO IMPERDÍVEL COM DEPOIMENTO MAGESTOSO DE SOBRAL PINTO, SOBRE A DITADURA VARGAS



A GRÃ-BRETANHA NÃO ACABOU. DATAFOLHA E IBOPE, COM METODOLOGIA DIFERENTE, DIVERGEM


 

O PMDB QUER PROCESSAR O VICE DE MARINA. O VICE DE DILMA DIZ QUE ELA NÃO PERDE, MESMO SE QUISER. OS VICES FALAM Á VONTADE, O CIDADÃO NÃO LIGA PARA ELES

 

A FARSA DA CPMI, COM CORRUPÇÃO ASSUSTANDO E PAIRANDO NO AR. E A PRIMEIRA GUERRA DA HISTORIA, “SEM ARMAS”


 

A PRECIPITADA E SEM AUTENTICIDADE MODIFICAÇÃO NO JORNALISMO DA GLOBO. PAULO ROBERTO DEPÕE HOJE, PODE FICAR EM SILÊNCIO OU DIZER O QUE QUISER



ACABOU O MEDO DO “VOLTA LULA”. EIKE BATISTA PRECISA TER OS BENS PENHORADOS. DONA DILMA ATACA MARINA
  


OS 70 ANOS DA AV. GETÚLIO VARGAS, E A HISTORIA COMO ELA É


 

COM “INVEJA E CIÚME”, DILMA TENTA “DESCONSTRUIR” MARINA COM BAIXARIA. MAS SEU DESGOVERNO É UMA CATÁSTROFE


 

 
 



 


 
 


 
 
 
 
 
 
 
  


 


 
 

 

 



 
 



 
 
 

 
 


 



 
 

 

 
 
PRESIDENCIÁVEIS: TODOS PREGAM MUDANÇAS 



O PODER DE ISRAEL E DOMÍNIO SOBRE A PALESTINA, SEM CONTESTAÇÃO

 
   
EDUARDO PAES SOBRE BENTHLEM: “EU NÃO SABIA DE NADA, VOU INVESTIGAR”
 
 

O ESQUECIMENTO DE OSWALDO ARANHA, A INGRATIDÃO E O “SELFIE” DE ISRAEL






O PADRÃO FIFA DA QUASE MARGINALIDADE. “MEUS NÚMEROS ME TROUXERAM DE VOLTA”

 
 
O PAPA FRANCISCO, O PREFEITO EDUARDO PAES, O “CAMPO DA FÉ”, O ESCLARECIMENTO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE GEOGRAFIA, A COMUNICAÇÃO AO CARDEAL ORANI TEMPESTA, A RESPOSTA DESTE E A “DESAPROPRIAÇÃO FRAUDULENTA PARA FAVORECER JACOB BARATA“. (TUDO EXCLUSIVO)
 


DUNGA, GILMAR E MARIN: A MORTE E A MORTE DO FUTEBOL BRASILEIRO

 
 
BRETTON WOODS: A CONSPIRAÇÃO DE 1944, A COMEMORAÇÃO E A CONSOLIDAÇÃO DE 2014

 
 
LULA TUDO A VER COM O MENSALÃO DO PT. AÉCIO TINHA QUE CONHECER O PASSADO ESCANDALOSO DO SEU VICE CLÉSIO. FHC FOI REELEITO PAGANDO À VISTA E A DOAÇÃO COM MOEDAS PODRES

 




RÚSSIA-UCRÂNIA, ISRAEL-HAMAS


 
A LUTA DE BASTIDORES DA REELEIÇÃO, AMEAÇA EXPLODIR A CAMPANHA. O “NEGÓCIO DA CHINA” PROVOCA EMPOLGAÇÃO COM OS BRICS


 
OS BRICS NÃO QUEREM SER APENAS UMA SIGLA SEM IMPORTÂNCIA. OS “VICES” CIVIS NA DITADURA MILITAR

 


CITIBANK-CITIGROUP, MULTADO EM 7 BILHÕES DE DOLARES. DILMA, AÉCIO, CAMPOS, À ESPERA DA PESQUISA DO DATAFOLHA


 

