18.5.16

GOLPE APLICA A MÍDIA TÉCNICA CONTRA OS BLOGS!

Por PAULO HENRIQUE AMORIM - Via Conversa Afiada -

Como o Lula e a Dilma, a SECOM vai encher a Globo de dinheiro!


Blogueiros sujos receberam o seguinte e-mail:


Olá pessoal, boa tarde!


Todos bem?

Por motivos de força maior (sic), a SECOM nos solicitou a interrupção (sic) da campanha. 

Só temos autorização para realizar o pagamento do que foi veiculado até o dia de hoje, 17/05.

Não podemos ter nada no ar amanhã, dia 18/05 pois o cliente não pagará nenhum veiculação a partir do dia 18/05.

Lamentamos pelo ocorrido e contamos com a ajuda de vocês pois este é um momento delicado (sic) para todos nós.

Desde já agradecemos a atenção de todos e qualquer coisa, estamos à disposição.

Obrigado e abraços,

... | Digital Strategy and Business Intelligence Manager (sic)
Telefone: +55 61 ...
(...) Brasília – Distrito Federal


NAVALHA


Trata-se de uma merreca que o Governo Dilma distribuiu à blogosfera suja: uns R$ 1.800, para veiculação num único mês!


Instalou-se, como se vê, a “mídia técnica” do Golpe.

“Mídia técnica”, como se sabe, foi uma estratégia do Governo Lula para distribuir “tecnicamente” a verba de publicidade.

Sim, porque nos bons tempos do FHC Brasif, do Andrea Matarazzo e do Nizan Jamais, era assim: 90% da grana do governo iam para a Globo!

E dane-se a técnica!

(O ansioso blogueiro tinha o programa Conversa Afiada na TV Cultura, de SP.

Uma noite, entrevistou um dirigente do MST.

Na manhã do dia seguinte, o Andrea Matarazzo, ministro da SECOM, mandou tirar o programa da tevê aberta em Brasília – para não chatear o FHC Brasif, provavelmente…

E o Fernando Barbosa Lima, que dirigia a TV Educativa do Rio, mandou tirar também.

Porque “o programa não interessava ao Rio”.

Nessa época – foram dois anos no ar – o Conversa Afiada, tecnicamente, não mereceu um centavo de mídia do Governo FHC Brasif.

E, apesar disso, o ansioso blogueiro, que tinha feito uma operação 50/50 com a Fundação Padre Anchieta – rachar custos e receitas - , ganhou tanto dinheiro que comprou um (outro) apartamento em NY.

Quá, quá, quá!)

Aí, o Lula inventou a “mídia técnica”, que segundo o Requião, parecia redigida pelos mídia da Globo.

Sim, porque o “técnico” era a audiência.

E quem tem (ainda) audiência é a Globo.

E o Lula (e, depois o Giles, amigo da Dilma) botou um “técnico” do Banco do Brasil para administrar a mídia.

Por acaso, realizou-se, então, uma farra no departamento de mídia das agências de publicidade.

O Governo programava a Globo e as agênciasembolsavam gordos BVs, bonificação por volume. 

Uma beleza!

Grana do Governo trabalhista para a Globo e as agências americanas e inglesas!

E os blogs sujos, como ficavam?

Submetidos ao “técnico” critério da audiência – qualificação  da audiência… não vinha ao caso.

A Dilma engordou a Globo, como comprovou a Conceição Lemes, no Viomundo.

Os blogs entravam na categoria “internet” onde se contavam também os acessos ao Google, Yahoo etc…

Ou seja, o Governo Dilma usava o Google para tirar dinheiro dos sujos.

Dentro de uma rubrica magrinha, “internet”.

Mesmo assim, o PiG fazia um escândalo!

O Fernando Rodrigues, esse blogueiro chapa branca e notável investigativo (menos quando se trata da família Frias), recorria à Corte Internacional de Haia para saber quanto o Governo programava no Conversa Afiada!

Agora, a “mídia técnica” do Golpe começa a se manifestar.

Um blogueiro chapa branca, o Jorge Bastos Moreno, o melhor Proust que Brasília foi capaz de criar, disse outro dia que os blogueiros ainda vão chiar muito, porque a grana da Dilma vai custar a acabar. 

Sobre o Conversa Afiada, convém esclarecer, caro blogueiro chapa branca:

- a grana do Governo é irrelevante para a sobrevivência do Conversa Afiada;

- fora outras receitas, provenientes de palestras, “midia training” e os direitos autorais do best seller“O Quarto Poder”,  o principal anunciante doConversa Afiada, hoje, é o conjunto Google e YouTube;

- portanto, assim como o Google vai googlar a Globo, o Google vai googlar a SECOM;

- e, por fim, com a eficaz assessoria do (excelente) advogado Cesar Marcos Kloury, serão tomadas as devidas providências para que os contratos – o “livrinho” - comerciais sejam devidamente respeitados!

Portanto, como diria o Mark Twain, que o Moreno deveria ler, são prematuras as notícias da morte dos sujos.