30.6.16

PRESIDENTE DO BC, PROMETE MUITO, CONFIRMA POUCO. PRESIDENTE PROVISÓRIO COMANDA SOBREVIVÊNCIA DO CORRUPTO CUNHA

HELIO FERNANDES -

Normalmente é um dos cargos mais importantes. Nas atuais circunstancias, de relevância incalculável. Convidado e nomeado sem restrições, e recebendo um dilúvio de elogios, devia ter sido mais cauteloso.  Apressado, garantiu demais, transformou a própria duvida, rigorosamente incerta, numa quase verdade só que com 1 ano de espera. Lembremos as promessas da posse: "Envidaremos esforços para trazer a inflação ao centro da meta, 4,5 por cento".

E concluiu de forma decepcionante: "Em 2017". Comentei na mesma hora: "A promessa da inflação é audaciosa, o tempo,1 ano, sinalizava para 12 meses de duvidas ou até de adivinhações.

Leia mais na COLUNA