NÃO QUEREM MEXER NA CBF, MAS DÃO 800 MILHÕES AO CORINTHIANS. JOAQUIM CUSTA A SAIR, DILMA VAIADA

 
 
FORA FELIPÃO FRACASSADO. E SE DESFAÇA DA MÁFIA FORMADA POR ELE E MAIS O CORRUPTO APRENDIZ DE DITADOR MARIN E O DESEMPREGADO PARREIRA. 24 ANOS DEPOIS A ALEMANHA CONQUISTA UM TÍTULO. AGORA, EM MOSCOU-2018, A ARGENTINA TEM QUE RECUPERAR 32 ANOS. SE PASSAR NA CLASSIFICAÇÃO, O QUE PODE NÃO ACONTECER


 
EXALTAM A ALEMANHA, QUE NÃO GANHA UM TÍTULO HÁ 24 ANOS. E A ARGENTINA, “INVICTA” HÁ 24. NÃO QUEREMOS ESSA RENOVAÇÃO. PERDEMOS POR SCOLARI E PARREIRA

 
 
DI STÉFANO UM DOS MAIORES JOGADORES DO MUNDO, QUE VI JOGAR A PARTIR DE 1948, QUANDO ERA “LA SAETA RUBIA”
 


COM FELIPÃO E PARREIRA NO BANCO E NEYMAR INUTILIZADO, A ALEMANHA MASSACRA O BRASIL. TÉCNICA E TATICAMENTE INÚTEIS, ESSES “COMANDANTES” FAZEM 200 MILHÕES CHORAR DE VERGONHA

 

 

GENOINO ESTARÁ EM CASA EM AGOSTO. AGORA, DIRCEU EM MARÇO. NUMA FINAL BRASIL-ARGENTINA, TUDO PODE ACONTECER. EM 2 ANOS, FELIPÃO E PARREIRA, ECONOMIZARÃO 20 MILHÕES CADA UM

 




 

COM A PRISÃO DO EX-PRESIDENTE DA FRANÇA, PRESO POR CORRUPÇÃO, OUTROS EX-PRESIDENTES ESTÃO ASSUSTADOS. PRINCIPALMENTE NO BRASIL. O PLANO REAL COMEÇOU COM ITAMAR, FOI “RESOLVIDO” POR CHICO LOPES

 

 

ALEMANHA E BRASIL NA SEMIFINAL, PARA A “GLORIA” E “SATISFAÇÃO” DE FELIPÃO, PARREIRA E MARIN, NÃO DO POVO


 

O BRASIL PODERIA ATÉ GANHAR. SEM FELIPÃO, SERIA BEM MAIS FÁCIL. ESTE NÃO SABE NADA, A NÃO SER “MOTIVAR” JORNALISTAS. ADORA RETROCESSO, DESPREZA PROGRESSO. E OS JOGADORES, CHORANDO, ACREDITAM MAIS NO PSIQUIATRA

 

 

AMANHÃ UM CAMPEÃO SERÁ ELIMINADO. FRANÇA OU ALEMANHA. BRASIL SABERÁ SE PSIQUIATRA VALE MAIS DO QUE TÉCNICO. SERRA AOS 72 ANOS, DOMINA SÃO PAULO

 



 

SÃO PAULO ACERTA SUA SUCESSÃO, COMANDA A CAMPANHA PRESIDENCIAL. ARGENTINA SOBREVIVE À PERSEGUIÇÃO

 
 
CONCENTRARAM A CAMPANHA EM SÃO PAULO, O MAIOR COLÉGIO ELEITORAL DO PAÍS. NINGUÉM GANHA DE ALCKMIN, HÁ 20 ANOS NO PODER. QUER MAIS 4, PARA NOVA AVENTURA PRESIDENCIÁVEL

 

 

A POLITICALHA DO RIO, CONTINUA ENJOANDO. NO PP QUEM TEM VOTO E PRESTÍGIO ESTÁ NO AEZÃO

 
 
O CHILE PRETENDIA FAZER HISTÓRIA NÃO PASSOU DE FIGURANTE, MAS EXIGIU PRORROGAÇÃO, PENALTIS, E A DIFERENÇA MÍNIMA. ALGUÉM TINHA QUE PASSAR, FOI O BRASIL

 
 
A JUSTIÇA DE NOVA IORQUE, (NÃO DOS EUA) ESTÁ FAZENDO INTERVENÇÃO FINANCEIRA NA ARGENTINA. ANTES SÓ FAZIAM INTERVENÇÃO MILITAR

 

 

O SUPREMO DE EQUÍVOCO EM EQUÍVOCO, TRANSFERIU OS JULGAMENTOS PARA AS TURMAS. E O PLENÁRIO NÃO SE REUNIRÁ MAIS? 


