9.5.16

EM NOME DO COMBATE À CORRUPÇÃO, VEM AÍ UM GOVERNO DE CORRUPTOS!

EMANUEL CANCELLA -


Eduardo Cunha, se para o STF é um delinquente, para a sociedade é um ladrão. Cunha não desviou dinheiro para o partido ou para financiamento de campanha, ele desviou dinheiro para sua própria conta. Por isso Cunha tem que ir para a cadeia e ter seus bens confiscados!

Michel Temer, que agora recua e diz que seu governo é interino, é refém de Cunha! Eduardo Cunha vai indicar a maioria dos ministros do governo interino, inclusive o ministro da justiça e o chefe da Polícia Federal. Para quem falava em poder paralelo, petralhas, vem aí o verdadeiro governo dos ladrões!

Figuras como Roberto Freire e Moreira Franco, que não se elegem mais nem para síndico de prédio, vão ser ministros de Temer. As medidas do possível governo são aquelas que foram derrotadas nas urnas, vão tirar direitos trabalhistas e previdenciários e reduzir os programas sociais. O combate à corrupção só valerá para os adversários, para eles o perdão, aliás, é o que nossa Justiça anda fazendo atualmente, a exemplo do mensalão tucano, anterior ao do PT, que está prescrevendo sem julgamento.

A fase que vivemos com FHC do engavetador geral da República é fichinha diante das medidas que vêm por aí. Vão tentar amordaçar os sindicatos, os movimentos sociais e estudantis, inclusive o último ato do defenestrado Cunha foi a CPI da UNE.

Os EUA patrocinaram a primavera árabe e, em nome da democracia, derrubou governos ditos ditadores. Resultado: Guerras e rebeliões, democracia ninguém sabe, ninguém viu e milhões de refugiados buscando abrigo no mundo. Assim os EUA e seus aliados aumentaram suas reservas de petróleo!

O que assistimos no nosso continente é a “Primavera do Cone Sul.” Para enganar a sociedade, em nome do mote do combate à corrupção, querem derrubar governos como da Venezuela e do Brasil, para assim apoderarem-se de nossas riquezas, principalmente o petróleo. Na Argentina, ganharam no voto, mas não conseguem implantar o modelo neoliberal, e,  como no Brasil, acusam sem provas a ex-presidente Cristina Kirchner. Fazem com Cristina o mesmo que fazem com Lula, acusam sem provas, com o intuito somente de manchar suas imagens, impedindo assim seus inevitáveis retornos através do voto popular!

*Emanuel Cancella é coordenador do Sindicato dos Petroleiros do Estado do Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ) e da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP).