3.2.16

"DESINDUSTRIALIZAÇÃO" E FALTA DE INVESTIMENTO, DESTROEM O "OTIMISMO" DOS MACROS ECONOMISTAS

HELIO FERNANDES -


Enquanto a situação se agrava, complica e tumultua, mais escassas as possibilidades de recuperação. Somos hoje o país dos "dois dígitos", a elevação dos principais itens é irreversível. Só o que não sobe é o PIB. A inflação fechou 2015 em 10,67, não existe o menor sinal de baixa, mas autoridades influentes afirmam sem constrangimento: "A inflação de 2016 fechará em 4,5 por cento, ou  seja o centro da meta". Loucura, ha 13 anos a inflação não chega nem perto. Irresponsabilidade completa cometida pelo presidente do Banco Central.

Leia mais na COLUNA