 
QUE SAUDADES DA ELEIÇÃO DA GUANABARA. SARNEY, ENRIQUECIDO DE GLORIAS E DA GEOGRAFIA FINANCEIRA. CIRO GOMES, VOLTA AO PRIMEIRO PLANO


 
O VICE DOS EUA, E A COMISSÃO DA VERDADE

 

 


OS GENERAIS NÃO EXPLICARAM A TORTURA PRATICADA NOS QUARTÉIS. DONA DILMA “RIFADA” NO RIO

 



 

O MINISTRO BARROSO PEDIRÁ AO PLENÁRIO DO SUPREMO QUE JULGUE O PEDIDO DE GENOINO. O CONSELHEIRO MARINHO TEM QUE SER AFASTADO DO CARGO. DILMA VAI SE PERDER COM TANTO TEMPO DE TELEVISÃO


 

13 ANOS DO CALOTE DA ARGENTINA, A JUSTIÇA DOS EUA PROTEGE FUNDOS PODRES. FHC: APOIO CONTRA AÉCIO. JORNALISTAS DO BRASIL, NÃO ASSISTEM A COPA

 
 
SUPLICY PODE ENTRAR COMO POSTE SUBSTITUINDO PADILHA. O BRASIL, CLASSIFICADO NA CHAVE ENFRENTA A HOLANDA

 
 
COM AÉCIO PRESIDENTE, FHC QUER SER EMBAIXADOR NA ONU. JOAQUIM JOGA A TOALHA, PERDÃO, A TOGA NO LIXO. FELIPÃO: “O TIME É MEU, QUEM ESCALA SOU EU”. O VICE DOS EUA, INSULTA O BRASIL


 
 
FHC FAZ 83 ANOS HOJE, SE AÉCIO GANHAR QUER SER EMBAIXADOR NA ONU. SOBRAL PINTO, FOI PRESO 3 VEZES NA DITADURA DE 64, COMO ADVOGADO
 


1930, 34, 38, 42, VARGAS NÃO SAIU DO PODER, SEM VOTO, POVO, URNA, ELEIÇÃO. IDEM, IDEM PARA OS GENERAIS DE 1964

 

 

O CARNAVAL PERDEU PARA O FUTEBOL, A CONSTATAÇÃO DE MAIOR ESPETÁCULO. O COMPORTAMENTO DE FRED NEM FREUD EXPLICA

 
 
MARINA-CAMPOS: NUNCA SE DERAM AGORA VÃO BRIGAR. MANIFESTAÇÕES CONTUNDENTES, MAS “ESTÁ HAVENDO COPA”

 

 

O QUE FARÃO DILMA E CAMPOS EM 2015? “HABEMUS COPA”

 

 

SÓ SE FALA EM COPA DO MUNDO, SEM APLAUSO DO POVÃO. LULA ADOTOU, “É A ECONOMIA, ESTÚPIDO”. E DÁ LIÇÕES A DONA DILMA


 
EM 1944, OS EUA DOMINARAM O MUNDO, PELAS ARMAS E PELO DÓLAR. FRANCISCO TALVEZ POSSA FAZER A PAZ ENTRE ISRAEL E PALESTINA


 

KASSAB, VICE DE ALCKMIN. BANQUEIROS QUE ROUBAM OS PRÓPRIOS BANCOS. HENRIQUE EDUARDO SERÁ GOVERNADOR COM 70 ANOS

  




PRESIDENTE LULA CONFUNDIU E ILUDIU A TODOS COM OS PROJETOS DE LEI DO PRÉ-SAL

 

