24.2.16

JOÃO SANTANA: "O BRASIL VIVE CLIMA DE PERSEGUIÇÃO"

HELIO FERNANDES -

Acertou em cheio. Teria sido melhor falando diante do espelho. Pois ninguém utilizou tanto a palavra "perseguição" quanto ele. Na campanha da reeleição de Dilma criou a estratégia da destruição alternada. Atentamente examinava as pesquisas do momento e "elegia" o adversário a combater.

Quando Dona Dilma estava bem e Aécio apenas em terceiro, praticamente inofensivo, investia impiedosamente contra ela. Avaliava que Marina era concorrente mais difícil e se aproximava de Dilma. Não se incomodou, poupou Aécio, usou todo o poder de fogo, miseravelmente para destruí-la.

Leia mais na COLUNA