 

NÃO NOS ESQUEÇAMOS DO 6 DE JUNHO DE 2013. O MISTÉRIO DAS DUAS CPIs


 

PAULO OTÁVIO, PRESO, SAIRÁ COM O DINHEIRO DA CORRUPÇÃO. JUAN CARLOS FORA DO TRONO

 

 

CORONÉIS DA RESERVA APENAS COADJUVANTES, AGORA FALAM ABERTAMENTE COMO “PAPAGAIOS DA TORTURA”. VOU CITAR GENERAIS IMPORTANTES, COM NOME E SOBRENOME, QUE MANDAVAM DE VERDADE, DAVAM AS ORDENS

 

  

DILMA E MALUF JUNTOS, QUAL A SURPRESA? OS BASTIDORES DA INCÓGNITA JOAQUIM, E O QUE POUCOS QUEREM CONTAR
  


A DERROTA OU A VITÓRIA NA COPA DO MUNDO, NÃO SERVE A NINGUÉM. NEM À DEMOCRACIA MISTIFICADA NEM À DITADURA DESMASCARADA. SÓ EM 1950, O POVÃO SENTIU E CHOROU. EM SILÊNCIO

 
 
ROYALTIES DO PRÉ-SAL E A PETROBRAS


 
CONFUSÃO IDEOLÓGICA OU FALTA DE IDEOLOGIA. A CPI ÚNICA DA PETROBRAS, VIROU MISTA


 

CPI DESMORALIZADA, DONA GRAÇA IGNORADA, AMANHÃ, PAULO ROBERTO COSTA “APLAUDIDO” PELO GOVERNO ASSUSTADO. A CHAPA AÉCIO-CABRAL-PEZÃO, ASSUSTA DONA DILMA


 
PMDB-PP DO RIO, COM AÉCIO, SURPRESA E PÂNICO. OS BANCOS NÃO QUEREM PAGAR, NÃO PAGARÃO. OS ASSASSINOS DE RUBENS PAIVA, MORRERÃO NA PRISÃO

 

DIA 5, NUMA CHURRASCARIA DA BARRA, PMDB, PSDB, PDT E PP, LANÇARÃO A CHAPA AÉCIO-PEZÃO. HOJE, O PRESIDENTE DO PP, ANUNCIA APOIO A DILMA. SEIS GRANDES ESTADOS IMEDIATAMENTE, EM DISSIDÊNCIA, FICARÃO COM AÉCIO

 

 

A QUASE PRISÃO DO GOVERNADOR DE MATO GROSSO. INVESTIGADO POR IRREGULARIDADES DE VOLUME ALTÍSSIMO, PAGOU MULTA PELA POSSE ILEGAL DE ARMA VELHÍSSIMA. TODA A AÇÃO POLICIAL ACABOU. DILMA, AÉCIO, CAMPOS, GRATOS AO IBOPE, LULA E DONA MARINA DECEPCIONADOS
 



A CONFISSÃO DO PRESIDENTE DO BC, E A CERTEZA DA INFLAÇÃO BEM ALTA

 



 

JORNAIS DIÁRIOS, REVISTAS SEMANAIS, TELEVISÕES POR ASSINATURA E TODA A NOVA TECNOLOGIA, TERÃO OS MESMOS DONOS. UMAS 50 PESSOAS, OU EMPRESAS, EXPLORANDO E ENGANANDO MILHÕES

 

 

ACHARAM GRAVAÇÃO DE RUBENS PAIVA, FEITA HÁ 50 ANOS. ENCONTRARÃO MEU DEPOIMENTO HÁ 33 ANOS NA CPI DO TERROR?


 

A FILHA DE RUBENS PAIVA, NUM LIBELO CANDENTE: “MEU PAI FOI ASSASSINADO”. MINISTRO ZAVASCKI, SUPREMO E ÚLTIMO DOS MOICANOS. GABRIELLI DESPERDIÇA 3 HORAS E 15 MINUTOS, DEPONDO PARA ELE E DEFENDENDO DONA DILMA


 
LULA INSISTE NA “BABAQUICE” CONTRA O METRÔ. OS PLANOS DE SAÚDE IAM “DEIXAR DE PAGAR 2 BILHÕES DE MULTA”, PERDERAM. AS MENINAS DA NIGÉRIA, NÃO APARECEM

 
 
A JUÍZA DE PRIMEIRA INSTÂNCIA, MOSTRANDO CORAGEM, CULTURA, CONHECIMENTO, DECIDE QUE OS RÉUS DO RIOCENTRO, COMETERAM CRIMES IMPRESCRITÍVEIS
 



EM QUEM VOTAR OU NÃO VOTAR. OBSERVADORES, DIZEM QUE PELO QUE ESCREVO, SABEM EM QUEM VOTAREI. O CRIMINOSO QUE ESQUARTEJOU A VÍTIMA, “GANHOU” NOVAMENTE A LIBERDADE, APESAR DE OUTRA CONDENAÇÃO A 16 ANOS DE PRISÃO

 

A FARSA SOBRE A CPI DA PETROBRAS, É MAIS UMA INDIGNIDADE GERAL. DILMA, CAMPOS, AÉCIO, MARINA, SEM MUDANÇAS OU COM MUDANÇAS PROTELATÓRIAS, A PARTIR DE 2015, JOGAM O BRASIL NO CAMINHO DO SEGUNDO IMPEACHMENT
  



A INDENIZAÇÃO DA TRIBUNA DA IMPRENSA COMPLETA 35 ANOS, SEM SOLUÇÃO. HUMILHAÇÃO DA PRÓPRIA JUSTIÇA, PREJUÍZO INACREDITÁVEL


 
AÉCIO-SERRA, CAMPOS-MARINA, DILMA-LULA, NENHUMA CERTEZA. A INDIGNIDADE DO PRESIDENTE DO FLAMENGO. E O CIRURGIÃO ESQUARTEJADOR, HÁ 7 ANOS LIVRE




QUASE 1 BILHÃO ESTATAL PARA A “MORADIA” DO CORINTHIANS, MILHARES OU MILHÕES DORMINDO NA RUA. AÉCIO COMPREENDEU O QUE DIGO HÁ TEMPOS: SERRA É O VICE NATURAL DELE. PRIVILÉGIO PARA JOAQUIM, EXCEÇÃO E PERSEGUIÇÃO PARA DIRCEU


 

EM APENAS UMA ENTREVISTA, MARINA ACERTA AS CONTAS COM AÉCIO, O CAMARADA CAMPOS, DONA DILMA, E COM ELA MESMA. BLOQUEIO DE BENS NÃO PREOCUPA EIKE




APRESENTAÇÃO POR J. BERNARDO CABRAL


 

MANIFESTAÇÕES CONTRA A FIFA, ESTÃO SENDO ORGANIZADAS. EM SP, ALCKMIN PARECE GARANTIDO. DONA DILMA ASSUSTADÍSSIMA. RUI FALCÃO, SEM VOTO MAS COM PODER NO PT



 

O FANFARRÃO DO FELIPÃO, EXALTADO PELO SERVO DA DITADURA, JOSÉ MARIA MARIN. POR CAUSA DA CPI MISTA, JÁ SE BRIGA PELA PRESIDÊNCIA DA CÂMARA


 

 

O ACIDENTE DE JK NÃO MODIFICOU A HISTÓRIA. A MORTE TRAUMÁTICA DE TANCREDO E A POSSE INSUSPEITADA DE SARNEY, QUE SERVIRA À DITADURA, ISSO SIM INFLUIU NEGATIVAMENTE. HOJE FELIPÃO CUMPRE O ROTEIRO DO EXIBICIONISMO


 

 

DONA DILMA “FORMALIZADA”, NADA DEFINITIVO. O BRASIL FOI CAMPEÃO DO MUNDO NA COPA DE 1994, A FINAL FOI EM PASADENA. O “SOCIALISMO” DE CAMPOS





 

A CPI MISTA PARECE INEVITÁVEL. DÉFICIT-PRIMÁRIO-DEFICITÁRIO


 

BERNARDO CABRAL E A CONSTITUIÇÃO DE 1988


 

O 1º DE MAIO DO CRIMINOSO RIOCENTRO 1981, COMEÇOU COM A DESTRUIÇÃO DA TRIBUNA DA IMPRENSA NO MESMO 1981. O CORONEL JOB LORENA, NEGRO FOI PROMOVIDO A GENERAL, PRECONCEITO, DISCRIMINAÇÃO, RACISMO


 
 
É DIFÍCIL TROCAR UM PRESIDENCIÁVEL, PRINCIPALMENTE QUANDO ELE ESTÁ NO PODER. MAS LULA E O PT NÃO PENSAM NOUTRA COISA. A ONU “QUER” INVESTIGAÇÃO RÁPIDA SOBRE A MORTE DE MALHÃES. E A DITADURA?


 

PAULO MALHÃES, CASO TÍPICO DE QUEIMA DE ARQUIVO. O INFARTO FOI CONSEQUÊNCIA. ASSUSTADOR: AINDA EXISTE QUEM CUIDE DO ESPÓLIO DA DITADURA. O COMPLICADO ASSASSINATO DO DANÇARINO, SURGE UM NOTÁVEL E INDOMÁVEL PERSONAGEM, SUA MÃE

 


HÁ 10 DIAS, MÁRIO COUTO AMEAÇOU DONA GRAÇA: “VOU ENTREGAR AMANHÃ AO MP, ACUSAÇÕES CONTRA A SENHORA”. ESQUECEU. SÓ NO BRASIL, RENAN CALHEIROS PODE REPRESENTAR O PAÍS, NA CANONIZAÇÃO DO SEU PRIMEIRO SANTO


 

ROYALTIES DO PETRÓLEO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO


 

A DOR PELO ASSASSINATO DO JOVEM DANÇARINO. AÉCIO TEM QUE TER VICE DE SÃO PAULO. ROSA WEBER FINALMENTE VOTA PELA CPI EXCLUSIVA


 
 
CONTINUAM MENTINDO SOBRE PASADENA. E SOBRE ABREU E LIMA, DE 3 PARA 19 BILHÕES? E OS 10 BILHÕES “RODADOS” DENTRO DA PETRO POR UM DIRETOR?


 

PESQUISA DOLOROSA, DOLORIDA, DORMENTE, DESESPERANÇADA, QUASE DESESPERADA. MAIS UMA VEZ O SUPREMO BURLOU, FRUSTROU, ENGANOU O CIDADÃO


 

 

OS POLÍTICOS DA BASE E DA OPOSIÇÃO, VOLTAM A BRASÍLIA, AINDA DOMINADOS PELA OBSESSÃO DA CPI. CONTRA E A FAVOR. SÓ QUE AGORA, DEPENDENDO DO SUPREMO




 

O EXÉRCITO TEM A GRANDE OPORTUNIDADE DE PEDIR PERDÃO, APRESENTAR DESCULPAS, LAMENTAR OS CRIMES COMETIDOS DE 1964 A 1985. ESSE É O CAMINHO DA RECONCILIAÇÃO


 
 
O MONOPÓLIO DO PETRÓLEO




APESAR DO “FERIADÃO”, PETROBRAS É MAIS DO QUE UM ASSUNTO OU UMA PALAVRA, TORMENTO, INCÓGNITA E INCERTEZA QUE DIVIDE AINDA MAIS, SITUAÇÃO E OPOSIÇÃO. TODOS PENSANDO EM ELEIÇÃO




 A CPI DA PETROBRAS, ALTAMENTE NECESSÁRIA, AGORA, INDISPENSÁVEL. NÃO A CPI DE PASADENA E SIM DE TODOS OS ESCÂNDALOS, COM DONA DILMA DEPONDO



 
 
GRAÇA FOSTER: “MIL VEZES PETROBRAS”. MAS NO SENADO, DEPOIMENTO MAGISTRAL. NÃO DESTRUIU AS DENÚNCIAS, MAS MOSTROU COMPETÊNCIA. ONTEM ELA FOI A PERSONAGEM DO DIA


 

O SUPREMO TALVEZ DECIDA HOJE, SE HAVERÁ CPI CONSTITUCIONAL, OU UM ARRANJO DE ÚLTIMA HORA. ENQUANTO ISSO, SEU PRESIDENTE, JOAQUIM, “FALA COM DEUS”


 

CARLOS LACERDA COMPLETARIA 100 ANOS HOJE. AMADO E ODIADO, PERSONAGEM DE UMA ÉPOCA, COMPLETAMENTE ESQUECIDO. MORREU MUITO MOÇO



 

DOLARIZAÇÃO DA ECONOMIA BRASILEIRA


 


LULA CONCEDEU A GRANDE ENTREVISTA DO ANO. PARTIDOS E PERSONAGENS, SÓ FALAM NISSO, NÃO CHEGAM À CONCLUSÃO: ENFRENTARÃO DILMA OU LULA?



 
A FARSA DAS MEDIDAS PROVISÓRIAS, PARA ANISTIAR OS ENRIQUECIDOS PLANOS DE SAÚDE. O ESCÂNDALO DE PASADENA, COMEÇOU COM DONA DILMA, ACABARÁ COM ELA? A COMISSÃO DE DESESTATIZAÇÃO DE FHC-PSDB, VERDADEIRO CASO DE POLÍCIA



 


OTIMISTAS E PESSIMISTAS SE JUNTAM PARA DESTRUIR A PETROBRAS. OTIMISTAS E PESSIMISTAS FALAM MAIS EM PRIVATIZAÇÃO DO QUE EM CORRUPÇÃO. OTIMISTAS E PESSIMISTAS SE DIVIDEM ENTRE LULA E DILMA. FORA DO PT OU ATÉ MESMO DENTRO DELE





 

CPI DA PETROBRAS, OS DIREITOS DA OPOSIÇÃO E DO GOVERNO. O QUE É LEGÍTIMO OU ILEGÍTIMO. E O QUE ESCREVEMOS SOBRE A CPI DA PETROBRAS, EM 2009, E AGORA EM 2014, IGUALZINHO E SURPREENDENTE



 

REELEIÇÃO DE DONA DILMA CAMINHA PARA SER “GETULIZADA”, “JANIADA”, “JANGOLADA”, “GENERALIZADA”, “DITATORIALIZADA”, E O QUE É MAIS GRAVE E ASSUSTADOR, “DILMIZADA”





DONA DILMA COMEÇOU A SE COMPLICAR, QUANDO QUEBROU O SILÊNCIO. E NÃO DE FOI AGORA. FREQUENTANDO O CONGRESSO DESDE A CONSTITUINTE DE 45, NUNCA VI QUATRO CPIS. NÃO É MAIS FÁCIL O IMPEACHMENT?


 


“ANISTIA AMPLA, GERAL E IRRESTRITA”. VERGONHA, VEXAME, CHICOTADA FINAL NO POVO, DOS GENERAIS TORTURADORES. QUE ASSINAVAM A PRÓPRIA ABSOLVIÇÃO. É OBRIGATÓRIA A REVOGAÇÃO DESSE MONSTRENGO


 


A INFLAÇÃO QUE MANTEGA E TOMBINI NÃO CONTROLAM. DELFIN NETTO, COM INFLAÇÃO A 20 POR CENTO, É CRITICADO POR EDMAR BACHA, COM MAIS CREDIBILIDADE


 


HOJE, HÁ 50 ANOS, CASTELO JÁ ESTAVA NO PALÁCIO NO RIO, ESPERAVA O REFERENDO DO CONGRESSO. TODOS, EM VOLTA DELE, APAVORADOS COM COSTA E SILVA, AINDA LONGE DO RIO





 
INTERNACIONALMENTE, A NEUTRALIDADE OU A CONIVÊNCIA E CUMPLICIDADE DO BRASIL. DONA DILMA: A PESQUISA ASSUSTA MAIS DO QUE A CPI E O “VOLTA, LULA”














 








 
 




WERNECK TEM RAZÃO: LULA AINDA TEM ESPERANÇA PARA 2014. PARA MIM, ESSA ESPERANÇA SERÁ DESVIADA PARA 2018, APESAR DOS 73 ANOS







TERMINA 2013, ANO IMPIEDOSO, IMPLACÁVEL, INCLEMENTE, TUDO ERRADO. DONA DILMA, SEM ADVERSÁRIOS, VAI GANHAR. TORCE PARA JOAQUIM BARBOSA NÃO SER CANDIDATO, ACHA QUE ASSIM VENCERÁ NO PRIMEIRO TURNO. QUEM GARANTE? E O REQUERIMENTO DO SENADOR REQUIÃO, SOBRE AS DÍVIDAS DA GLOBO, A SONEGAÇÃO COLOSSAL DO IMPOSTO DE RENDA, E MAIS DINHEIRO DO BNDES 

RENAN TRAPAÇACALHEIROS, ENGARRAFAMENTO MORAL, MONTADORAS, ENGARRAFAMENTO GERAL

A ESTRONDOSA, ESPANTOSA MAS HORROROSA SUCESSÃO NO ESTADO DO RIO. PEZÃO FOI O PRIMEIRO, ESTÁ EM ÚLTIMO. O PSDB QUERIA UM GRANDE NOME. FERNANDA VENTURINI MENTIU, BERNARDINHO NÃO DESMENTIU

SUCESSÃO NO ESTADO DO RIO: 9 CANDIDATOS POSSÍVEIS, APENAS 3 VERDADEIROS.  LACERDA NÃO ROUBAVA NEM DEIXAVA ROUBAR

PAPAI NOEL, DESESPERADO NÃO COM O NATAL DE HOJE, E SIM COM O ANO NOVO, QUE JÁ SURGE INACREDITAVELMENTE VELHO E SEM O MÍNIMO DE SALVAÇÃO

MARIGHELLA: A GUERRILHA TRAÍDA, INFILTRADA, BRUTALMENTE ASSASSINADA
http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/marighella-guerrilha-traida-infiltrada.html




SARNEY QUER TROCAR O SENADO PELA CÂMARA 

http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/sarney-quer-trocar-o-senado-pela-camara.html





A TOGA MODIFICA E INFLUENCIA O CIDADÃO?

http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/a-toga-modifica-e-influencia-o-cidadao.html




O NATAL FELIZ DE MEIRELLES
http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/o-natal-feliz-de-meirelles.html




ALCKMIN: 20 ANOS DE PODER, APENAS UMA VITÓRIA. E COM PROJETO PARA 2018. MAIS 12 ANOS EM CARGOS "ELETIVOS" http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/alckmin-20-anos-de-poder-apenas-uma.html





JOÃO PAULO CUNHA, INCOMPARÁVEL

http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/joao-paulo-cunha-incomparavel.html




DILMA-JOAQUIM BARBOSA, O SUSTO COM POSSÍVEL ADVERSÁRIO
http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/dilma-joaquim-barbosa-o-susto-com.html




ATENTADO VINGANÇA CONTRA TRIBUNA. ISSO EM 1981, DEPOIS DA "AUTOANISTIA". PARA OS GENERAIS-PERSEGUIDORES. ANTES, A DESTRUIÇÃO DO MEU PASSAT, LOGO SEGUIDO DA EXPLOSÃO DO FIAT DA MINHA FILHA DE 20 ANOS. NA PORTA DA MINHA CASA
http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/atentado-vinganca-contra-tribuna-isso.html




JUSCELINO FOI "ASSASSINADO" 37 ANOS DEPOIS DE MORTO
http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/juscelino-foi-assassinado-37-anos.html




A IMPORTÂNCIA DO 5 DE ABRIL NO FUTURO DE JOAQUIM BARBOSA. A EXIBIÇÃO, A OBSESSÃO E A AMBIÇÃO, TUDO QUE CONTAMINOU OU COMPARTILHOU O PROCESSO DO MENSALÃO. A PRISÃO NO DIA DA REPÚBLICA, PREMEDITADA? HOJE, DIA DA “CONSCIÊNCIA NEGRA”, ESCURIDÃO TOTAL
http://tribunadaimprensaonline.blogspot.com.br/2013/12/a-importancia-do-5-de-abril-no-futuro_2913.html



http://heliofernandesonline.blogspot.com.br/